Partilhar

Curiosidades sobre as abelhas

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 8 outubro 2020
Curiosidades sobre as abelhas

As abelhas pertencem à ordem Hymenoptera, que pertence a classe Insecta do subfilo dos Hexápodes. São classificadas como insetos sociais, pois os indivíduos se agrupam em colmeias formando uma espécie de sociedade em que podem diferenciar várias castas, cada uma delas desempenhando um papel importante para a sobrevivência do enxame. É por isso que podemos diferenciar a abelha rainha, os zangões e as abelhas operárias.

Embora pareçam insetos simples, o mundo das abelhas é muito complexo e surpreendente. Elas têm comportamentos e formas de vida que jamais imaginaríamos em um animal tão pequeno. Por isso, neste post do PeritoAnimal listamos 15 curiosidades sobre as abelhas absolutamente incríveis sobre sua anatomia, alimentação, reprodução, comunicação e defesa. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Como as abelhas fazem o mel

Tudo sobre as abelhas

Ainda que as abelhas sigam um padrão físico básico que normalmente consiste em cores escuras com listras amarelas no corpo, é certo que a sua estrutura e aparência podem variar em função da espécie de abelha. Não obstante, dentro de uma mesma espécie também é possível observar algumas diferenças entre a abelha rainha, zangões e as abelhas operárias:

  • Abelha rainha: é a única fêmea fértil da colmeia, motivo pelo qual a característica mais destacada da abelha rainha é a sua estrutura ovárica, que faz dela maior das abelhas. Além disso, ela tem as patas mais longas e um abdômen mais comprido que o das abelhas operárias que habitam a colmeia. Os seus olhos, no entanto, são menores.
  • Zangões: são os machos cuja única função na colmeia é a reprodução com a abelha rainha para produzir descendência. Diferentemente, desta última e as abelhas operárias, os zangões apresentam corpos retangulares de maior dimensão, mais corpulentos e pesados. Além disso, carecem de ferrão e têm olhos significativamente maiores.
  • Abelhas operárias: são as únicas abelhas fêmeas inférteis da colmeia, pelo qual os seus aparatos reprodutores se encontram atrofiados ou pouco desenvolvidos. O seu abdômen é mais curto e estreito e, ao contrário da abelha rainha, as suas asas envolvem a longitude completa do corpo. A função das abelhas operárias consiste em coletar o polen e a fabricação de alimento, construção e proteção da colmeia e o cuidado dos exemplares que constituem o enxame.

Alimentação das abelhas

Estes insetos se alimentam principalmente do mel, fonte de açúcares necessários para as abelhas e fabricado a partir do néctar das flores que absorvem com as suas longas línguas para digerir-lo nas suas colmeias correspondentes. As flores que recorrem podem ser variadas, mas é comum encontrá-las se alimentando daquelas que têm as cores mais vistosas, como o caso da margarida. A propósito, você sabia que uma abelha sozinha pode visitar até 2 000 flores num mesmo dia? Curioso, não é?

Elas também se alimentam de polen, pois além de aportar os açucares, proteínas e vitaminas essenciais como as do grupo B, permitem o desenvolvimento das glândulas produtoras de geleia real. E aqui uma outra curiosidade sobre abelhas, a geleia real é o alimento exclusivo da abelha rainha e das jovens operárias, já que é capaz de produzir corpos adiposos durante o inverno para que possam sobreviver ao frio.

A partir dos açúcares aportados pelo mel e o polen, as abelhas podem fabricar cera, importante também para selar as celas da colmeia. Sem dúvida, todo o processo de fabricação do alimento é incrível e muito curioso.

Curiosidades sobre as abelhas - Alimentação das abelhas

Reprodução das abelhas

Se você já se perguntou como se reproduzem as abelhas, deve saber que a abelha rainha é a única fêmea fértil da colmeia. É por isso que a rainha é a única capacitada de se reproduzir com os zangões resultando em fêmeas fecundadas. No que se refere a descendência dos machos, outro dos dados mais curiosos das abelhas é que os zangões surgem dos ovos sem fecundar. Apenas em caso da morte ou desaparição da rainha, as abelhas operárias podem realizar a função reprodutora.

