Partilhar

Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos

 
Por Cristina Pérez Simón, Bióloga e médica. Atualizado: 29 abril 2020
Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos

Os dinossauros são um grupo de répteis que apareceu há mais de 230 milhões de anos. Esses animais se diversificaram durante todo o Mesozóico, dando origem a tipos de dinossauros muito diferentes, que colonizaram todo o planeta e dominaram a Terra.

Como resultado dessa diversificação, surgiram animais de todos os tamanhos, formas e hábitos alimentares, que habitaram tanto a terra quanto o ar. Quer conhecê-los? Então não perca este artigo do PeritoAnimal sobre os tipos de dinossauros que existiram: características, nomes e fotos.

Também lhe pode interessar: Tipos de dinossauros marinhos - Nomes e fotos

Características dos dinossauros

A superordem Dinosauria é um grupo de animais saurópsidos que apareceram durante o período Cretáceo, há cerca de 230-240 milhões de anos. Posteriormente, eles se tornaram os animais terrestres dominantes do Mesozóico. Essas são algumas características dos dinossauros:

  • Taxonomia: os dinossauros são vertebrados do grupo Sauropsida, como todo o répteis e aves. Dentro do grupo, são classificados como diápsidos, já que têm duas aberturas temporais no crânio, diferentemente das tartarugas (anápsidas). Além disso, são arcossauros, como os crocodilos atuais e os pterossauros.
  • Tamanho: o tamanho dos dinossauros varia desde os 15 centímetros, caso de muitos dos terópodos, até 50 metros de comprimentos, no caso dos grandes herbívoros.
  • Anatomia: a estrutura pélvica desses répteis lhes permitia caminhar erguidos, com o corpo inteiro apoiado por pernas muito fortes debaixo do corpo. Além disso, a presença de uma cauda muito pesada favorecia muito o equilíbrio e, em alguns casos, permitiu o bipedismo.
  • Metabolismo: muitos dos dinossauros que existiram poderiam ter tido um metabolismo elevado e endotermia (sangue quente), como as aves. Outros, no entanto, seriam mais próximos dos répteis atuais e teriam ectotermia (sangue frio).
  • Reprodução: eram animais ovíparos e construíam ninhos nos quais cuidavam de seus ovos.
  • Comportamento social: algumas descobertas sugerem que muitos dinossauros formavam manadas e cuidavam das crias de todos. Outros, no entanto, seriam animais solitários.

Alimentação dos dinossauros

Acredita-se que todos os tipos de dinossauros que existiram tiveram sua origem em répteis bípedes carnívoros. Ou seja, os dinossauros mais primitivos muito provavelmente comiam carne. No entanto, com a diversificação tão grande que ocorreu, existiram dinossauros com todos os tipos de alimentação: herbívoros generalistas, insetívoros, piscívoros, frugívoros, folívoros…

Como veremos agora, tanto no grupo dos ornitísquios como o dos saurísquios havia muitos tipos de dinossauros herbívoros. No entanto, a grande maioria dos carnívoros pertenciam ao grupo dos saurísquios.

Tipos de dinossauros que existiram

Em 1887, Harry Seeley determinou que os dinossauros podiam ser divididos em dois grupos principais, que seguem sendo utilizados hoje em dia, embora ainda existam dúvidas se são os mais corretos. Segundo este paleontólogo, estes são os tipos de dinossauros que existiram:

  • Ornitísquios (Ornithischia): são conhecidos como dinossauros com quadris de ave, porque sua estrutura pélvica tinha forma retangular. Esta característica se deve à sua púbis orientada para a região posterior do corpo. Todos os ornitísquios foram extintos durante a terceira grande extinção.
  • Saurísquios (Saurischia): são os dinossauros com quadris de lagarto. Sua púbis, ao contrário do caso anterior, se orientava em direção à regiao cranial, porque sua pélvis apresentava um formato triangular. Alguns sauríquios sobreviveram à terceira grande extinção: os antepassados das aves, que hoje em dia são consideradas parte do grupo dos dinossauros.

