Partilhar

A suricata como animal de estimação

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. 1 agosto 2016
A suricata como animal de estimação

Muitas pessoas ao conhecerem a suricata se questionam se é possível que esta seja um pet uma vez que é um animal selvagem. A verdade é que as suricatas são pequenos mamíferos carnívoros que habitam em zonas semi desertas que circundam os desertos do Kalahari e da Namíbia.

Pertencem à mesma família dos mangustos, as Herpestidae e vivem em colônias muito socializadas de várias indivíduos, por isso conseguimos perceber que gostam de viver em comunidade.

Ao não ser um mamífero em perigo de extinção, é normal se perguntar se pode ter uma suricata como pet. No PeritoAnimal vamos lhe dar a resposta a esta dúvida neste artigo sobre a suricata como animal de estimação.

Também lhe pode interessar: A raposa como animal de estimação

As suricatas domésticas

A verdade é que as suricatas devido ao seu caráter sociável podem se adotar como animais domésticos, mas se isso acontecer, deve ser sob condições estritas e específicas.

Uma vez que vivem em colônicas, nunca se deverá adotar apenas uma suricata, é preciso que no mínimo adote um casal delas. Se se adotar apenas um exemplar, embora no início possa parecer amigável enquanto é jovem, ao crescer pode se tornar agressiva podendo morder de forma bastante dolorosa.

São animais muito territoriais, por isso deve adotar duas de uma vez e, não trazer passado algum tempo outra para casa, pois é provável que depois briguem e se agridam de forma grave.

A suricata como animal de estimação - As suricatas domésticas

Preparação da casa para as suricatas

As suricatas são muito sensíveis às temperaturas baixas e à umidade, pois são provenientes de climas típicos do deserto, não suportando assim nem o frio nem a umidade excessiva. Por isso, as suricatas apenas poderão viver de forma confortável com pessoas que possuam um jardim livre de umidade e grande. Além disso, deverá cercar o perímetro com malha metálica. Um habitat seco é mais ideal que um úmido.

É inaceitável se fechar de forma permanente uma suricata em uma gaiola, nunca pense ter uma suricata como pet se a sua intenção é fechá-la permanentemente. As pessoas que pensarem em adotar este animal devem fazê-lo por amor aos animais e para permitir que vivam de forma livre desfrutando assim do seu comportamento natural.

Agora se você colocar a gaiola ou casota grande no jardim, sempre com a porta aberta para que as suricatas possam entrar e sair à vontade e convertê-la no seu esconderijo, isso já é diferente e não tem problema. Deverá colocar na sua casa alimento, água e areia no solo para as suricatas dormirem à noite.

Se contar com os recursos necessários pode criar inclusive um ninho que pareça natural, para que os animais se sintam realmente confortáveis no seu novo habitat.

A suricata como animal de estimação - Preparação da casa para as suricatas

Hábitos das suricatas

As suricatas gostam de tomar banhos de sol prolongados. São seres muito ativos que gostam de perfurar, por isso existe sempre a possibilidade de fugirem por baixo da cerca.

Se alguém estiver pensando em ter duas suricatas soltas no seu apartamento, deve ser consciente que é a mesma coisa que ter um equipamento de demolição louco em sua casa, é algo terrível para o animal que não se deve realizar em nenhum caso. Os destroços originados nos móveis provocados pelos gatos com as suas unhas não serão nada comparado com a destruição total que as suricatas fechadas podem causar.

Como já referimos, é um animal que apenas se deve adotar em certas situações, se tivermos um habitat adequado e se pensarmos primeiro no seu benefício pessoal. Não deve ser egoísta e adotar um animal se não vai conseguir cuidar dele de forma adequada.

A suricata como animal de estimação - Hábitos das suricatas

Alimentação das suricatas domésticas

Cerca de 80% da alimentação das suricatas podem ser os alimentos de qualidade máxima destinados aos gatos. Deverá ir alternando entre a comida seca e a úmida.

10% devem ser frutas e verduras frescas: tomate, maçã, pera, alface, feijão verde e abóbora. Os 10% restantes da sua alimentação devem ser insetos vivos, ovos, ratos e pintos de 1 dia.

Não lhe deve dar cítricos

Além disso, as suricatas precisam de água fresca todos os dias servida em dois tipos de recipiente: o primeiro deve ser um bebedouro ou taça como o habitual para os gatos. O segundo será um dispositivo tipo mamadeira, como a utilizada para os coelhos.

A suricata como animal de estimação - Alimentação das suricatas domésticas

As suricatas no veterinário

As suricatas precisam que lhes seja administrada a vacina da raiva e da cinomose, idêntica à dos furões. Se o veterinário especialista em exóticos considerar conveniente, mais à frente indicará se é preciso administrar-lhe mais alguma vacina.

Também é bom referir que, como donos responsáveis da vida do animal, é imprescindível colocar-lhes o chip tal como nos furões.

A vida média em cativeiro das suricatas oscila entre os 7 e os 15 anos, dependendo do tratamento que estes pequenos e bonitos mamíferos receberem.

A suricata como animal de estimação - As suricatas no veterinário

Interação com outros animais

Falar sobre relações no caso das suricatas é um pouco difícil. Como já referimos as suricatas são extremamente territoriais, por isso podem se dar bem com os nossos cachorros e gatos, ou podem matá-los. Se o cachorro ou o gato já estiverem em casa antes da chegada das suricatas, será mais viável a convivência entre ambas espécies.

As suricatas são muito ativas e brincalhonas, se se derem bem com outros pets poderá desfrutar de momentos muito divertidos vendo-as brincando. No entanto, se se derem mal, lembre-se que a suricata é um pequeno mangusto, o que quer dizer que não tem medo de nada e que não se afastará perante a presença de um Mastiff ou qualquer outro cachorro por muito grande que seja. As suricatas na natureza enfrentam serpentes venenosas e escorpiões, vencendo na maioria das vezes.

A suricata como animal de estimação - Interação com outros animais

Interação com os humanos

É imprescindível que adote as suas suricatas provenientes de criadores homologados, refúgios ou centros de animais provenientes de circos ou de zoológicos. É fundamental referir que nunca deverá adotar suricatas selvagens, elas iriam sofrer muito (podendo até mesmo morrer) e que nunca iria conseguir domesticá-las e conseguir o seu afeto.

Dito isto, deverá escolher sempre que puder exemplares muito jovens que se moldarão melhor a si e aos seus pets.

Se fizer tudo e bem e se o seu habitat for ideal, são animais muito brincalhões e amáveis que vão querer brincar com você, que lhe coce a barriga até adormecerem nos seus braços. Além disso, o fato de serem animais diurnos significa que durante a noite estarão a dormir, tal como acontece com outros pets.

Um conselho final para todas as pessoas que desejam adotar uma suricata é que se devem informar bem e proporcionar ao seu novo membro da família a atenção que merece e precisa. Não deve ser egoísta e quer ter um bonito animal para o fechar ou fazê-lo passar uma vida má junto a si.

A suricata como animal de estimação - Interação com os humanos

Se deseja ler mais artigos parecidos a A suricata como animal de estimação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

A suricata como animal de estimação
1 de 8
A suricata como animal de estimação

Voltar ao topo da página