Partilhar

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados

 
Por Giselly Lillmans. 18 março 2019
Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados

Ver fichas de  Cachorros

Você já ouviu falar alguma vez de raças braquicefálicas? Ou da síndrome do cachorro braquicefálico? Atualmente, são muitos os cachorros que sofrem com diversos problemas de saúde precisamente por essa condição, que também gera certas consequências em seu dia a dia, como não poder voar em aviões devido ao alto risco que isso acarreta. Você quer saber quais são as raças braquicefálicas?

Neste artigo do PeritoAnimal você vai saber mais sobre os cães braquicefálicos: raças, características e cuidados, te apresentaremos uma lista completa com as 11 raças de cachorro e explicaremos também os cuidados que elas exigem. Tome notas e descubra neste artigo se seu cachorro também faz parte da lista de cães braquicefálicos e o que você deve considerar no dia a dia.

Também lhe pode interessar: 10 raças de cães ingleses

Cães braquicefálicos: o que provoca essa característica?

A palavra braquicefálico vem do grego e se divide em dois termos: "braqui" (brakhys) que significa "curto" e "céfalo" (képhalos) que significa "cabeça". De acordo com a RAE [1](Real Academia Espanhola), este adjetivo se refere às pessoas que possuem um crânio quase redondo, a mesma característica que é utilizada para definir certas raças caninas.

Esses cachorros, devido à anatomia, são suscetíveis a sofrer com a síndrome do cachorro braquicefálico, que leva a problemas respiratórios e até obstruções das vias respiratórias, causando respiração ruidosa e podendo até gerar um colapso. Outras características das raças de cães braquicefálicos são o palato macio alongado e carnoso, assim como fossas nasais mais estreitas, alterações na laringe e uma traqueia pequena

Síndrome do cachorro braquicefálico

Atualmente, podemos encontrar mais de 300 raças de cachorros em todo o mundo, a maioria delas cumprindo um estrito padrão morfológico que indica como deve ser a anatomia. A origem disso tudo é a eugenia, o estudo e aplicação das leis biológicas para o cruzamento, a fim de criar raças "perfeitas" ou padronizadas. Isso provocou uma exageração cada vez maior dos atributos de algumas raças, o que acabou provocando problemas de saúde muito graves.

A seguir, te mostraremos uma lista de cães braquicefálicos com 11 raças mais populares e terminaremos te oferecendo um pequeno guia para que você conheça os cuidados necessários.

1. Bulldog inglês

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 1. Bulldog inglês

2. Boston terrier

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 2. Boston terrier

3. Bulldog francês

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 3. Bulldog francês

4. Pequinês

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 4. Pequinês

5. Pug

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 5. Pug

6. Lhasa apso

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 6. Lhasa apso

7. Shar pei

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 7. Shar pei

8. Shih tzu

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 8. Shih tzu

9. Cavalier King Charles spaniel

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 9.  Cavalier King Charles spaniel

10. Staffordshire Bull Terrier

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 10. Staffordshire Bull Terrier

11. Boxer

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - 11. Boxer

Cães braquicefálicos: cuidados

Os cachorros que sofrem desta síndrome podem padecer de problemas de saúde muito diversos. Enquanto alguns apresentarão apenas dificuldades para respirar, outros terão facilmente a respiração ruidosa, náuseas, tosse, desmaios e até episódios de colapso. Geralmente, todos apresentam pouca tolerância ao exercício e, em longo prazo, costumam experimentar problemas cardíacos.

A seguir, te mostraremos alguns detalhes que você deve considerar se tem um cão braquicefálico:

  • Calor: o aumento da temperatura é muito perigoso para essas raças, já que faz aumentar o arfamento (sistema para manter a temperatura) e, como consequência, gera um maior estreitamento e inchaço das vias respiratórias, provocando além de tudo, ansiedade e estresse. Também pode causar um golpe de calor.
  • Exercício: exercitar esses cachorros pode ser especialmente perigoso, principalmente quando o exercício é combinado feito em ambientes muito quentes.
  • Alimentação: a maioria das raças que sofrem com a síndrome do cão braquicefálico tem problemas para coordenar a deglutição durante a alimentação, já que possuem algumas dificuldades para respirar. Isso causa a ingestão de ar ou pneumonia por aspiração, causando também vômitos e ânsias de vômito.
  • Sobrepeso: o sobrepeso sem dúvida favorece o aumento da temperatura corporal do cachorro, assim como aumenta a dificuldade para se mover e exercitar, piorando assim os sintomas já mencionados.

Finalmente, é importante ressaltar que esses cachorros, devido ao focinho achatado e aos problemas de saúde que enfrentam, correm um maior risco ao viajar de avião, assim como quando sedados com uso de anestesia. Também não é fácil encontrar focinheiras que se adaptem bem à sua anatomia.

Em todo caso, se você suspeita que seu cachorro sofre da síndrome do cachorro braquicefálico, ou que apresenta qualquer um dos sintomas mencionados neste artigo, recomendamos que visite um veterinário de confiança para avaliar os possíveis tratamentos a ser utilizados ou os cuidados específicos de acordo com as características do pet.

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados - Cães braquicefálicos: cuidados

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Referências
  1. dle.rae.es/?id=63J17dr

Escrever comentário sobre Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados
1 de 13
Cães braquicefálicos: raças, características e cuidados

Voltar ao topo da página