Partilhar

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

Tilikum foi o maior mamífero marinho a viver em cativeiro. Ele era uma das estrelas do show do parque SeaWorld em Orlando, nos Estados Unidos. Com certeza você já ouviu falar dessa orca, pois ela foi a grande protagonista do documentário Blackfish, produzido pela CNN Films, com direção de Gabriela Cowperthwaite.

Existiram vários acidentes ao longo dos anos que envolveram Tilikum, porém um deles foi tão grave que Tilikum acabou matando sua treinadora.

Entretanto, a vida de Tilikum não se resume apenas aos momentos de fama, os shows que fizeram dele uma celebridade, nem ao trágico acidente que ele protagonizou. Se você gostaria de saber mais sobre a vida de Tilikum e entender porque a orca matou a treinadora, leia este artigo que o PeritoAnimal escreveu especialmente para você.

Orca - Habitat

Antes de lhe contarmos toda a história de Tilikum é importante falar um pouco destes animais, como eles são, como se comportam, do que se alimentam, etc. As orcas, também conhecidas como baleias assassinas, são consideradas um dos maiores predadores de todo o oceano. Na verdade, a orca não é da família das baleias, e sim dos golfinhos!

A orca não tem nenhum predador natural, com exceção do ser humano. Elas são do grupo de cetáceos (mamíferos aquáticos) mais fáceis de identificar: são enormes (fêmeas atingem 8,5 metros e machos 9,8 metros), apresentam típica coloração negra e branca, têm uma cabeça com formato de cone, grandes nadadeiras peitorais e uma nadadeira dorsal muito larga e alta.

O que a orca come?

A alimentação da orca é muito diversificada. O seu grande tamanho faz com que possam chegar a pesar 9 toneladas, requerendo a ingestão de uma grande quantidade de alimento. Estes são alguns dos animais que a orca mais gosta de comer:

  • Moluscos
  • Tubarões
  • Focas
  • Tartarugas
  • Baleias

Sim, você leu bem, elas podem comer até baleia. Aliás, o seu nome de baleia assassina (killer whale em inglês) começou por ser whale killer (matadora de baleias). As orcas não costumam incluir na sua dieta os golfinhos, os peixes-boi nem humanos (até à presente data não há registros de ataques de orcas a humanos, a não ser em cativeiro).

Onde vive a orca?

As orcas vivem em águas muito geladas, como no Alasca, Canadá, Antártida, etc. Elas costumam fazer longas viagens, percorrem mais de 2 mil quilômetros e vivem em grupos com uma grande quantidade de membros. É normal existirem 40 animais da mesma espécie num só grupo.

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora - Orca - Habitat

Tilikum - a verdadeira história

Tilikum, que significa "amigo", foi capturado em 1983 na costa islandesa, quando tinha por volta de 2 anos de idade. Esta orca, juntamente com outras duas orcas, foi enviada de imediato para um parque aquático no Canadá, o Sealand of the Pacific. Ele se tornou a estrela principal do parque e partilhava o tanque com duas fêmeas, Nootka IV e Haida II.

Apesar de serem animais muito sociáveis, nem sempre a vida destes animais foi repleta de harmonia. Tilikum era agredido frequentemente pelas suas companheiras e acabou sendo transferido para um tanque ainda menor para estar separado das fêmeas. Apesar disso, em 1991 ele teve o seu primeiro filhote com a Haida II.

Em 1999, a orca Tilikum começou a ser treinada para a inseminação artificial e ao longo de toda a sua vida, Tilikum foi pai de 21 filhotes.

Tilikum mata treinadora Keltie Byrne

O primeiro acidente com Tilikum ocorreu em 1991. Keltie Byrne era uma treinadora de 20 anos que escorregou e caiu no tanque onde estava Tilikum e as outras duas orcas. Tilikum agarrou a treinadora que submergiu várias vezes, o que acabou provocando a morte da treinadora.

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora - Tilikum mata treinadora Keltie Byrne

Tilikum é transferido para o SeaWorld

Depois deste acidente, em 1992, as orcas foram transferidas para o SeaWorld em Orlando e o Sealand of the Pacific fechou as suas portas para sempre. Apesar deste comportamento agressivo, Tilikum continuou a ser adestrado e a ser a estrela do show.

Foi já no SeaWorld que um outro acidente aconteceu, que até hoje permanece sem explicação. Um homem de 27 anos, Daniel Dukes, foi encontrado morto no tanque de Tilikum. Pelo que se sabe, Daniel teria entrado no SeaWorld, depois da hora de fechamento do parque, mas ninguém sabe como ele chegou até ao tanque. Acabou morrendo afogado. Ele tinha marcas de mordidas no corpo, que ainda hoje não se sabe se foram realizadas antes ou depois do sucedido.

Mesmo depois deste ataque, Tilikum continuou a ser uma das principais estrelas do parque.

Dawn Brancheau

Foi em Fevereiro de 2010 que Tilikum fez a sua terceira e última vítima mortal, Dawn Brancheau. Conhecida como uma das melhores treinadoras de orcas do SeaWorld, tinha quase 20 anos de experiência. Segundo as testemunhas, Tilikum puxou a treinadora até ao fundo do tanque. A treinadora foi encontrada morta com múltiplos cortes, fraturas e sem um braço, que foi engolido pela orca.

