Partilhar

Sintomas e tratamento da mastite bovina

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 12 junho 2017
Sintomas e tratamento da mastite bovina

A mastite bovina é uma inflamação da glândula mamária que provoca mudanças na composição bioquímica do leite e no tecido da glândula.

É uma das doenças mais comuns das vacas leiteiras. A mastite tem um impacto negativo na qualidade e na quantidade de leite produzido, originando perdas para o setor bovino. Se não se tratar a tempo, pode converter-se em uma doença crônica e fazer com que a vaca tenha de ser sacrificada.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber tudo sobre os sintomas e tratamento da mastite bovina.

Também lhe pode interessar: Salmonela em gatos - sintomas e tratamento

Causas das mastite bovina

A mastite é uma doença multifatorial, uma vez que a infecção depende dos gérmens, das condições ambientas, e das características da vaca. Os micro-organismos invadem o tecido mamário provocando uma inflamação da glândula. Podemos classificar a mastite em:

Mastites contagiosas: originam-se por micro-organismo que vivem na glândula mamária ((Streptococcus agalactiae e Staphylococcus aureus principalmente). Transmitem-se durante a ordenha da vaca, através de maquinaria de ordenha contaminada, pelo bezerro ou pela incorreta manipulação dos trabalhadores (panos sujos, não usar luvas, etc). Provocam a diminuição da quantidade de leite.

Mastites ambientais: originam-se por micro-organismos (estreptococos ambientais e os coliformes) que vivem no ambiente, e transmitem-se entre ordenhas e no período seco em que glândula não produz leite. A sua presença ajuda a determinar o nível de contaminação da fazenda.

Sintomas e tratamento da mastite bovina - Causas das mastite bovina

Sintomas da mastite bovina

Dependendo da sintomatologia, as mastites podem ser classificadas principalmente em:

Mastite subclínica: é mais difícil de detectar que as outras. Apesar de não se observar alterações nem no leite nem na úbere, a contagem de micro-organismo e de células somáticas é elevado.

Mastite clínica: observa-se uma inflamação do úbere afetado, inclusivamente o animal sente dor ao ser tocado nessa região. O leite observa-se alterado com a presença de escamações, coágulos, soro descolorido, e por vez sangue.

Mastite aguda: põe em risco a vida do animal.Observam-se também sinais generalizados como febre, menos produção de leite ou perda de apetite.

Sintomas e tratamento da mastite bovina - Sintomas da mastite bovina

Diagnóstico da mastite bovina

Além de repararmos na sintomatologia da vaca, recolhem-se amostras de leite e poderão ser feitos os seguintes testes para diagnosticar a mastite na vaca:

  • Contagem de células somáticas: um elevado número de células somáticas relaciona-se com uma redução da produção de leite (mais de 200.000 células/ml indica mastite subclínica.

  • Cultivo de bactérias do leite: serão identificados micro-organismo causadores da inflamação da glândula (mais de 50.000 bactérias/ml podem indicar a fonte da contaminação).

  • California Mastitis Test: indica o número de células somáticas do elite que se recolheu como amostar.

  • Outros testes.
Sintomas e tratamento da mastite bovina - Diagnóstico da mastite bovina

Tratamento da mastite bovina

Deve saber que a prevenção dá melhores resultados e é mais eficiente que o tratamento que de possa levar a cabo. O tratamento dependerá do micro-organismo causador e se é subclínica ou clínica, utilizando antimicrobiano via intramamária, o veterinário irá informar sobre o tratamento a seguir para remediar a mastite da vaca.

Sintomas e tratamento da mastite bovina - Tratamento da mastite bovina

Prevenção da mastite bovina

A prevenção é a chave para controlar esta doença, e inclusivamente mais importante que o tratamento. Em seguida oferecemos-lhe uma lista com as medidas preventivas para prevenir a mastite contagiosa:

Desinfeção das tetas antes e depois da ordenha

  • Ordenhar as vacas infetadas no fim
  • Boa higiene durante a ordenha
  • Bom estado da máquina de ordenha
  • Tratamento de secagem
  • Descartar vacas com mastite crônica

No que diz respeito às medidas preventivas que há que ter em conta para reduzir o aparecimento da mastite de origem ambiental temos as seguintes:

  • Boa alimentação e água
  • Leite de boa qualidade
  • Boa higiene das instalações
  • Boa ventilação
  • Tetas limpas e secas
  • Manter as vacas algum tempo de pé depois da ordenha

Se adotou recentemente uma vaquinha, veja as nossas ideias de nomes para ela.

Sintomas e tratamento da mastite bovina - Prevenção da mastite bovina

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas e tratamento da mastite bovina, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças bacterianas.

Escrever comentário sobre Sintomas e tratamento da mastite bovina

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
junior
minha pariu ontem ai hoje eu estava desleitando e saiu sangue isso e começo de mastite.

Sintomas e tratamento da mastite bovina
1 de 6
Sintomas e tratamento da mastite bovina

Voltar ao topo da página