Partilhar

Gato Selvagem

Atualizado: 11 abril 2019
Gato Selvagem

No PeritoAnimal você vai descobrir os detalhes sobre uma raça bastante desconhecida e que se deve tomar certas precauções, caso você pretenda adotar e incluir na sua família um exemplar dessa raça de gato. Apesar de que existem pessoas que os tenha como animal doméstico, esses são gatos selvagens e estão catalogados como espécie selvagem em perigo de extinção. Por isso, você deve ter cuidado com os temas legais, além dos éticos e morais, dos quais mudam em função da região em que se vive. Continue lendo essa ficha de raça e saiba todos os detalhes sobre o gato montês ou gato selvagem, um surpreendente e exótico felino.

Origem
  • África
  • América
  • Ásia
  • Europa
Características físicas
Peso médio
  • 3-5
  • 5-6
  • 6-8
  • 8-10
  • 10-14
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-15
  • 15-18
  • 18-20
Tipo de pelo

Gato Selvagem: origem

O gato Selvagem é predecessor dos gatos domésticos de atualmente. Trata-se de um felino selvagem, um mamífero carnívoro que pode ser encontrado em florestas da África, América, Asia e Europa. Em alguns lugares a destruição dos habitats e outros fatores provocaram que essa espécie fosse ameaça, sendo incluída na lista de espécies em perigo de extinção.

Dentro da categoria de gato selvagem, é possível encontrar várias espécies espalhadas pelo mundo sendo Felis Silvestris ou gato selvagem Europa a denominação para a espécie que se encontra na Eurásia. Esse gato é muito similar a um gato doméstico, mas com tamanho maior e com aspecto lince. A espécie norte-americana denomina Lynx rufus e encontrados em territórios compreendidos desde o sul do Canadá até o sul do México. O parente sul americano é o Leopardus geoffroyi o geoffroy e também na América do Sul se encontra o Leopardus colocolo ou Gato-Palheiro.

A origem do gato Montês pode-se dizer que é de um a ancestral do gato Montês Mastelli (felis lunensis), o qual viveu na Europa durante o Plioceno, expandindo-se primeiro pelo Oriente Médio e posteriormente pela Asia e África, há mais de 10.000 anos.

Gato Selvagem: características físicas

Quando falamos das características do gato Selvagem, vale ressaltar que o aspecto é praticamente igual a de um Lince Ibérico, sendo muito difícil distingui-los, exceto pelo tamanho menor dos gatos. Inclusive foi registrado a existência de felinos híbridos entre essas duas espécies. O gato Selvagem apresenta uma pelagem entre parda e cinza, com padrão malhado ou manchado. O pelo é grosso, denso, mediano e aspecto brilhante. A cauda é alargada com a ponta redonda e as orelhas são grandes e pontiagudas e, habitualmente avermelhada. O corpo dos gatos Selvagens são musculosos, robustos, estilizados e flexíveis. Devido ao tamanho, o gato Selvagem é considerado um gato gigante, pesando até 8 quilos e medindo entre 5 a 120 centímetros de altura. A expectativa de vida costuma ser entre 6 a 12 anos, podendo ser encontrados exemplares que alcançam os 14 anos.

Gato Selvagem: personalidade

Por se tratar de um animal selvagem, é um felino solitário e tranquilo mas que pode ser muito agressivo se sentir que sua vida está ameaçada ou quando está caçando, já que está em um jogo de subsistência. O gato Montês é um animal territorial, que não hesita em defender o habitat, principalmente os machos, que também vão marcar com arranhões e urina o território, e apenas vão compartilhar com as fêmeas e nunca com outros machos.

Exceto na época de inverno, o gato Montês é um animal noturno que caça e se mostra muito ativo durante as horas posteriores do pôr do sol. No entanto, quando a época fria chega, se adapta as horas das atividades das presas, tornando-se por alguns meses animais diurnos. Esse detalhe da personalidade demonstra que é um animal que se adapta facilmente a novos meios e formas de vida, por isso, existem exemplares que se converteram em animais domésticos ao redor do mundo. Vale lembrar que a personalidade do gato Selvagem não é como de um gato doméstico, por isso, tem um temperamento agressivo natural, podendo atacar sempre que se sentir ameaçado.

Gato Selvagem: alimentação

Em estado selvagem esses animais se alimentam de presas que eles mesmos caçam. Habitualmente a alimentação do gato Montês se baseia em coelhos, lebres e outros roedores, as presas são bastante variadas e inclusive os veados podem estar entre elas. Se a comida é escassa, os gatos Selvagens podem se tornar catadores, alimentando-se dos restos de outros animais. Lembre-se de que são animais com grande capacidade de adaptação.

O ciclo reprodutivo do gato Montês apresenta varias fases. O período de cio costuma ser desde fevereiro até março, tendo em conta a gestação que dura entre 60 e 70 dias. Dessa forma, as gatas costumam dar a luz em abril ou maio e, em geral, tem uma ninhada de três filhotes. São as fêmeas que se encarregam se cuidar dos filhotes até mais ou menos os 9 meses de idade.

Por não serem animais domésticos, para ter um gato Selvagem como pet é preciso estar atualizado sobre a legislação vigente na sua região. Ainda assim, nos casos em que se pode ter, você deve ter as licenças e documentação descrita na regra pois, além de serem felinos selvagens, se encontram em perigo de extinção. Como outros grandes felinos, a caça desse animal é proibida e é preciso respeitar o habitat natural deles, evitando acabar com as presas pois são vitais para a sobrevivência dessa espécie. Antigamente os predadores principais eram animais como lobo e puma mas, hoje em dia, o maior perigo para a subsistência do gato Montês são os seres humanos, pois destroem o habitat natural e a caça desses animais fizeram com que a população do mesmo diminuísse drasticamente. Por isso, já que somos nos os culpados, é preciso ter responsabilidade e tomar medidas a respeito.

Gato Selvagem: saúde

Normalmente gatos Selvagens são animais muito resistentes, mas assim como pode acontecer com os felinos domésticos, podem ser afetados por coronavírus felino, parvovirose, leucemia felina, cinomose e doenças causadas por parasitas, que habitualmente são contagiados por roedores dos quais se alimentam, ou pelo meio que vivem. Por se tratar de um animal selvagem, é comum as mortes por causas naturais ou por brigas entre gatos Selvagens, pois podem provocar infecções ou hemorragias graves.

Vale ressaltar a importância de chamar um profissional caso você encontre um gato Montês ferido ou doente. Nesses casos, é recomendável avisar as autoridades competentes e deixar que eles se encarreguem da saúde do animal.

Fotos de Gato Selvagem

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Gato Selvagem

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Gato Selvagem

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Gato Selvagem
Foto postada por MiMININO:Preciso de ajuda remédios estou com sangue nas fezes e cheiro forte e infecção no olho
1 de 7
Gato Selvagem

Voltar ao topo da página