Partilhar

O rato twister como animal de estimação

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 17 setembro 2020
O rato twister como animal de estimação

Os roedores são considerados nos dias de hoje como excelentes animais de companhia e cada vez mais, encontramos pessoas que optaram por compartilhar a sua casa com estas simpáticas criaturas, sendo habitual que o hamster, o porquinho da índia, o esquilo, o gerbilo ou o rato sejam adotados como pets.

O que talvez não seja tão habitual é acolher uma ratazana ou rato twister como animal de estimação, pois associamos de forma ERRADA este animal com sujeira e doenças. No entanto, também se pode considerar como um roedor doméstico, uma vez que o rato twister se pode adaptar facilmente à vida em uma casa humana.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos falar sobre a ratazana ou rato twister como animal de estimação, tentando esclarecer todas as dúvidas que possam surgir a respeito.

Também lhe pode interessar: O guaxinim como animal de estimação

Diferença entre rato e ratazana (ou rato twister)

Dentro dos vários roedores domésticos que existem, muitas pessoas confundem ratos e ratos twister, ignorando que os dois não pertencem à mesma espécie. Embora eles compartilhem algumas características, o tamanho en pequenos detalhes como o tamanho das patas e das orelhas evidenciam as diferenças entre os dois. Na imagem seguinte, você pode ver as diferenças entre ratos e ratazanas (ou ratos twister) de forma clara:

O rato twister como animal de estimação - Diferença entre rato e ratazana (ou rato twister)

Os ratos twister no âmbito doméstico

Os ratos twister são acima de tudo animais muito sociáveis, sempre que se mantenham em grupo ou em casal. Isso nos indica que ter apenas um rato twister não é recomendável, pois a solidão pode chegar a causar inclusive um quadro de estresse e depressão neste roedor.

Como animais de companhia, as ratazanas são excepcionais, uma vez que se tratam de roedores muito carinhosos, brincalhões e que, além disso, possuem uma grande inteligência, o que inclusive permite que possam aprender truques simples.

É importante que os ratos twister sejam domesticadas desde filhotes, o que facilitará a sua adaptação ao ambiente doméstico. Uma vez que o rato twister tenha passado o período de adaptação (no qual pode se mostrar um pouco tímida e desconfiada), desenvolverá um grande apego com o seu dono. Na verdade, as ratazanas precisam da presença e do afeto diário do tutor/a para desfrutar de um pleno estado de bem-estar.

Como adotar um rato twister

Apesar de ser um animal que exige poucos cuidados, é importante entender que somos os responsáveis por cobrir todas as necessidades da ratazana para garantir assim um estado de bem-estar físico, psíquico e social. Por isso, como tutores devemos entender que não podemos adotar apenas um rato twister e que, no mínimo, devem ser duas.

O mais recomendável é ter dois ratos twister do mesmo sexo, que sejam de preferência fêmeas, pois os machos podem se mostrar mais agressivos entre eles (não se estiverem esterilizados).

Também é possível acolher uma ratazana fêmea e outra macho, no entanto, deverão separar-se às 6 ou 8 semanas de vida, momento em que alcançam a puberdade (e por isso já podem se reproduzir).

A origem do seu rato twister também é importante e, para isso é preferível contatar um dos vários refúgios que albergam roedores como o Resgattaria. Recomendamos que você opte por um dos indivíduos com maior tamanho, uma vez que são os que são os que têm menos chances de serem adotados.

Como fazer uma gaiola para rato twister

Se você quer adotar um rato twister, é imprescindível contar com as seguintes ferramentas para lhe proporcionar um ambiente apropriado:

  • A gaiola deve ser grande, cada indivíduo deve contar com um espaço de 0,23 metros quadrados, como mínimo.
  • A gaiola deve contar com um recipiente para a comida, bebedouro e uma casinha ou ninho que a ratazana possa utilizar como esconderijo.
  • O solo da gaiola deve ser revestido de aparas de madeira, devendo evitar as aparas de pinho, cedro ou choupo, uma vez que em contato com a urina do rato twister pode causar irritação das vias respiratórias.
  • Ofereça 12 mililitros diários de alimento composto para roedores e complementar a sua dieta com frutas e vegetais frescos. Consulte o seu veterinário local para se informar sobre ração para rato twister.
  • Os ratos twister gostam de queijo, no entanto, não é recomendável pois pode chegar provocar obesidade.
  • As ratazanas necessitam se entreter para canalizarem assim a sua grande curiosidade. Por isso, coloque diferentes brinquedos para rato twister na gaiola.

