Probióticos para cachorros

Probióticos para cachorros

Quando acolhemos um cachorro em nossa casa devemos ser capazes de lhe satisfazer as suas necessidades básicas e isto passa por uma boa alimentação, que lhe permita sentir-se saudável e energético.

Por vezes, diante de uma alimentação não adequada ou devido a outros fatores, altera-se a flora intestinal em um cachorro e isso pode ter graves consequências para a sua saúde, as quais podem ser prevenidas de forma natural.

Assim sendo, neste artigo do PeritoAnimal mostramos-lhe os probióticos para cachorros.

A flora intestinal em um cachorro

Tal como acontece com os seres humanos, os cachorros também possuem flora intestinal ou microbiota intestinal. Isto faz referência a um conjunto de bactérias benéficas que se encontram presentes de forma natural no intestino e que são de vital importância para a saúde do nosso pet, uma vez que cumprem as seguintes funções:

  1. Intervêm na digestão dos alimentos e são necessárias para uma adequada absorção dos nutrientes.
  2. São imprescindíveis para a síntese de algumas vitaminas e minerais
  3. Protegem o sistema digestivo das bactérias patogênicas
  4. Ajudam o cachorro a ter um nível ótimo de vigor e energia

Existem numerosos estirpes de bactérias benéficas na flora intestinal do nosso cachorro, mas devemos destacar as seguintes como as mais importantes:

  • Bifidobacterium animalis
  • Bifidobacterium lactis
  • Lactobacillus acidophilus
  • Bifidobacterium bifidum
  • Bifidobacterium longum
  • Lactobacillus casei
  • Lactobacillus plantarum
  • Lactobacillus bulgarious
  • Lactobacillus rhamnosus
  • Bacillus coagulans

Os desequilíbrios na flora intestinal do cachorro

Os desequilíbrios na flora intestinal do cachorro repercutem diretamente sobre a saúde e podem causar os seguintes sintomas:

  • Inchaço abdominal
  • Sinais de dor abdominal
  • Aumento de gases intestinais
  • Diarreia
  • Diminuição da resposta imunitária

As alterações na flora intestinal podem ter diversas causas: embora as mais habituais sejam as mudanças na alimentação, a administração de uma ração de má qualidade, elevada em proteínas não digeríveis ou se iniciou um tratamento com antibióticos.

Para restaurar a flora intestinal do nosso pet é imprescindível determinar a causa subjacente para a eliminar, mas paralelamente precisamos recorrer aos probióticos.

O que são os probióticos para cachorros?

Os probióticos para cachorros são produtos formulados à base de estirpes de bactérias que habitam normalmente o intestino do cão e que são benéficas para a sua saúde. Não se consideram um tratamento farmacológico e sim um complemento nutricional.

Devemos distinguir os probióticos dos prebióticos e dos simbióticos, vejamos em seguida as diferenças entre cada produto:

  • Probióticos: Contêm diretamente as estirpes de bactérias benéficas presentes no intestino do cachorro.
  • Prebióticos: Contêm substâncias não assimiláveis (como determinados tipos de fibra) que servem de alimento às bactérias benéficas e permitem o desenvolvimento das mesmas.
  • Simbióticos: São produtos que incorporam uma mistura de probióticos e prebióticos.

Como escolher um bom probiótico para o nosso cachorro

Os probióticos são especialmente recomendados para diarreias ou transtornos gastrointestinais e depois de um tratamento antibiótico ou de forma paralela ao mesmo.

É muito importante oferecer ao nosso pet um produto de boa qualidade, e para assegurar isso mesmo recomendamos que siga estes conselhos:

  • Escolha um probiótico específico para cachorros
  • Escolha um probiótico que contenha no mínimo 10 estirpes de bactérias
  • Escolha um produto de qualidade, para isso, no rótulo deve observar a certificação GMP (Boas práticas de fabricação)
  • Peça os conselhos de um veterinário

Os probióticos para cães são complementos nutricionais totalmente seguros. Recomenda-se o tratamento tal como se indique na embalagem para assegurar uma adequada restauração da flora intestinal.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Probióticos para cachorros, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.