Partilhar

O ouriço como animal de estimação

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 18 junho 2019
O ouriço como animal de estimação

O ouriço é um pequeno mamífero coberto de espinhos que pertence a família Erinaceinae. Atualmente existem 16 espécies divididas em cinco gêneros, que se distribuem por Europa, Asia e África. Esses animais se tornaram populares nos últimos anos como animais domésticos, no entanto, você deve saber que se trata de um animal com hábitos noturnos e que se alimenta, principalmente, de insetos.

É possível que você se pergunte, "é correto ter um ouriço como animal doméstico?", nesse artigo do PeritoAnimal vamos explicar sobre o comportamento desses animais e outros aspectos fundamentais antes de adotar ou não um ouriço.

Também lhe pode interessar: Dicas para escolher seu animal de estimação

O ouriço na liberdade

Os ouriços destacam-se pelos seus espinhos e pelos buracos cheios de queratina. Estes não são venenosos nem estão afiados (ainda assim causam dor) e podem sair na juventude ou em momentos de estresse. Se se sentirem ameaçados, são capazes de se enrolar sobre si mesmos formando uma bola de espinhos, disso dependerá a sua sobrevivência.

Medem entre 10 e 15 cm e podem pesar 400 gramas. A maior parte do dia dormem entre a erva ou na sua toca, onde estão protegidos. Durante determinadas épocas sofrem de letargia, dependendo do clima e dos recursos disponíveis na sua zona: hibernam ou estivam. Têm cinco dedos com unhas afiadas que lhes permitem escavar para conseguir o alimento na terra, comem principalmente insetos. Cheiram sem parar.

Comunicam com uma grande variedade de sons: desde grunhidos a gritinhos. São sensíveis a movimentos e sons bruscos, isso deixa-os destabilizados e recorrem aos seus espinhos para se protegerem fazendo uma respiração acelerada até sentirem que o perigoso desapareceu.

Fazem um ritual ou costume conhecido como ungido. Quando eles percebem um novo cheiro, dirigem-se até lá para morder e cheirar, deixam o objeto coberto de saliva com a língua, desconhece-se o porquê deste comportamento.

O ouriço como animal de estimação - O ouriço na liberdade

Cuidados básicos do ouriço

Para conhecer o sexo do ouriço podemos observar o baixo ventre, ali encontrará dois pequenos testículos se se tratar de um macho ou nada, se se tratar de uma fêmea. Não é aconselhável para a sua saúde que crescer em uma casa.

O ouriço pode conviver corretamente com outros animais de estimação como é o caso de cachorros e gatos, embora se trate de um animal solitário. Ele precisará de espaço para se movimentar uma vez que lhe custa a adaptar-se a locais fechados. Para isso, é importante que socialize o seu animal de estimação desde que é uma cria. Apesar de ser um animal tímido tem um caráter bom.

Precisam de uma temperatura de entre 25ºC e 27ºC pelo que no inverno é imprescindível contar com um aquecimento individual para ele, caso contrário poderão invernar, algo totalmente desaconselhável. Preferem ambientes pouco luminosos.

O seu ouriço vai precisar de uma gaiola onde se possa esconder, de pelo menos 1,5 metros, que conte com algum material que absorva os seus dejetos (para uma maior higiene). Deve proporcionar-lhe um refúgio de, no mínimo, 14 x 26 cm. Não é aconselhável que tenha nenhum tipo de tecido uma vez que seria muito fácil se enrolar com os fios. Ao invés disso pode colocar papel de cozinha que rasgará e utilizará corretamente. Também é bom que lhe proporcione um pouco de terra para que possa escavar como na natureza.

Durante a noite deve deixá-lo dentro de casa ou em algum cômodo de forma supervisionada e, além disso deve certificar-se que ele conta com uma roda grande (de pelo menos 30 cm de diâmetro) como a dos hamsters, para se exercitar como precisa.

Não precisa de lhe dar banho mas é importante desinfetar o seu meio ambiente para evitar doenças.

Outro dos cuidados básicos de um ouriço é alimentação. É preferível dar-lha comida à tarde. Pode dar-lhe comida para mamíferos insectívoros (baixa em gordura) ou específica para ouriços (já pode encontrá-la em algumas lojas de animais de estimação). Deve controlar bem a dose uma vez que têm a tendência para engordar. É muito importante que lhe ofereça insetos, frutas e verduras.

Para o pegar, deve utilizar uma luva de cozinha e deixar que o cheiro primeiro para que o possa reconhecer pouco a pouco. Podem chegar a viver até aos 8 anos.

