Partilhar

Como os peixes respiram: explicação e exemplos

 
Por Ana Diaz Maqueda. 18 julho 2019
Como os peixes respiram: explicação e exemplos

Os peixes, assim como os animais terrestres ou mamíferos aquáticos, precisam captar oxigênio para viver, sendo essa uma das suas funções vitais. No entanto, os peixes não obtêm oxigênio pelo ar, eles são capazes de captar o oxigênio dissolvido na água através de um órgão que se chama braquias.

Quer saber mais sobre como os peixes respiram? Nesse artigo do PeritoAnimal vamos explica como é o sistema respiratório dos peixes teleósteos e como funciona a respiração deles. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Peixe dorme? Explicação e exemplos

Como os peixes respiram o oxigênio que existe dentro da água

As braquias dos peixes teleósteos, que são a maioria os peixes com exceção dos tubarões, raias, lampreias e peixe-bruxa, se encontram nos dois lados da cabeça. É possível observar a cavidade opercular, que é a parte da "cara do peixe" que se abre para fora e é denominado opérculo. Dentro de cada cavidade opercular, encontram-se as braquias.

As braquias estão estruturalmente suportadas por quatro arcos braquiais. De cada arco braquial, saem dois grupos de filamentos chamados filamentos braquiais que têm forma de "V" em relação ao arco. Cada filamento se sobrepõe com o filamento vizinho, formando um emaranhado. Por sua vez, esses filamentos braquiais têm suas próprias projeções chamadas lamelas secundárias. Aqui se produz um intercambio gasoso, os peixes captam o oxigênio e liberam o dióxido de carbono.

O peixe toma água do mar pela boca e, através de um processo complexo, libera a água através dos opérculos, passando previamente pelas lamelas, onde se capta o oxigênio.

Como os peixes respiram: explicação e exemplos - Como os peixes respiram o oxigênio que existe dentro da água

Sistema respiratório dos peixes

O sistema respiratório dos peixes recebe o nome de bomba buco-opercular. A primeira bomba, a bucal, exerce pressão positiva, enviando água para a cavidade opercular e, por sua vez, essa cavidade mediante pressão negativa, suga a água da cavidade bucal. Em resumo, a cavidade bucal empurra a água para a cavidade opercular e esta a suga.

Durante uma respiração, o peixe abre a boca e, a região onde está a língua abaixa, fazendo com que entre mais água porque a pressão diminui e a água do mar entra na boca a favor do gradiente. Depois, fecha a boca aumentando a pressão e provocando que a água passe pela cavidade opercular, onde a pressão será menor.

Então, a cavidade opercular se contrai, obrigando a água a passar pelas braquias onde se produzirá o intercâmbio gasoso e saindo de forma passiva pelo opérculo. Ao abrir a boca de novo, o peixe produz um certo retorno da água.

Saiba como os peixes se reproduzem nesse artigo do PeritoAnimal.

Como os peixes respiram: explicação e exemplos - Sistema respiratório dos peixes

Como os peixes respiram, eles têm pulmão?

Apesar de parecer contraditório, a evolução provocou o aparecimento de peixes pulmonados. Dentro da filogenia, estão classificados na classe Sarcopterygii, por possuir barbatanas lobadas. Acredita-se que esses peixes pulmonados estão relacionados com aqueles primeiros peixes que deram origem aos animais terrestres. Apenas existem seis espécies conhecidas de peixes com pulmões e, temos apenas conhecimento sobre o estado de conservação de alguns deles. Outros, nem sequer possuem nome comum.

As espécies de peixes com pulmões são:

  • Piramboia (Lepidosiren paradoxa);
  • Peixe pulmonado africano (Protopterus annectens);
  • Protopterus amphibius;
  • Protopterus dolloi;
  • Peixe pulmonado australiano.

Apesar de poder respirar ar, esses peixes estão muito ligados á água, inclusive, quando está escassa por causa das secas, se escondem em baixo do barro protegendo o corpo com uma capa de muco que são capazes de produzir. A pele é muito sensível a desidratação, por isso, sem essa estratégia morreriam.

Conheça os peixes que respiram fora da água nesse artigo do PeritoAnimal.

Peixe dorme: explicação

Outra questão que gera muitas dúvidas entre as pessoas é se os peixes dormem, uma vez que estão sempre com os olhos abertos. Os peixes têm o núcleo neural responsável por permitir que um animal durma, por isso, podemos afirmar que um peixe é capaz de dormir. No entanto, não é fácil identificar quando um peixe está dormindo pois os sinais não são tão claros como por exemplo, em um mamífero. Um dos sinais mais evidentes de que um peixe está dormindo é a inatividade prolongada. Se você quiser saber mais informações sobre como e quando o peixe dorme, confira esse artigo do PeritoAnimal.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como os peixes respiram: explicação e exemplos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Hill, R.W., Wyse, G.A. y Anderson, M. (2004).Fisiología animal. Cap. 21. Editorial Panamericana S.A., Madrid.
  • Moyes, C.D. y Schulte, P.M. (2006).Principios de Fisiología Animal. Cap.10. Addison Wesley-Pearson. San Francisco.

Vídeos de Como os peixes respiram: explicação e exemplos

1 de 3
Vídeos de Como os peixes respiram: explicação e exemplos

Escrever comentário sobre Como os peixes respiram: explicação e exemplos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como os peixes respiram: explicação e exemplos
1 de 3
Como os peixes respiram: explicação e exemplos

Voltar ao topo da página