Partilhar

A chinchila como animal de estimação

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. 20 setembro 2016
A chinchila como animal de estimação

A chinchila como animal de estimação é uma excelente decisão. As chinchilas domésticas pouco têm a ver com as chinchilas selvagens. Há uma variedade extraordinária de híbridos de diversas cores, tamanhos e morfologias. Na natureza apenas há duas espécies: a chinchila de cauda curta e o Chinchilla lanigera ou chinchila de cauda longa. Se está pensando em adotar uma chinchila como animal de estimação, não perca este artigo do PeritoAnimal onde lhe vamos explicar os cuidados básicos.

Também lhe pode interessar: Dicas para escolher seu animal de estimação

Caraterísticas e caráter das chinchilas domésticas

As chinchilas são roedores de tamanho pequeno. As fêmeas, de 800 g, são maiores que os machos, com 600 g, e ambos são de tamanho maior que as chinchilas selvagens. São animais delicados e pouco agressivos.

O seu pelo é muito denso e sedoso, apesar de incomparável ao das espécies selvagens. Precisamente pela particularidade da sua estrutura capilar, não é conveniente que mexa no animal em excesso. Em especial se se tratar de crianças, que naturalmente se emocionam perante animais tão bonitos e desejam acariciá-los.

No geral falamos de pets muito sociáveis que, uma vez que ganham confiança, são realmente doces e carinhosos. Gostam de ser acariciados e premiados com guloseimas.

Também se tratam de animais inteligentes visto que o reconhecem e lhe mostrarão como se sentem: felizes, ativos, tristes ou sonolentos. Comunicam-se através de guinchos ou pequenas mordidas de afeto.

A chinchila como animal de estimação - Caraterísticas e caráter das chinchilas domésticas

Estrutura capilar da chinchila

Ao contrário dos humanos que cada pelo possui o seu folículo piloso, as chinchilas têm 50 pelos ou mais em cada um dos seus folículos. Este é um recurso defensivo das chinchilas selvagens que as domésticas conservam. Obviamente que este pelo é fraco e que o perdem pela fricção se se higienizarem demasiado.

As chinchilas selvagens quando se sentem ameaçadas por um predados - normalmente um lobo-guará - convulsionam o seu corpo do qual liberal muitos pelos. Esses pelos introduzem-se no focinho do animal, obrigando-o a espirrar e, nesse tempo a chinchila consegue-se esconder e ficar a salvo.

Para que o pelo da chinchila brilhe como merece deve colocar na sua gaiola uma bandeja com areia fina, disponível em qualquer loja de animais, para poder dar-se banhos de areia. Além de gostar, isso vai permitir que o seu pelo esteja bonito e brilhante. Mas deve ter cuidado para que os pequenos grãos de areia não fiquem nos seus olhos.

A chinchila como animal de estimação - Estrutura capilar da chinchila

Alimentação das chinchilas domésticas

As chinchilas domésticas são herbívoras. Podem ingerir qualquer tipo de vegetal comestível e algum pequeno inseto excecionalmente. Gostam muito de alfafa e também precisam de água. Não é comum que as chinchilas ingiram os seus excrementos, ao contrário de muitos outros roedores.

Além disso, para evitar falta de vitaminas, recomendamos que lhe ofereça comida para chinchilas, à venda em lojas de animais. É um alimento muito completo com o qual terá a certeza que não tem nenhum déficit alimentar.

Consomem cerca de 25 g de alimento diariamente de qualquer tipo de vegetal ou ração. Amite os vegetais fibrosos de forma excelente, mas os que têm um alto conteúdo em água (como a alface) é melhor serem evitados.

A chinchila como animal de estimação - Alimentação das chinchilas domésticas

Doenças mais comuns das chinchilas domésticas

As doenças mais comuns das chinchilas domésticas são:

  • golpe de calor
  • areia nos olhos
  • problemas estomacais
  • micose na pele e no pelo
  • problemas nos dentes
  • parasitas

No entanto, estes problemas não ocorrem se a dieta for a adequada, a cama de lascas de madeira branca for renovada semanalmente e se lhe for proporcionado carbonato de cálcio, para se lavar a seco com esse pó, o qual deve ser renovar a cada 10 dias. A água deve ser mudada com frequência.

Cuidados especiais das chinchilas domésticas

As chinchilas domésticas são muito sensíveis aos golpes de calor, podendo chegar a morrer como consequência disso. Precisam que as suas gaiolas estejam em lugares frescos e secos. Precisam de ambientes secos protegidos das correntes de ar e da umidade.

Por outro lado, não gostam de ser manipuladas por estranhos. Se isto acontecer tremem para soltar pelo, pois é o seu instinto. Podem inclusive soltar a cauda se sentirem ameaçadas, tal como acontece com as iguanas.

Além disso, deve preparar a sua gaiola de maneira a cobrir todas as suas necessidades. Quando a chinchila é bebê, uma gaiola padrão é suficiente. No entanto, uma vez alcançada a idade adulta, terá que adquirir uma de tamanho maior, com diferentes andares se for possível e grande. Como referimos no ponto anterior, deve colocar uma cama de lascas de madeira branca que deverá mudar todas as semanas. Deverá adquirir um comedouro e bebedouro, assim como um ninho para se refugiar.

Saiba mais sobre os cuidados de uma chinchila neste artigo.

A chinchila como animal de estimação - Cuidados especiais das chinchilas domésticas

Esperança de vida das chinchilas domésticas

As chinchilas domésticas vivem muito mais que as selvagens. A esperança média de vida das chinchilas domésticas é de 10-15 anos, tendo havido casos de esperança de vida próxima dos 25 anos.

As chinchilas são animais que se estressam com facilidade. Se tiverem uma vida serena e calma, a sua vida será muito mais prologada. São animais de hábitos noturnos, pelo que durante a noite é quando a chinchila doméstica registra mais atividade. Para cobrir essa atividade, pode colocar na sua gaiola uma roda de exercício.

Mutações de chinchilas domésticas

Existem mais de 20 espécies híbridas mutantes que provêm das 2 únicas espécies selvagens existentes na natureza. Por sua vez, cada mutação diversifica-se em incontáveis subtipos que não só diferem em cor, como também lhes confere fenótipos diferentes. Existem chinchilas grandes, anãs e de tamanho médio.

Com cores que vão do preto ao branco. Algumas têm olhos pretos, outras vermelhos e um sem limite de possibilidades devido à alteração genética introduzida pelos criadores de chinchilas.

Se decidir ter uma como animal de estimação, saiba que é animal dócil, limpo e calmo e que, estará tomando uma excelente decisão escolhendo uma chinchila doméstica. Mas lembre-se que as lojas de animais são os lugares ideais para o informarem e garantirem a sua qualidade e origem.

Se deseja ler mais artigos parecidos a A chinchila como animal de estimação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Escrever comentário sobre A chinchila como animal de estimação

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Guilherme
Qual o preço de uma chinchila?
Mateus
Depende da sua região e da pelagem, normalmente você vai encontrar com preço de 150 (a standart, essa toda cinza mais comum) até 700-800 em uma com pelagem mais rara como a Velvet Blue ou a Velvet Pink.

A chinchila como animal de estimação
1 de 5
A chinchila como animal de estimação

Voltar ao topo da página