Partilhar

Por onde os gatos suam?

 
Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 8 novembro 2018
Por onde os gatos suam?

Ver fichas de  Gatos

Certamente, uma das coisas que é mais atraente nos gatos, além da sua personalidade independente, é a beleza do pelo e as múltiplas combinações de cores, o que faz com que cada felino seja único graças a cada manchinha ou listra.

Ao vê-los recostados ao sol, ou em épocas muito quentes, é normal que se pergunte de que forma podem suportar as altas temperaturas climatéricas com todo esse pelo, e mais, pode também querer saber por onde suam?

É por isso que desta vez no Perito Animal lhe explicamos como funciona o mecanismo no seu pet, porque sabemos que mais que uma vez, perante as altas temperaturas que fazem sofrer os humanos, você se perguntou, por onde suam os gatos?

Também lhe pode interessar: Onde vivem os coalas

Glândulas sudoríparas felinas

Em primeiro lugar, esclarecer que, efetivamente, os gatos suam, embora o fazem em menor medida que os seres humanos. Talvez lhe estranhe saber isso, uma vez que em nenhum momento viu o seu felino coberto de nada parecido com suor, muito menos tendo em conta que tem uma manta de pelo.

As glândulas sudoríparas do gato são escassas, e concentram-se em apenas uns pontos específicos do seu corpo, ao contrário dos seres humanos, que as têm em toda a superfície da pele. Como se sabe, o corpo gera suor para liberar o calor que sente e ao mesmo tempo para refrescar a pele.

No gato o mecanismo funciona da mesma forma, mas sua apenas através de algumas zonas muito específicas: as almofadas das suas patas, o queixo, o ânus e os lábios. Aqui tem a resposta à questão por onde suam os gatos? Mas continue a ler e impressione-se com o fantástico mecanismo deste animal.

O pelo do felino pode aguentar uma temperatura de até 50 graus centígrados sem sofrer nenhum dano, embora isso não signifique que o animal não sinta calor. Simplesmente, possuem outros mecanismos para aliviar a sensação.

Da mesma forma, é necessário ter presente que o gato não só sua quando as temperaturas aumentam, assim como esta também é a sua maneira de reagir diante de certas situações que lhe produzam estresse, medo e nervosismo. Nestes casos, o gato deixa um rasto se suor proveniente das suas almofadas, o qual emite um odor doce que os humanos são capazes de perceber.

Por onde os gatos suam? - Glândulas sudoríparas felinas

Como se refresca o gato?

Apesar de possuir as glândulas sudoríparas já mencionadas, estas não costuma ser suficientes para refrescar o animal em épocas muito quentes, sobretudo se tivermos em conta que o pelo não contribui muito para o manter fresco.

O gato desenvolveu outros mecanismos para libertar calor e manter uma temperatura estável no verão, por isso é muito comum que em dias excessivamente secos os observe fazendo o seguinte:

Em primeiro lugar, a frequência de higiene aumenta. O gato lambe todo o seu corpo e a saliva que fica no seu pelo evapora, ajudando a que o corpo esfrie.

Além disso, em dias quentes evitará realizar qualquer esforço desnecessário, por isso estará muito mais inativo que em outras épocas, ou seja, é normal encontrá-lo fazendo a sesta com o corpo estirado em algum lugar ventilado e com sombra.

Da mesma forma, beberá mais água e vai querer brincar menos para se manter fresco. Pode juntar um cubo de gelo no seu bebedouro para que a água se mantenha fria durante mais tempo.

Outra forma que utiliza para refrescar o seu corpo é o arquejo, embora deva estar atento visto que este mecanismo é mais usual nos cães, visto que realizam maior atividade física.

Como funciona o arquejo? Quando o gato arqueja, o tórax interior, parte do corpo que se encontra mais quente, expulsa o calor por meio da umidade que se produz nas mucosas da garganta, da língua e da boca. Desse modo, o gato pode exalar este ar que está expulsando do seu corpo e aproveitar o vapor para se refrescar.

No entanto, o método de arquejo não é frequente nos gatos, por isso se o seu o fizer então significa que está sentindo uma quantidade excessiva de calor e deve auxiliá-lo da seguinte forma:

  • Umedeça o seu pelo com água fria, molhando a região das axilas, o lombo e o pescoço.
  • Molhe o seus lábios com água fresca e deixe que beba água por si mesmo se assim o quiser.
  • Leve-o para um local mais ventilado, se for possível colocá-lo perto de um ventilador ou ar condicionado, melhor ainda.
  • Consulte imediatamente o seu veterinário

Porque deve assumir estas medidas? Se depois de seguir os passos acima descritos o seu gato continuar arquejando, deve falar com o seu veterinário, visto que é muito provável que o gato esteja sofrendo um golpe de calor produzido pelas altas temperaturas, condição que poderia matá-lo se não agir rapidamente.

Porque acontece o golpe de calor? Diante das altas temperaturas, o cérebro indica ao corpo do gato que deve libertar calor corporal, por isso inicia-se um processo de sudoração, durante o qual se dilatam os vasos sanguíneos da pele para permitir a expulsão de calor.

No entanto, quando este processo falha, ou se este ou nenhum dos outros mecanismos aos quais o gato recorre forem suficientes, então o corpo aquece demasiado e pode sofrer um golpe de calor, cujas consequências podem ser letais.

Por onde os gatos suam? - Como se refresca o gato?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por onde os gatos suam?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Por onde os gatos suam?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Por onde os gatos suam?
1 de 3
Por onde os gatos suam?

Voltar ao topo da página