Porque meu cachorro me segue por toda parte

Porque meu cachorro me segue por toda parte

Depois de adotar um cachorro e, principalmente se nunca tiver tido um antes, pode perceber rapidamente que o animal não deixa de nos seguir por onde vamos. E pode ser que esta situação o incomode ou que esteja apenas procurando uma resposta para o seu comportamento.

No PeritoAnimal vamos lhe contar todos os motivos e causas que dão origem a este comportamento no cachorro, por isso continue lendo este artigo que dá resposta à pergunta porque meu cachorro me segue por toda parte.

O cachorro e a sua matilha

Os cachorros têm um comportamento social inato dentro da matilha pelo que costumam organizar-se em uma hierarquia invisível que nem sempre se mede pela força como alguns acreditam. A hierarquia e a posição de alfa determina a sobrevivência do grupo.

Todas aquelas pessoas que têm mais de um cachorro poderão observar que come sempre a mesma coisa primeiro, também parece que tem prioridade sobre os brinquedos, uma determinada cama, etc. O cachorro alfa da matilha é quem proporciona alimento ou permite determinadas ações ao resto do grupo, transmite-lhes conhecimentos. É por este motivo que os seus congêneres não o seguem por ser o mais forte ou o maior, mas sim por que sabem que sob as suas ordens a sua capacidade de sobrevivência aumenta. Juntos são mais fortes.

É por este motivo que os cachorros costumam seguir quem lhes proporciona as comodidades e os privilégios dentro e fora de casa. Além disso, é importante referir que um cachorro não seguirá um líder apenas por tudo aquilo que lhe dará, a nível de comida ou objetos como brinquedos, mas também por todo o amor e carinho que lhe proporcionar.

"Um cão é a única coisa na terra que o ama mais do que ama a si mesmo."

Meu cachorro me segue por toda parte

Se decidiu adotar um cachorro ou um cão de um abrigo animal já adulto, é normal que veja este comportamento de forma exagerada. Deve se perguntar se esta atitude o incomoda ou não, e o mais importante, se é fruto de algum problema. Muitos donos sentem-se bem ao sentir o apoio do cachorro atrás de si, outros pelo contrário não aceitam esta silenciosa companhia do animal de estimação.

Siga estes conselhos para evitar que o seu cachorro o siga sempre:

  • Para começar, o seu cachorro deve aprender duas ordens básicas: que são sentar-se e ficar quieto. Aprender todo o tipo de ordens básicas para cachorros é fundamental para que entendam o que espera dele.
  • Utilize sempre o reforço positivo no adestramento destas ordens oferecendo-lhe guloseimas para cachorro. Deverá ter paciência e ser constante. Lembre-se que um cachorro estimulado mentalmente será um cachorro mais saudável e feliz. Por este motivo, além de lhe ensinar ordens básicas imprescindíveis para a sua rotina diária, estará gerando mais confiança e pouco a pouco observará uma diminuição da atitude dependente. Premei-o sempre que merecer e tiver feito um bom trabalho.
  • Aceite a sua companhia. Lembre-se que o cachorro é um animal social. Deixe de brincar com ele se o machucar ou se estiver cansado, mas não evite relacionar-se com ele. Ensine-lhe ordens e truques e felicite-o se brincar com outros animais de estimação. É muito importante que se sinta socializado e feliz.
  • Pode tentar minimizar a dependência de si adotando um cachorro em um abrigo.

Lembre-se sempre que a atitude natural do cachorro é a convivência em grupo. Embora existam cachorros mais distantes e outros que se mostrem mais apegados, todos precisam de se relacionar e desfrutar da companhia junto de outros humanos e cachorros.

Ansiedade por separação

Mas além da nossa atitude favorável ou desfavorável, existe outro fator que influencia neste comportamento e que é muito importante ser tratado: a ansiedade por separação. Se não se tratar, a ansiedade por separação gera no seu cachorro uma personalidade insegura, desconfiada e medrosa.

Algumas causas da ansiedade por separação são:

  • Passar muito tempo fora de casa: É a principal causa da ansiedade por separação. O cachorro costuma se sentir abandonado, sozinho e triste e as consequências costumam ser uma casa inteira feita em pedaços ou latidos constantes.
  • Dormir no mesmo cômodo e de repente se separarem: Compartilhar quarto gera uma dependência, que você pode considerar adorável. Mas se você ainda não adotou um cachorro deverá decidir o que fazer a este respeito. O que nunca deverá fazer é que, uma vez que o cachorro esteja habituado a dormir junto a si depois de muito tempo, o separe, pois isso vai causar ansiedade e tristeza no seu animal de estimação.
  • Mudança de rotina ou casa: Embora não acredite que os cachorros agradecem uma rotina no seu dia a dia: passeios, comida, brincadeira... Após uma mudança importante o cachorro pode se sentir desamparado o que pode levar a uma situação de ansiedade conosco.
  • Outros motivos: O seu cachorro também pode desenvolver ansiedade por separação perante a falta de exercício, por sofrer um trauma, perante uma situação de estresse grave e inclusive pela separação ou morte de um membro do seu núcleo.

A ansiedade por separação pode se tratada com o uso do kong, embora a principal recomendação perante um caso grave seria recorrer a um especialista etólogo ou educador canino.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Porque meu cachorro me segue por toda parte, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.