Partilhar

Sapo boi azul

Sapo boi azul

O sapo boi azul ou dendrobates azureus pertence à família dos dendrobatidae, anfíbios diurnos que vivem em zonas do deserto. Apresentam cores únicas e vibrantes que indicam o seu alto nível de toxicidade.

Origem
  • América
  • Brasil
  • Suriname

Aparência física

Embora o seu nome seja sapo boi azul, este pode apresentar diferentes tonalidades que variam entre azul claro e azul-violeta escuro, incluindo além disso manchas escuras. Cada animal é diferente e único.

Trata-se de um sapo muito pequeno que mede entre 40 e 50 mm de comprimento, e diferencia-se o macho da fêmea por este ser mais pequeno, magro e cantar na fase adulta.

As cores que apresenta são um aviso do veneno mortal para muitos animais, inclusive para os humanos.

Comportamento

Tratam-se de rãs terrestres, embora gostem de estar perto da água para chapinhar. Os machos são bastante territoriais com membros da mesma espécie e de outras, por isso, passam a maior parte do dia defendendo o seu território através de diversos sons.

É também com esses sons que o macho atrai a fêmea. Aos 14 - 18 meses de vida, o sapo boi azul alcança a maturidade sexual e começa a namorar, de forma nada tímida. Depois da cópula, as fêmeas utilizam locais escuros e úmidos onde costumam aparecer entre 4 e 5 ovos.

Alimentação

O sapo boi azul é principalmente insetívoro e, por esse motivo se alimenta de insetos como formigas, moscas e lagartas. Estes insetos são os que produzem ácido fórmico, essencial para que elas possam sintetizar o veneno. Por esse motivo, as rãs criadas em cativeiro não são tóxicas, pois elas são privadas de certos tipos de insetos que as deixem inofensivas.

Estado de conservação

O sapo boi azul encontra-se num estado vulnerável, ou seja, está ameaçado. A sua contínua captura e a desflorestação do seu meio natural estão acabando com as populações existentes. Por esse motivo, se deseja adquirir um sapo boi azul é muito importante que peça o certificado de posse de répteis. Não compre através de desconhecidos na internet e suspeite perante qualquer dendrobates tóxica, pois pode dever-se à sua captura ilegal.

Cuidados

Se está pensando em adotar um sapo boi azul, deve saber que o seu cuidado, os custos econômicos e a dedicação que precisa significam um elevado tempo e esforço da sua parte. Para que o seu novo animal de estimação se encontre em perfeito estado deverá cumprir pelo menos, com estas condições mínimas:

  • Proporcione-lhe um terrário de no mínimo 45 x 40 x 40.
  • São muito territoriais, não junte dois machos.
  • Mantenha-o a uma temperatura entre 21ºC e 30ºC.
  • A umidade estará entre os 70% e os 100%, tratam-se de rãs tropicais.
  • Adicione uma radiação ultravioleta (UV) baixa.

Além disso, no terrário deverá ter espaço suficiente para se mexer e deslocar, troncos e folhas aos quais possa subir, uma pequena piscina com água e plantas. Pode adicionar bromélias, trepadeiras,...

Saúde

É importante contar com um especialista exótico próximo, se observar secreções ou comportamentos estranhos recorra a ele para que identifique o problema. São sensíveis a contrair doenças parasitárias se não cuidar dele devidamente.

Também podem sofrer de desidratação, fungos ou carências alimentares. O veterinário pode recomendar-lhe vitaminas se achar oportuno.

Curiosidades

  • Antes pensava-se que o nome de sapo boi azul provinha dos índios que as utilizavam para envenenar os seus inimigos usando setas. Atualmente sabemos que os dardos se envenenavam com Phyllobates Terribilis, Phyllobates bicolor e Phyllobates aurotaenia.

Fotos de Sapo boi azul

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Sapo boi azul

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Sapo boi azul

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
2 comentários
A sua avaliação:
Rennan
Ele é muito fofo queria aguartá mais ele tá na india
Rosa
Sapo Boi Azul é o bichinho de DEUS
Sapo boi azul
1 de 5
Sapo boi azul

Voltar ao topo da página