Partilhar

Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas

 
Por Maria Besteiros. 9 maio 2019
Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas
Imagem: http://static.t13.cl

Ver fichas de  Cachorros

O vitiligo em cães, também conhecido como hipopigmentação, é um transtorno muito raro nessa espécie, e sobre o qual se tem pouca informação. Você desconfia que seu cachorro tem vitiligo? Nesse artigo do PeritoAnimal, vamos explicar do que se trata, quais são os sintomas e como é o tratamento.

Também falaremos sobre a despigmentação nasal, uma vez que esse é um distúrbio com o qual o vitiligo pode ser confundido, devido à similaridade de seu quadro clínico. Se você continuar lendo, poderá descobrir se seu cão tem vitiligo, pois é importante obter um diagnóstico preciso.

Vitiligo em cães: o que é

O vitiligo é um transtorno que provoca a despigmentação da pele e do pelo, visível principalmente a nível facial, especialmente no focinho, nos lábios, no nariz e nas pálpebras. Os cachorros com vitiligo têm todos os pigmentos normais quando nascem mas, à medida em que crescem, a cor vai clareando e o pigmento que era preto passa a ficar marrom, devido à perda de intensidade.

Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas - Vitiligo em cães: o que é
Imagem: https://metro.co.uk/

Vitiligo em cães: causas

É importante notar que as causas do vitiligo em cachorros não são claras. Acredita-se que anticorpos antimelanócitos podem estar envolvidos. Esses anticorpos criam defesas contra seus próprios melanócitos, que são as células responsáveis pela produção de pigmentos, como os que oferecem a coloração característica do nariz do cachorro. Devido à sua ausência, quando destruídos, causam a despigmentação.

Cachorro com vitiligo: como diagnosticar

O diagnóstico do vitiligo em cães é obtido com um estudo de anatomia patológica para confirmar que estamos diante desse processo. Como veremos na próxima seção, o vitiligo pode ser confundido com a despigmentação nasal. Na verdade, essa talvez seja uma forma de vitiligo no cachorro. Lembre-se que apenas um veterinário pode confirmar ou descartar um diagnóstico de vitiligo.

Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas - Cachorro com vitiligo: como diagnosticar

Despigmentação nasal em cães

A despigmentação nasal pode ser confundida com vitiligo em cães, como já dissemos. Embora sejam processos diferentes, há semelhanças entre eles, e por isso pode surgir a dúvida. Essa despigmentação é uma síndrome que também tem origem desconhecida.Afeta especialmente a área do nariz que é desprovida de pelos. Algumas raças parecem apresentar uma tendência maior a sofrer com essa despigmentação, como o galgo afegão, samoieda, setter irlandês, pointer inglês e o poodle, entre outras.

Assim como no caso do vitiligo, esses cachorros nascem com o nariz preto, sem que possamos notar qualquer diferença a respeito dos cachorros sem esse transtorno. E também com o passar do tempo, a intensidade da cor vai se perdendo até que o preto passa a ter uma tonalidade marrom. Em alguns casos, ocorre uma despigmentação total e, em vez de marrom, a área adquire uma com branco-rosada. Em alguns cachorros a pigmentação se recupera, ou seja, o nariz volta a escurecer espontaneamente.

Outro caso, mais comum, é o de raças como o husky siberiano, o golden retriever ou o labrador retriever, no qual podemos notar a falta de pigmentação na área do nariz. Esse fenômeno é conhecido como snow nose, ou nariz de neve, e costuma ocorrer apenas sazonalmente, durante os meses mais frios, como o nome já indica. Nessa época é possível notar que o pigmento negro do nariz do cachorro perde intensidade, embora não ocorra uma despigmentação completa. Depois do frio, a cor se recupera. Nesse caso, podemos falar que é uma anormalidade sazonal.

Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas - Despigmentação nasal em cães

Vitiligo em cães: tratamento

Não existe tratamento para o vitiligo em cães. A falta de pigmento é um problema apenas estético. Parece que existem diversos remédios caseiros para devolver a pigmentação, mas nenhum teve sua eficácia comprovada. É claro que, se o cachorro não tem pigmentos,o tutor deve ter cuidado e protegê-lo do sol, uma vez que, caso contrário, poderá sofrer de queimaduras. Você pode aplicar protetores solares, sempre de acordo com a prescrição do seu veterinário.

Confira também essa linda história sobre Rowdy, um cachorro com vitiligo, e uma criança com a mesma condição:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Escrever comentário sobre Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas
Imagem: http://static.t13.cl
Imagem: https://metro.co.uk/
1 de 4
Vitiligo em cães - tratamento, causas e sintomas

Voltar ao topo da página