Partilhar

É possível ter uma lontra de estimação?

É possível ter uma lontra de estimação?

A lontra é um animal pertencente à família dos mustelídeos (Mustelidae) e existem oito espécies diferentes, todas protegidas devido ao iminente perigo de extinção. Se você está pensando em ter uma lontra como animal de estimação, ou se ouviu falar de alguém que tem uma, deve saber que isso é totalmente proibido pela lei e que pode acarretar multas e penas consideráveis, se a lontra for mantida em cativeiro.

Neste artigo do PeritoAnimal, falaremos sobre o modo de vida que este animal tem na natureza, sobre porque não é certo ter uma lontra como animal de estimação e o que fazer ao encontrar uma.

Também lhe pode interessar: É possível ter um dingo como pet?

Onde e como as lontras vivem?

A lontra-europeia (Lutra lutra) costumava habitar toda a Europa, desde as áreas mais árticas até o norte da África e parte da Ásia. A partir da metade do século XX, muitas de suas populações desapareceram devido à perseguição do ser humano, a escassez de aliimento, a destruição de seu hábitat e a contaminação.

Todas as lontras, com exceção da lontra-marinha (Enhydra lutris), vivem em rios, lagos, marismas, lagoas ou qualquer lugar onde haja água clara rodeada por vegetação florestal muito densa. Suas tocas ficam nas margens, aproveitando as cavernas naturais. Eles não têm uma única toca, e podem a cada dia descansar em uma diferente, desde que dentro de seu território.

Alimentam-se quase exclusivamente de animais aquáticos, peixes, crustáceos, anfíbios ou répteis, contudo, se os itens acima não estiverem disponíveis, podem sair da água e caçar pequenos mamíferos ou pássaros. Com exceção da lontra-marinha, que nunca sai do oceano durante toda a sua vida.

Geralmente, as lontras são animais solitários, e elas só se reúnem durante o cortejo e a cópula, ou quando a mãe está com seus filhotes até que eles a deixem. Elas podem se reproduzir ao longo de todo ano, mas geralmente regulam seus ciclos de acordo com a estação seca e a abundância de suas presas preferidas.

Existe lontra doméstica?

Em países como o Japão ou Argentina, existe uma nova "tendência" que consiste em ter uma lontra como animal de estimação. Embora possa parecer dócil e manejável, a lontra é um animal selvagem, que não passou por um processo de domesticação, algo que levaria centenas de anos.

As pessoas costumam comprar ilegalmente o animal quando ainda é filhote, e por isso ele é separado da mãe muito cedo. Os filhotes de lontra precisam ficar com a mãe por pelo menos 18 meses, pois aprendem com ela tudo o que é necessário para viver. O fato de serem animais solitários é outra razão pela qual não devem ser animais de estimação, pois estariam acompanhados a maior parte do tempo. Além disso, em casa não poderiam desenvolver todos os seus comportamentos naturais, pois as pessoas não costumam ter rios ou lagos em suas casas.

Além disso, estes animais se tornam realmente agressivos quando estão no cio, condição em que passam a maior parte de sua vida adulta.

É possível ter uma lontra de estimação? - Existe lontra doméstica?

Como cuidar de uma lontra?

Se você encontrar uma lontra adulta e acha que ela pode estar gravemente ferida ou que precisa de atenção veterinária, é melhor ficar de olho à distância enquanto liga para o 112 ou os agentes florestais da região em que você está. Não tente pegá-la, pois ela pode te atacar e, sendo um mamífero, é capaz de transmitir uma infinidade de infecções e parasitas.

Se, por outro lado, você encontrar um filhote que não sobreviveria sozinho, pode colocá-lo em uma caixa de papelão grande o suficiente, colocar um cobertor para protegê-lo do frio (se estiver) e levá-lo a um centro de recuperação para animais selvagens, ou ligar para agentes florestais.

É legal ter uma lontra de estimação no Brasil?

No Brasil, o tráfico e caça ilegais de animais silvestres são crimes previstos por lei, o que significa que sua captura ou comércio é totalmente proibida, assim como em qualquer outro país do mundo. O manejo dessas espécies é permitido apenas por razões científicas, para o estudo de populações ou a reintrodução no ambiente natural. Além disso, a lontra está incluída na Convenção de Berna, devido à sua extinção iminente.

Por esse motivo, e também porque a lontra não é um animal doméstico, e sim selvagem, você não pode ter uma lontra de estimação. Saiba mais no vídeo seguinte:

Se deseja ler mais artigos parecidos a É possível ter uma lontra de estimação?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Bibliografia
  • Apéndices I, II y III en vigor a partir del 4 de octubre de 2017. Convención Sobre El Comercio Internacional De Especies Amenazadas De Fauna Y Flora Silvestres.
  • BOE núm. 235, de 1 de octubre de 1986. Instrumento de ratificación del Convenio relativo a la conservación de la vida silvestre y del medio natural en Europa, hecho en Berna el 19 de septiembre de 1979.
  • Ruiz-Olmo, J. (2017). Nutria – Lutra lutra. En: Enciclopedia Virtual de los Vertebrados Españoles. Salvador, A., Barja, I. (Eds.). Museo Nacional de Ciencias Naturales, Madrid.
  • Situación actual del Listado de Especies Silvestres en Régimen de Protección Especial y, en su caso, del Catálogo Español de Especies Amenazadas. (Número de taxones incluidos según el Real Decreto 139/2011, de 4 de febrero y sus modificaciones: Orden AAA/75/2012, de 12 de enero; Orden AAA/1771/2015, de 31 de agosto y Orden AAA/1351/2016, de 29 de julio).

Escrever comentário sobre É possível ter uma lontra de estimação?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Miguel de sousa
É possivel ter uma lontra de estimação no brasil?

É possível ter uma lontra de estimação?
1 de 2
É possível ter uma lontra de estimação?

Voltar ao topo da página