No vídeo seguinte do canal Pop Creature, você pode conferir mais informações sobre os cuidados com rato twister e preparação da gaiola:

A socialização entre o rato twister e o/a tutor/a

A ratazana precisa da sua presença e interação de forma cotidiana, lembre-se que é um animal capaz de desenvolver um grande apego com o seu dono.

Você deve cuidar todos os dias dos seus ratos twister e oferecer atenção para elas, aproximadamente durante 10 minutos e várias vezes ao dia. Se não for possível dedicar este tempo aos roedores, talvez não seja uma boa ideia acolher este tipo de roedores na sua casa.

Também é importante que os ratos twister possam realizar exercício diário fora da gaiola, pelo que o tutor deve estar disposto a oferecer um espaço maior na sua casa, não apenas dentro da sua gaiola.

O rato twister como animal de estimação - A socialização entre o rato twister e o/a tutor/a

Como cuidar de um rato twister

Para manter seu pet em ótimo estado de saúde, além de ter em conta toda a informação exposta anteriormente, o tutor deverá limpá-la no mínimo a cada 3 dias, além de realizar uma desinfeção e limpeza exaustiva da gaiola aproximadamente 1 vez por semana.

Para desinfetar a gaiola de um rato twister, você não pode utilizar água sanitária, uma vez que pode ser altamente irritante, pelo que lhe recomendamos que consulte no seu centro veterinário local que desinfetante pode utilizar para este pet.

Quanto tempo vive um rato twister?

Uma ratazana ou rato twister pode chegar a viver até 3 anos, uma vez que se trata de um animal resistente, embora tenha um risco alto de desenvolver câncer.

É importante reconhecer quais são os sinais que nos indicam que algo não está bem com uma rato twister:

  • Altos ou protuberâncias na pele
  • Pele avermelhada, irritada e inflamada
  • Desejo contínuo de se coçar

Perante a presença de um ou mais destes sinais, é importante que o tutor ou tutora consulte o veterinário o mais rápido possível.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O rato twister como animal de estimação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Aline
Me senti na obrigação de escrever um comentário, já que algumas informações neste artigo estão BEM equivocadas.
Primeiro que a adaptação se dá igualmente entre fêmeas e machos. Não há muita diferença entre eles. Eu possuo uma colônia de machos e nunca precisei de período de adaptação. Assim como tenho uma amiga que tem uma colônia de fêmeas e a adaptação é rápida.
Segundo que os ratos vivem, no máximo, 3 anos. E não 5.

Terceiro: se a pessoa quer resgatar um bichinho de maus tratos e que está doente, recuperá-lo, eu acho de extremo mau gosto colocar "como escolher o bichinho". Eles não são frutas na feira que a gente escolhe. Em lugar disso, colocaria em adotar os ratos maiores, que têm menos chances de serem levados.
Administrador PeritoAnimal
Oi, Aline. O artigo foi editado e as informações que você indicou foram corrigidas. Agradecemos o seu comentário, muito pertinente e necessário.
A sua avaliação:
Isa S
Boa tarde! Gostaria de saber se é muito ruim ter apenas um porque pra mim é mais complicado ter dois... Só um fica muito triste? Eu poderia ficar com ele quase o dia todo...
Luísa Savala
Oi Isa! Tal como referido no artigo, ter uma única ratazana como animal de estimação não é recomendável, pois a solidão pode chegar a causar inclusive um quadro de estresse e depressão no roedor.
Ana
Tem que ter duas, pelo menos! Não vai dar muito mais trabalho, se tiver só uma ela fica doente de solidão e morre.
Aline
Não tem muita diferença ter 1 ou 2. Um faz companhia pro outro. É até melhor. A quantidade de comida é a mesma, o espaço ocupado é o mesmo. E a companhia de um ser humano não supre a companhia de outro da mesma espécie. Isso é qualidade de vida pra eles.
ISABELA SANTANA SOFAL
Ok obrigada acabou que tenho dois ratos machos há seis meses já e realmente são uma ótima companhia um pro outro! :)

O rato twister como animal de estimação
1 de 3
O rato twister como animal de estimação

Voltar ao topo da página