Esta notícia causou muita polêmica. Milhões de pessoas defendiam a orca Tilikum por ser uma vítima das consequência do cativeiro e viver em condições inapropriadas, pouco estimulantes para a sua espécie, exigindo a libertação desta pobre orca. Por outro lado, outros discutiam o seu sacrifício. Apesar de toda esta polêmica, Tilikum continuou participando em diversos shows (com medidas de segurança reforçadas).

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora - Dawn Brancheau

Denúncias contra o SeaWorld

Em 2013, foi lançado um documentário da CNN, cuja personagem principal era Tilikum. Neste documentário, BlackFish, várias pessoas incluindo antigos treinadores, denunciaram os maus tratos sofridos pelas orcas e especularam que as infelizes mortes foram consequência disso.

A forma como as orcas foram capturadas também foi bastante criticada no documentário. Elas foram retiradas, ainda filhotes, das suas famílias por marinheiros que assustaram e encurralaram os animais. As mamães orca ficaram gritando de desespero para que devolvessem os seus pequeninos.

No ano de 2017, o SeaWorld anunciou o fim dos shows com orcas no formato atual, ou seja, com acrobacias. No lugar disso, fariam shows baseados no comportamento das próprias orcas e focados na conservação da espécie. Porém, os ativistas em favor dos direitos dos animais não se conformam e continuam realizando inúmeros protestos, com a finalidade de acabar para sempre com os shows que envolvam orcas.

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora - Denúncias contra o SeaWorld

Tilikum morreu

Foi em 6 de Janeiro de 2017 que tivemos a triste notícia de que Tilikum morreu. A maior orca que já existiu morreu com 36 anos,tempo que está dentro da média de esperança de vida destes animais em cativeiro. Em ambiente natural, estes animais podem vivem cerca de 60 anos, podendo até chegar aos 90 anos.

Foi também no ano de 2017 que o SeaWorld anunciou que não vai procriar mais orcas no seu parque. A geração de orcas poderá ser provavelmente a última do parque e continuará realizando shows.

Esta foi a história de Tilikum que, apesar de polêmica, não é menos triste do que a de tantas outras orcas que vivem em cativeiro. Apesar de ser uma das orcas mais conhecidas, não foi a única envolvida em acidentes do gênero. Há registos de cerca de 70 incidentes com estes animais em cativeiro, sendo que alguns deles, infelizmente, resultaram em mortes.

Se você gostou desta história e gostaria de outras protagonizadas por animais, leia a história de Laika - o primeiro ser vivo a ser lançado no espaço, a história de Hachiko, o cachorro fiel e o super-gato que salvou um recém-nascido na Rússia.

Se deseja ler mais artigos parecidos a História de Tilikum - a orca que matou a treinadora, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • CNN News. “Sea World Orca Tilikum Dies”. 2017. Acessado em 18 de dezembro de 2019. Disponível em: https://edition.cnn.com/2017/01/06/us/sea-world-orca-tilikum-dies/index.html

Vídeos relacionados com História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

1 de 3
Vídeos relacionados com História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

Escrever comentário sobre História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
A sua avaliação:
glória costa sielski
Oi,meu nome é Glória e eu tenho 7 anos e acho que devemos dar voto na justiça aos animais minha gente.Os animais sofrem com isso.Vamos ajudar eles.É isso aí!Justiça e amor aos animais
A sua avaliação:
SOPHI
OLHA PRIMEIRO SE CUIDEM SEGUNDO PARA SA PESSOAS QUE ACHAM QUE A TILI PRECISAVA MORRER SACRIFICADA EU ACHO QUE SAO GRANDES IDIOTAS E QUERO SER BIOLOGA QUANDO CRESER ESTES CASOS SO ACONTECEM QUANDO ELAS ESTAO EM CATIVEIRO MAS NO MAR NAO ACONTECE NADA DISSO E AMO OS ANIMAIS E ESTUDAR ELES BOM SEAWORLD TENQUE FECHAR PARA SEMPRE DESCANSE EM PAZ AMIGUINHI OU AMIGÃO TILIKUM ESTARA SEMPRE NOS NOSSOS CORAÇOES VC TILI E UM BOM GOLFINHO SO QUERIA SE PROTEGER DO QUE ELES FAZIAM COM VC E SEUS AMIGOS DENTRO DAQUELE LUGAR PAVOROSO VC PODERIA VIVER MAIS MAS FOI OS HUMANOS QUE NAO O DEIXARAM AMIGAO DESCANSA EM PAZ
A sua avaliação:
Fernanda
Está livre agora!
Passou 35 anos de sua vida, sofrendo em um cativeiro.

Está livre peixinho!
💜
Gordox Tilikum
vim pelo Gordox kkkkkkk
WILLIAN RAMOS
Tilikum esta livre no mar outra vez , descanse em paz grandalhão sempre foi e sera a melhor orca que já existiu :)

História de Tilikum - a orca que matou a treinadora
1 de 5
História de Tilikum - a orca que matou a treinadora

Voltar ao topo da página