menu
Partilhar

Existem águas-vivas que não queimam?

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 31 outubro 2022
Existem águas-vivas que não queimam?

Existem águas-vivas que não queimam? Bem, o fato é que afirmar que existem águas-vivas que não queimam não seria correto, pois todas queimam e produzem uma substância tóxica, no entanto, nem todas possuem o mesmo grau de toxicidade. Os cnidários são um grupo diversificado de animais exclusivamente aquáticos em que a maioria estão presentes no mar, embora existam algumas espécies que vivem em locais de água doce. O nome do filo é proveniente de células chamadas "cnidócitos", dotadas de uma organela secretora conhecido como "nematocisto", na qual produz uma substância urticante, e muito prejudicial em alguns casos, que varia em sua toxicidade segundo a espécie. Neste sentido, todos os cnidários produzem estas substâncias de defesa e são especialmente utilizadas para a caça.

Dentro do grupo encontramos as águas-vivas, que se classificam em diferentes classes e podem ser muito temidas devido às suas queimaduras porque existem espécies letais para o ser humano. No entanto, também existem espécies que o nível de toxicidade é muito baixo ou inclusive imperceptível para as pessoas, por isso neste artigo do PeritoAnimal te fornecemos informações sobre as águas-vivas que não queimam, ou melhor, que realmente são inofensivas para o ser humano, pois todas as espécies queimam.

Também lhe pode interessar: Existem animais que não sentem dor?

Água-viva ovo frito (Cotylorhiza tuberculata)

Também é conhecida como água-viva do Mediterrâneo, pertence ao grupo dos cifozoários e está distribuída por diversos espaços marítimos de países como a Espanha, Itália, França, Grécia e Croácia, entre outros. Em relação à demais espécies de águas-vivas, tem um tamanho médio que oscila entre 20 e 40 cm de comprimento, enquanto que o guarda-chuva possui um diâmetro de 25 cm. Seu nome popular é atribuído à semelhança que possui com um ovo frito quando é observada de cima.

É de uma coloração chamativa, variando entre tons violeta, branco, azul, pardo ou laranja segundo a região do corpo. A toxicidade desta espécie de água-viva é muito leve, inclusive pode ser imperceptível se alguma pessoa tem contato com ela, pois não é perigosa.

Existem águas-vivas que não queimam? - Água-viva ovo frito (Cotylorhiza tuberculata)

Água-viva de muitas nervuras (Aequorea forskalea)

Esta espécie de água-viva pertence a classe dos hidrozoários e, embora inicialmente foi identificada no Mediterrâneo, agora se sabe que tem uma maior distribuição, na qual inclui o sul da África, o Mar do Norte e inclusive a Patagônia.

É uma água-viva com um guarda-chuva grande e transparente, no entanto, tem um traço peculiar e é sua capacidade luminosa devido a preseça de uma proteína que permite esta reação. A água-viva de muitas nervuras é outro tipo de cnidário que foi reportado como inofensivo para os seres humanos.

Neste outro artigo falamos sobre curiosidades das águas-vivas.

Existem águas-vivas que não queimam? - Água-viva de muitas nervuras (Aequorea forskalea)

Medusa-da-lua (Aurelia aurita)

Dentro do gênero Aurelia se encontram várias espécies conhecidas como medusa-da-lua, sendo A. aurita uma das mais comuns. Esta espécie faz parte da classe Scyphozoa e está presente em muitos mares e oceanos, que incluem locais marítimos da América, Ásia, Europa, Austrália e inclusive algumas áreas da África, o que indica seu amplo campo de distribuição em diversas condições térmicas.

A espécie tem um diâmetro de 20-40 cm e é considerada como uma das águas-vivas mais bonitas. É praticamente transparente, o que permite diferenciá-la de outras espécies a partir dos seus órgãos sexuais que possuem forma de ferradura. A medusa-da-lua pode ser considerada um tipo de medusa inofensiva para os seres humanos, no entanto, temos que ter cuidado pois pode ser confundida com outras espécies que são tóxicas para as pessoas. Por isso, é considerada como outra das águas-vivas que não queimam ou, melhor, que não produzem dano em caso de queimaduras.