O ouriço como animal de estimação - Cuidados básicos do ouriço

Doenças mais comuns dos ouriços

Entre as doenças mais comuns que afetam os ouriços podemos encontrar as seguintes:

  • Pele seca: Podem até perder os espinhos e, neste caso deverá hidratá-la com vaselina líquida.
  • Ácaros, carrapatos e pulgas: Deverá passar um inseticida no lombo, onde não se consiga lamber. Além disso, deverá higienizar toda a zona do ouriço.
  • Fungos: O veterinário irá fazer-lhe uma raspagem e irá aconselhá-lo do tratamento adequado a seguir.
  • Orelhas rachadas: Isto pode ocorrer devido a um problema de ácaros ou fungos, uma vez resolvido o problema principal, pode hidratar as orelhas com manteiga de cacau.
  • Diarreia: Normalmente de cor esverdeado. Pode ser consequência de uma alimentação. Deve dar-lhe água para evitar a desidratação. Se o problema continuar deverá ir ao veterinário.
  • Vômitos: Não é comum, pode acontecer devido a alguma deslocação no carro. Deve dar-lhe água para evitar a a desidratação. Se o problema continuar deverá ir ao veterinário pois pode se tratar de um problema gastrointestinal.
  • Obesidade: É um problema sério, precisa de uma boa prevenção com uma dieta equilibrada e adequada. Deve consultar sempre o veterinário.
  • Resfriado: É um problema comum, deve subir a temperatura do seu aquecimento cerca de dois graus e, em casos extremos ir com ele ao veterinário.

Todos estes problemas deverão ser resolvidos em um veterinário uma vez que se trata de um animal exótico e muito sensível. Além destas doenças que acabamos de referir, o ouriço pode sofrer de outras, falamos no geral de problemas pouco comuns ou muito raros como a conjuntivite em ouriço e inclusive o câncer.

O ouriço como animal de estimação - Doenças mais comuns dos ouriços

Onde posso adotar um ouriço

  • Particulares: Não lhe recomendamos que adquira um ouriço através de um particular. Neste caso desconhece o tratamento que o animal recebeu com o seu dono anterior, se este o tiver tratado inadequadamente pode encontrar um ouriço assustadiço e inclusive agressivo. Não terá garantias sanitárias que o certifiquem que o animal está saudável e em suas perfeitas condições e, além disso pode sofrer muito estresse se se tratar de um adulto. Isso pode derivar nas doenças mais comuns.
  • Lojas para animais de estimação: A grande maioria das lojas para animais não estão habituadas e nem sempre têm os conhecimentos mais adequados para lhe oferecer. Por esse motivo, nem sempre pode se certificar de adotar um exemplar saudável e bem cuidado. Além disso, pode estar fomentando o tráfico de animais.
  • Criadores profissionais de ouriços: São os especialistas e, neste tipo de sítios, regra geral, conhecem na perfeição o animal uma vez que estão especializados na sua criação e cuidado. É o melhor local para receber conselhos sobre os seus cuidados e além disso tem a vantagem de que poderá escolher aquele que mais gostar em função das suas cores, idade ou inclusive comportamento. Não obstante, estará fomentando a criação de animais que muitas vezes tem um resultado triste.
  • Centros de acolhimento de animais: É a melhor opção de todas. Muitas pessoas adotam ouriços sem saber como é o seu comportamento e abandonam-nos logo. Os refúgios e os centros de acolhimento de animais exóticos são, sem dúvida, o melhor local para adotar um ouriço e cuidar dele como ninguém o fez antes.

Comportamento do ouriço

Como explicamos antes, o ouriço é um animal solitário e crepuscular. Não deve esperar que o siga por toda a casa como um cachorro ou que procure afeto de forma constante como poderia fazer um roedor, lembre-se que é um ouriço.

Deverá brincar e se relacionar com ele ao final da tarde e na primeira hora da manhã, que é quando é mais ativo. Pode tentar ganhar a sua confiança oferecendo-lhe pequenos vermes ou pequenas porções de fruta, isso é algo que gostam bastante. As primeiras semanas, inclusive meses, deverá mexer no seu ouriço com luvas uma vez que os seus espinhos são bastante dolorosas e costumam fazer-se bola perante a desconfiança.

É normal que se mexa de forma agitada, que dê pequenos espirros e que mexa o nariz sem parar, no entanto, deve certificar-se que se encontra sempre em uma temperatura adequada.

Nem todos os ouriços vão ser animais de estimação sociáveis, alguns que vão ter sempre medo dos humanos com quem convivem. Deve ter este ponto muito claro antes de adotar um. O abandono de animais costuma acontecer pelo fato das pessoas não ter este ponto claro.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O ouriço como animal de estimação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Escrever comentário sobre O ouriço como animal de estimação

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
José Carlos
Boa tarde! Posso ter um ouriço pgmeu africaso ou ouriço orelhudosem autorização do IBAMA? Obrigado! Parabéns pelo site, ajuda muito a quem quer um animal de estimação e não tem um conhecimento no áspecto geral do animal!
A sua avaliação:
Lucas Alfaro
Por favor se puder recomende algum centro de adoção confiável.
Giovana
É preciso adquirir alguma licensa para ter um ouriço de estimação?
Bete
Aqui no Japão não , eu tenho dois o primeiro morreu de câncer todos os três adotados.
Lucas Alfaro
La em Canadá não mas no Brazil e Estados Unidos sim
Kayo Eduardo
A loja que vocês estão mostrando eles vendem o ouriço

O ouriço como animal de estimação
1 de 4
O ouriço como animal de estimação

Voltar ao topo da página