Partilhar

Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 9 novembro 2017
Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem

Cachorro e gato podem ser amigos? Claro que sim, mas dependerá de muitos fatores para conseguir uma convivência harmoniosa entre ambos. Para isso, deverá preparar adequadamente a apresentação do cachorro e do gato, saber como se vão adaptar ambos diante da presença do outro e saber bem o que fazer se se derem mal.

Neste artigo do PeritoAnimal explicamos-lhe passo a passo alguns conselhos para que um cachorro e um gato se deem bem. Tome nota das nossas dicas e não se esqueça de consultar um profissional se a situação é realmente grave.

Continue lendo e não se esqueça de comentar para partilhar as dúvidas que possam surgir durante o processo ou os truques que utilizou no seu caso.

Também lhe pode interessar: Como fazer dois gatos se darem bem

Como pode saber se o cachorro e o gato se vão dar bem

Cachorros e gatos são animais sociáveis por natureza, no entanto, se foram separados da ninhada antes dos 3 meses e não tiveram um processo de socialização apropriado podem converter-se em animais solitários que rejeitam a presença de outros animais.

Se os dois animais que pretende juntar são já exemplares adultos deverá tomar mais precauções, no entanto se um ou os dois são filhotes provavelmente terá um melhor acolhimento por parte do animal de estimação que tem em casa. Dependerá de cada caso.

Se suspeita que o seu cachorro ou gato pode desenvolver uma atitude muito negativa diante da presença do outro animal, será muito recomendável recorrer a um profissional como por exemplo um etólogo: um veterinário especializado em conduta e comportamento animal.

Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem - Como pode saber se o cachorro e o gato se vão dar bem

A apresentação de ambos

Saber como apresentar um gato a um cão será fundamental para conseguir uma boa aceitação do outro animal. O ideal será manter o gato e o cão isolados nos primeiros dias, isto porque, geralmente o pet residente perceberá o aparecimento do novo animal como uma violação do seu território.

Cada animal terá o seu espaços, a sua cama, comedouro, bebedouro e vários brinquedos. É importante tentar respeitar os utensílios do animal que já reside em casa e deixá-los nos mesmos locais de sempre. Caso contrário pode prejudicar a apresentação de ambos.

Durante uns dias deverá começar a acostumar os animais ao cheiro um do outro para se familiarizarem e se reconhecerem quando se virem pela primeira vez. Lembre-se que os animais, cachorros e gatos, identificam-se através do odor, por isso intercambiar mantas ou brinquedos será um passo em frente muito útil.

Passado este tempo vamos preparar a casa onde eles se vão conhecer a primeira vez. Convém que tenham uma "zona de segurança" onde o gato de possa refugiar se for perseguido pelo cão no primeiro encontro. Para isso deverá ter prateleiras para gatos, arranhadores de vários pisos ou casinhas para gatos. É muito importante ter estes elementos se não queremos que aconteça algum incidente.

No primeiro encontro podemos manter o cachorro preso se não estivermos seguros da sua reação, no entanto se prepararmos bem a zona de segurança não tem porque se preocupar. No primeiro encontro deve estar muito atento à atitude do cachorro e do gato. Se não for positiva tente guiar o cão com guloseimas até à sua zona outra vez.

Repita este processo de forma ocasional e aumente o tempo gradualmente até que comecem a se tolerar e respeitar. Pode ser que no início existam grunhos e rosnos, é normal, dê-lhes tempo.

Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem - A apresentação de ambos

Adaptação à nova situação

como comentei anteriormente, será fundamental repetir os encontros do cachorro e do garo para que ambos se acostumem um ao outro. Nesta etapa do processo podem aparecer pequenas travessuras, especialmente por parte do gato, tente desvalorizar o mau comportamento e utilize sempre que possa o reforço positivo para elogiar as atitudes que gosta em vez de dar bronca pelas atitudes que não gosta.

Com o tempo, a paciência e o uso da educação positiva conseguirá que, pelo menos, se tolerem um ao outro. Lembre-se que falamos de um processo longo em alguns casos. Enquanto que em determinadas situações ficarão amigos rapidamente, em outras podem demorar meses a se aceitarem. Tenha isso em mente.

Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem - Adaptação à nova situação

O que fazer se o cachorro e gato se dão mal

Se o seu cachorro e gato parecem não querer se dar bem será muito importante tomar medidas de segurança para que não aconteça um mau encontro. Não deixe nunca o seu gato e cachorro juntos em um quarto sem a sua supervisão e confirme que o gato se pode refugiar na sua "zona de segurança" sempre que quiser.

Demonstre a ambos o carinho que merecem mas sempre de forma igualitária. Não mime em excesso um dos dois e comece sempre pelo animal que já tinha em casa. Ele deve ser sempre o primeiro a receber a comida e carícias mas na mesma medida que o novo pet.

Se observar um mau comportamento por parte de um dos dois não grite nem dê bronca, é importante redirecionar a situação de forma positiva. Não esqueça que os animais tomam como exemplo os seus proprietários. Se o virem inquieto, negativo e nervoso provavelmente sentirão essa tensão e isso irá se repercutir em um pior encontro. Tente estar tranquilo.

No entanto, premeie sempre que observar um bom comportamento: eles se cheirarem, respeitarem-se, permanecerem tranquilos... Deve reforçar positivamente tudo aquilo que gosta e que encaixe em uma convivência serena e amistosa. Não esqueça que o reforço nem sempre significa dar snacks ou guloseimas ao nossos animais de estimação. Uma palavra carinhosa e inclusivamente as festinhas são um excelente reforço para que a convivência do cão e do gato seja mais harmoniosa.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Escrever comentário sobre Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
João Pedro
Parabéns ! Agora se der, faz um artigo com conselhos de como evitar que o gato e o cachorro brinquem a madrugada toda de correr pela casa e usar as camas como parte da pista de corrida !
A sua avaliação:
Livia
Parabéns! Bastante explicativa a matéria, indo direto ao ponto.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Livia! Que bom que você gostou. Obrigada por seguir o PeritoAnimal.

Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem
1 de 4
Conselhos para um cachorro e um gato se darem bem

Voltar ao topo da página