Ora, não só o nascimento das fêmeas e machos é curioso, já que o processo que implica a reprodução também constitui outra das curiosidades das abelhas. Quando chega o momento da reprodução, que se produz normalmente durante a primavera, a abelha rainha secreta os feromônios para atrair e comunicar aos zangões a sua fertilidade. Depois disto acontece o voo nupcial ou voo de fecundação, que consiste num acoplamento no ar entre ambos, durante o qual se transfere, os espermatozoides desde o órgão copulador do zangão até a espermateca o depósito da abelha rainha. Alguns dias após a fecundação, a abelha rainha começa a pôr milhares de ovos dos quais vão sair larvas de abelha macho (se não forem fecundados) ou larvas de abelhas fêmeas. Outras curiosidades interessantes são:

  • A abelha rainha é capaz de botar até 1 500 ovos ao dia, sabia disso?
  • A rainha tem a capacidade de armazenar os espermatozoides dos distintos zangões para botar ovos durante um período de três semanas, aproximadamente. Portando, tendo em conta a quantidade diária de ovos que põe, pode imaginar a velocidade na que se desenvolve uma colmeia?
Curiosidades sobre as abelhas - Reprodução das abelhas

Curiosidades sobre as abelhas e seu comportamento

Além de usar os feromônios para se reproduzir, elas também desempenham um papel importante na comunicação e comportamento das abelhas. Deste modo, dependendo do feromônio secretado, podem saber se existe um perigo próximo a colmeia ou se se encontram em um lugar rico em alimento e água, entre outros. Não obstante, para se comunicar também usam movimentos corporais ou deslocamentos, como se fosse uma dança, seguindo um padrão determinado e entendido por elas. Deu para ver que as abelhas são animais surpreendentemente inteligentes, assim como outros insetos sociais como as formigas, por exemplo.

Em termos de comportamento, se observa também a importância do instinto defensor. Quando se sentem ameaçadas, as abelhas operárias protegem a colmeia usando os ferrões venenosos em forma de serra. Ao retirar o ferrão da pele do animal ou pessoa que picou, a abelha morre, já que a estrutura serrada se desprende do corpo desgarrando o ventre e ocasionando a morte do inseto.

Outras curiosidades sobre as abelhas

Agora que você já conhece algumas das curiosidades mais importantes sobre abelhas, vale a pena prestar atenção nestes dados:

  • Existem mais de 20 000 espécies de abelha no mundo.
  • Ainda que a maioria delas são diurnas, determinadas espécies têm uma vista noturna excepcional.
  • Elas se distribuem praticamente por todo o mundo, com exceção da Antártida.
  • Podem produzir própolis, uma substância obtida da mistura da seiva e os gomos das árvores. Junto com a cera, serve para calafetar a colmeia.
  • Não todas as espécies de abelha são capazes de produzir mel a partir do néctar das flores.
  • Os seus dois olhos estão formados por milhares de olhos menores chamados omatídios. Estes transformam a luz em sinais elétricos, os quais são interpretados e transformados em imagens pelo cérebro.
  • A proclamação da abelha rainha, acontece após de uma briga entre 3 ou 5 abelhas candidatas criadas por abelhas operárias para este fim. A ganhadora da briga é a que se proclama rainha na colmeia.
  • Uma abelha rainha pode viver até os 3 ou 4 anos, se as condições são favoráveis. As abelhas operárias, por sua vez, vivem entre um e quatro meses, dependendo da estação do ano.

O que você achou das curiosidades sobre as abelhas? Já sabia? Conte nos comentários!

Curiosidades sobre as abelhas - Outras curiosidades sobre as abelhas

Se deseja ler mais artigos parecidos a Curiosidades sobre as abelhas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Curiosidades sobre as abelhas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Curiosidades sobre as abelhas
1 de 4
Curiosidades sobre as abelhas

Voltar ao topo da página