Partilhar

Terapias com cachorros para crianças autistas

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 13 julho 2017
Terapias com cachorros para crianças autistas

Ver fichas de  Cachorros

O cachorro como terapia para as crianças autistas é uma excelente opção se estiver pensando em incluir na sua vida um elemento que o ajude nas suas relações de comunicação social.

Tal como acontece com a terapia equina, as crianças descobrem no cachorro um animal de confiança com o qual têm relações sociais simples que lhes permitem estar cômodos na sua interação social. Além disso, é importante lembrar que todas as terapias em que se tratem crianças com autismo devem ser sempre supervisionadas por um profissional.

Neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe falar mais sobre as terapias com cachorros para crianças com autismo e como o cachorro pode ajudar uma criança autista.

Também lhe pode interessar: Terapia para idosos com animais

Por que a terapia com cachorros é indicada para crianças autistas?

Ter um filho com autismo é uma situação que muitos pais vivem, por isso procurar terapias que o ajudem e melhorem o seu transtorno é fundamental.

As crianças autistas entendem as relações sociais de uma forma diferente das outras pessoas. Embora as crianças autistas não se possam "curar", é possível notar uma melhoria se trabalharmos com elas de forma adequada.

Para fazer este artigo falamos com a Elizabeth Reviriego, uma psicóloga que trabalha regularmente com crianças autistas e que recomenda as terapias que incluem cachorros. Segundo Elizabeth, as crianças autistas têm dificuldade para se relacionar e pouca flexibilidade cognitiva, o que faz com que não reajam da mesma forma perante um acontecimento. Nos animais encontram uma figura mais simples e positiva que os ajuda a trabalhar a autoestima, a ansiedade social e a autonomia. Estes fatores da sintomatologia secundária trabalham-se na terapia com cachorros.

Terapias com cachorros para crianças autistas - Por que a terapia com cachorros é indicada para crianças autistas?

Como o cachorro ajuda a criança autista

As terapias com cachorros não ajudam diretamente a melhorar as dificuldades sociais que a criança sofre, mas pode melhorar a sua qualidade de vida e a sua percepção do ambiente. Os cachorros são animais muito utilizados em terapias tanto com crianças como com idosos.

Nem todos os cachorros são adequados para trabalhar com crianças autistas, é essencial selecionar exemplares dóceis e tranquilos e fazer-se a terapia sempre sob a supervisão de um profissional. É por este motivo que estes cachorros em concreto podem ajudar, estabelecem uma relação calma, positiva e adequada para o seu transtorno.

A dificuldade que as crianças autistas passam nas relações diminui ao se tratar de um cachorro, uma vez que não mostram imprevistos sociais que o próprio paciente não pode entender, eles dominam a situação.

Alguns benefícios extra podem ser a diminuição da ansiedade, o contato físico positivo, aprendem sobre responsabilidade e praticam também autoestima.

Compartilhamos estas imagens de Clive e Murray, um menino autista que ficou conhecido por melhorar a sua confiança com este cachorro de terapia. Graças a ele, Murray superou o seu medo de multidões e agora já pode ir a qualquer lado.

Terapias com cachorros para crianças autistas - Como o cachorro ajuda a criança autista

Se deseja ler mais artigos parecidos a Terapias com cachorros para crianças autistas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Terapias com cachorros para crianças autistas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Terapias com cachorros para crianças autistas
1 de 4
Terapias com cachorros para crianças autistas

Voltar ao topo da página