Posso medicar o meu cachorro e o meu gato?

Posso medicar o meu cachorro e o meu gato?

A automedicação é uma pratica que se estende por gerações em nossa sociedade, já é praticamente um hábito o uso e até mesmo a indicação de medicamentos por leigos para inúmeros problemas de saúde, o grande problema é que, quando indicado sem orientação médica, a utilização indiscriminada de medicamentos traz grandes riscos tanto à saúde individual quanto a coletiva, mas e quando se trata de automedicação em nossos amigos de quatro patas?

Não é raro a ocorrência de intoxicações em animais causadas por seus próprios tutores, muito pelo contrário do que deveria ser, os que mais deveriam zelar pela saúde e segurança de seus fiéis companheiros, acabam sendo o vilão da história. E porque isso acontece?

Neste artigo do perito animal vamos explicar os perigos da automedicação. Continue lendo!

Medicamento humano para cachorro - perigos

O instinto de cuidado, quando falamos da relação entre tutor e animal de estimação, vai muito além de carinhos, chamegos e cuidados, muitas vezes na tentativa de sanar o problema do seu animal rapidamente, ou por pensar que os sintomas demostrados pelo seu pet não sejam graves, e até mesmo por querer evitar uma consulta veterinária por vários motivos, sempre levam os proprietários a tentarem aquele remedinho caseiro, ou seja, aquela bolsinha que todos temos em casa cheia de remédios, que muitas vezes nem se sabe para que serve, acaba substituindo a valiosa avaliação do médico veterinário.

Nesse momento, estamos entrando numa diferença entre humanos e animais, diferente de nós humanos, nossos coleguinhas de patas e pelos não contem em seu fígado e em seu corpo algumas das enzimas responsáveis pela metabolização de muitas drogas que ingerimos, além de serem mais sensíveis a muitos compostos que são inofensivos para nós. Detalhes como esses, são responsáveis pela intoxicação de animais por medicações de uso humano, que muitas vezes podem causar sérios danos, chegando até mesmo a causa a morte do animal.

Remédio humano para cachorro

Medicamentos de uso humano podem ser administrado para animais?

A resposta é SIM! Porém, esse sim deve sempre, incontestavelmente, vir acompanhado pela indicação de um médico veterinário, pois não são todos os medicamentos que podem ser administrados, e a dosagem nunca é a mesma para humanos e animais. Assim sendo você pode utilizar remédio humano para cachorro se o mesmo for prescrito por um médico veterinário.

Pode medicar cachorro com paracetamol?

Meu pet está com uma simples febre, não posso dar um paracetamol, tylenol, diclofenaco, aspirina.. etc?

Não, por mais inofensivos que pareçam para nós, esses analgésicos, anti-inflamatórios e antitérmicos são totalmente contraindicados para animais, inclusive muitos deles são letais.

O que causam nos animais?

Quando administrados de forma inapropriada, em doses erradas ou com princípios ativos que não são indicados para animais, esses medicamentos acabam causando sérios danos, sempre começando pelo fígado, que é o órgão responsável pelo metabolismo de todos os medicamentos, o trato gastrointestinal também acaba sendo atingido, principalmente estomago e intestinos, rins e sistema nervoso também acabam sendo sobrecarregados, além de inúmeros outros órgãos que sofrem os danos da intoxicação.

Intoxicação medicamentosa em cães e gatos - sintomas

Quais os sinais de uma intoxicação medicamentosa ? Os primeiros sinais de uma intoxicação medicamentosa geralmente são vômitos e diarreias, que podem virem acompanhados de sangramentos, apatia, falta de apetite e até mesmo de alterações do comportamento e convulsões. Os sinais variam muito de acordo com o medicamento, dose administrada e forma de administração.

Em caso de intoxicação medicamentosa, o que fazer?

A regra de ouro: Nunca tentar fazer algo por conta própria, pois foi justamente por isso que o animal esta intoxicado, o melhor sempre a fazer é levar imediatamente o animal para um médico veterinário, lembrando que quanto mais rápido for o atendimento maiores são as chances de sucesso no tratamento de qualquer tipo de intoxicação. Outro ponto importante, é jamais administrar produtos da crença popular como leite, óleo, limão ou qualquer outra substancia desconhecida, pois muitas vezes elas podem agravar o quadro da intoxicação e diminuir as chances de sobrevivência.

Para evitar intoxicações medicamentosas, e manter a saúde e bem-estar de seu amigo, sempre busque acompanhamento médico veterinário, e mantenha uma rotina de avaliação preventiva, sem dúvidas é a melhor forma de demonstrar seu amor por quem sempre está ao seu lado.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Posso medicar o meu cachorro e o meu gato?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.