Existem águas-vivas que não queimam? - Medusa-da-lua (Aurelia aurita)

Água-viva-juba-de-leão (Cyanea capillata)

A água-viva-juba-de-leão se encontra também na classe dos Scyphozoa e é uma água-viva peculiar pelo seu tamanho, já que pode chegar a ser gigante posto que alguns indivíduos chegam a medir aproximadamente 1,8 metros de comprimento, com um guarda-chuva com diâmetro de 30 a 80 cm. É um lindo cnidário, que combina cores como púrpura, vermelho, amarelo, rosa e dourado, traço que lhe atribui o nome popular.

Sua distribuição mais comum é na costa da Grã-Bretanha, mas se estende até as águas frias do Atlântico, Pacífico e os Mares do Norte e Báltico. A água-viva-juba-de-leão, apesar do tamanho importante que pode alcançar, não é perigosa para uma pessoa saudável, já que seu contato não causa mais que uma irritação. No entanto, devido a formar agrupações numerosas em alguns locais, é importante ter cuidado.

Existem águas-vivas que não queimam? - Água-viva-juba-de-leão (Cyanea capillata)

Água-viva de água doce (Craspedacusta sowerbyi)

Também é conhecida como água-viva flor de pêssego e, diferente de todas as espécies mencionadas anteriormente, esta vive em locais de água doce. Faz parte da classe Hydrozoa e atualmente se encontra distribuída em todos os continentes, exceto na Antártida, pois é uma espécie cosmopolita. Habita desde locais aquáticos naturais, como lagos, rios ou reservatórios, até espaços artificiais como pedreiras com água ou tanques.

É um animal pequeno, com um diâmetro de 5 a 22 mm. É uma água-viva transparente, com um tom esbranquiçado a verde em certos casos. Outra particularidade da água-viva de água doce é que, mesmo que suas células urticantes tem efeito sob suas presas, nos seres humanos não causam problema algum, por isso poderíamos dizer que esta é a espécie de água-viva mais inofensiva para os seres humanos.

As águas-vivas são um grupo de animais fascinantes, com umas peculiaridades que as distinguem de outros grupos aquáticos de forma notável. No entanto, temos que saber dosar a curiosidade que pode nos ser despertada quando as vemos na água ou na areia de praia onde algumas ficam presas, pois somente uma pessoa especializada pode identificar uma espécie de água-viva e saber se é ou não perigosa para o ser humano. As substâncias tóxicas que esses cnidários possuem chegam a ser tão potentes que inclusive um indivíduo morto fora da água é capaz de manter ativas as substâncias químicas que produzem e causar dano. Neste sentido, é vital seguir as recomendações de não tomar banho em águas onde há indicação da presença de águas-vivas e, em caso de algum encontro involuntário que ocorra contato físico, sair prontamente da água e pedir ajuda médica.

Agora que você conhece as águas-vivas que não queimam, ou melhor as águas-vivas inofensivas para os humanos, te encorajamos a seguir aprendendo sobre esses fascinantes animais neste outro artigo em que falamos sobre a maior água-viva do mundo.

Existem águas-vivas que não queimam? - Água-viva de água doce (Craspedacusta sowerbyi)

Se deseja ler mais artigos parecidos a Existem águas-vivas que não queimam?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Animal Diversity Web (2020). Disponível em: <https://animaldiversity.org/>. Acesso em 24 de outubro de 2022.
  • Hickman, C.; Roberts, L.; Parson A. (2000). Principios integrales de zoología. McGraw Hill Interamericana: España.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Existem águas-vivas que não queimam?
1 de 6
Existem águas-vivas que não queimam?

Voltar ao topo da página