Tipos de dinossauros ornitísquios

Os dinossauros ornitísquios eram todos herbívoros e podemos dividi-los em duas subordens: tireóforos e neornitísquios.

Dinossauros Tireóforos

Dentro de todos os tipos de dinossauros que existiram, os integrantes da subordem Thyreophora são, provavelmente, os mais desconhecidos. Este grupo inclui os dinossauros herbívoros tanto bípedes (os mais primitivos) como quadrúpedes. Com tamanhos variáveis, sua principal características é a presença de uma armadura óssea no dorso, com todo tipo de ornamentos, como espinhos ou placas ósseas.

Exemplos de tireóforos

  • Chialingosaurus: eram dinossauros de 4 metros de comprimento cobertos por placas ósseas e espinhos.
  • Ankylosaurus: este dinossauro encouraçado media cerca de 6 metros de comprimento e apresentava uma clava em sua cauda.
  • Scelidosaurus: são dinossauros com uma cabeça pequena, cauda muito longa e dorso recoberto por escudos ósseos.

Dinossauros neornitísquios

A subordem Neornithischia é um grupo de dinossauros caracterizados por possuir dentes afiados com esmaltes grossos, o que sugere que eram especializados em se alimentar de plantas duras.

No entanto, este grupo é muito diverso e inclui muitos dos tipos de dinossauros que existiram. Assim, vamos nos concentrar em falar algo sobre alguns gêneros mais representativos.

Exemplos de neornitísquios

  • Iguanodon: é o representante mais conhecido da infraordem Ornithopoda. É um dinossauro muito robusto, com pernas fortes e uma poderosa mandíbula mastigadora. Esses animais podiam chegar a medir 10 metros, embora alguns outros ornitópodos fossem muito pequenos (1,5 metros).
  • Pachycephalosaurus: como o resto dos integrantes da infraordem Pachycephalosauria, este dinossauro apresentava um domo cranial. Acredita-se que poderiam tê-lo utilizado pra investir contra outro indivíduos da mesma espécie, como hoje fazem os bois-almíscarados.
  • Triceratops: este gênero da infraordem Ceratopsia possuía uma plataforma cranial posterior e três chifres na cara. Eram dinossauros quadrúpedes, diferentemente de outros ceratopsídeos, que eram menores e bípedes.

Tipos de dinossauros saurísquios

O saurísquios incluem todos os tipos de dinossauros carnívoros e alguns herbívoros. Entre eles, encontramos os seguintes grupos: terópodos e sauropodomorfos.

Dinossauros terópodos

Os terópodos (subordem Theropoda) são dinossauros bípedes. Os mais ancestrais eram carnívoros e predadores, como o famoso Velociraptor. Posteriormente, se diversificaram dando origem a herbívoros e onívoros.

Estes animais se caracterizavam por possuir apenas três dedos funcionais em cada extremidade e ossos pneumáticos ou ocos. Devido a isso, eram animais muito ágeis, e algus adquiriram a capacidade de voar.

Os dinossauros terópodos deram origem a todos os tipos de dinossauros voadores. Alguns deles sobreviveram à grande extinção do limite Cretácico/Terciário; eles são os antepassados das aves. Hoje em dia, considera-se que os terópodos não foram extintos, e sim que as aves fazem parte deste grupo de dinossauros.

Exemplos de terópodos

Alguns exemplos de dinossauros terópodos são:

  • Tyrannosaurus: eram um grande predador de 12 metros de comprimento, muito conhecido na telona.
  • Velociraptor: este carnívoro de 1,8 metros de comprimento possuía grandes garras.
  • Gigantoraptor: trata-se de um dinossauro com plumas, mas incapaz de voar, que media cerca de 8 metros.
  • Archaeopterix: é uma das aves mais antigas que se conhece. Tinha dentes e não media mais de meio metro.

Dinossauros sauropodomorfos

A subordem Sauropodomorpha é um grupo de grandes dinossauros herbívoros quadrúpedes com caudas e pescoços muito longos. No entanto, os mais ancestrais eram carnívoros, bípedes e menores que um humano.

Dentro do sauropodomorfos, encontram-se entre os maiores animais terrestres que existiram, com indivíduos de até 32 metros de comprimento. Os menores eram corredores ágeis, o que lhes permitia escapar dos predadores. Os maiores, por outro lado, formavam manadas em que os adultos protegiam as crias. Além disso, tinham grandes caudas que podiam utilizar como chicote.

Exemplos de sauropodomorfos

  • Saturnalia: foi um dos primeiros integrantes deste grupo, e media menos de meio metro de altura.
  • Apatosaurus: este dinossauro de pescoço longo tinha um comprimento de até 22 metros, e é o gênero ao qual pertence Littlefoot, o protagonista do filme O vale encantado (ou A terra antes do tempo).
  • Diplodocus: é o maior gênero de dinossauros conhecido, com indivíduos de até 32 metros de comprimento.

Outros grandes répteis do Mesozóico

Muitos grupos de répteis que conviveram com os dinossauros durante o Mesozóico são frequentemente confundidos com dinossauros. No entanto, devido às diferenças anatômicas e taxonômicas, não podemos incluí-los nos tipos de dinossauros existentes. São os seguintes grupos de répteis:

  • Pterossauros: foram os grandes répteis voadores do Mesozóico. Pertenciam, junto aos dinossauros e crocodilos, ao grupo dos arcossauros.
  • Plesiossauros e ictiosauros: eram um grupo de répteis marinhos. São conhecidos como um dos tipos de dinossauros marinhos, mas embora sejam diápsidos, não têm maior relação com os dinossauros.
  • Mesossauros: também são diápsidos, mas pertencem a superordem Lepidosauria, como os lagartos e serpentes atuais. São conhecidos também como os "dinossauros" marinhos.
  • Pelicossauros: foram um grupo de sinápsidos mais próximos dos mamífero que dos répteis.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Jiménez, E. & Civis, J. (2003): Los vertebrados fósiles en la historia de la vida. Excavación, estudio y patrimonio. Ediciones Univ. Salamanca.
  • Brusatte, S. L. (2012): Dinosaur Paleobiology. Wiley-Blackwell.
  • Benton, M. J. (2004): Vertebrate paleontology. Blackwell Publishers.
  • Bakker, R. T. (1972). Anatomical and ecological evidence of endothermy in dinosaurs. Nature 238 (5359): 81-85
  • Horner, J. R.; Makela, R. (1979). Nest of juveniles provides evidence of family-structure among dinosaurs. Nature 282 (5736): 296-298.
  • Hutchinson, J. R. et al. (2011). A Computational Analysis of Limb and Body Dimensions in Tyrannosaurus rex with Implications for Locomotion, Ontogeny, and Growth. PLoS ONE 6 (10).
  • Norell, M.A. & Makovicky, P.J. (1999). Important features of the dromaeosaurid skeleton II: information from newly collected specimens of Velociraptor mongoliensis. American Museum Novitates 3282: 1-45.
  • Xing, X. et al. (2007). A gigantic bird-like dinosaur from the Late Cretaceous of China. Nature. 447 (7146): 844–847.
  • Erickson, G. M. et al. (2009). Was Dinosaurian Physiology Inherited by Birds? Reconciling Slow Growth in Archaeopteryx. PLoS ONE4 (10): 7390.
  • Carpenter, K. (2006). Biggest of the big: a critical re-evaluation of the mega-sauropod Amphicoelias fragillimus. New Mexico Museum of Natural History and Science Bulletin 36: 131–138.
  • Sullivan, Robert M. (2006). A taxonomic review of the Pachycephalosauridae (Dinosauria:Ornithischia). New Mexico Museum of Natural History and Science Bulletin 35: 34

Escrever comentário sobre Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos
1 de 5
Tipos de dinossauros que existiram - Características, nomes e fotos

Voltar ao topo da página