Por que o meu gato se esconde quando vem gente?

Por que o meu gato se esconde quando vem gente?

Os gatos são animais que adoram se esconder, embora nem sempre o façam por diversão ou em busca de tranquilidade. Existem algumas situações que podem incomodar o seu felino, inclusive provocar estresse, como a chegada de pessoas desconhecidas a casa.

Nem sempre será possível saber porquê razão o gato se esconde quando alguém novo chega, especialmente se o seu felino foi adotado, mas existem formas de ajudar ele a ultrapassar o medo, o estresse e até estimular ele a querer conhecer pessoas novas, sempre respeitando o bem-estar emocional dele e assegurando que é feita uma apresentação positiva. Neste artigo do PeritoAnimal vamos te explicar por que é que o gato se esconde quando vem gente e vamos te indicar algumas diretrizes que pode aplicar você mesmo. Continue lendo!

Por que os gatos se escondem?

Embora sejam especialmente sociáveis, todos os gatos se escondem de vez em quando em busca de tranquilidade. É por esse motivo que recomendamos que o felino disponha de uma zona segura à qual possa acudir sempre que precise de se refugiar, um sítio privado onde ninguém o incomode.

Não obstante, existem outras causas que podem fazer com que um gato se esconda:

  • Socialização: quando o gato ainda é filhote, passa por um período crítico de socialização. Este período começa por volta de um mês de vida e termina quando ele cumpre os três meses. Nesta etapa, o gatinho se relaciona com a mãe e irmãos, aprende a se relacionar com outros felinos, aprende como deve ser a relação dele com os humanos, outros animais e com tudo aquilo que o rodeia.
  • Traumas: um trauma pode fazer com que o gato adquira medo em relação às pessoas. Por vezes, é devido a um pequeno detalhe quase imperceptível para nós. O felino pode desenvolver medo em relação a uma única pessoa, um grupo de pessoas ou todos os seres humanos.
  • Estresse: uma mudança, a chegada de um bebê ou a saída de um familiar pode fazer com que o nosso melhor amigo sofra de estresse. Se ocorreu alguma mudança no dia a dia do seu gato, observe ele com atenção e veja se ele apresenta algum sinal de estresse.
  • Dois gatos: se você convive com dois felinos, recomendamos que assegure que não existe nenhum problema de convivência entre eles. Para isso, garanta que cada um deles possui os próprios recursos (brinquedos, comedouro, bebedouro, caixa de areia...).
  • Outros: existem muitas outras causas que podem provocar que o gato se esconda, uma doença ou algo que lhe provoque dor, por exemplo. Outra possibilidade são as doenças do foro psicológico ou hormonais que podem ser a causa de um comportamento anômalo.

Para saber porquê razão o seu felino se esconde, você deverá observar ele com atenção e reparar na linguagem corporal que ele demonstra a todo o momento, inclusive quando não estão outras pessoas presentes. Isto vai ajudar você a compreender realmente como é a personalidade do seu gato e quais são as coisas que ele mais gosta, assim como as coisas que desagradam ou provocam medo ao seu pequenino. Ao estar mais atento ao comportamento dele, poderá mais facilmente detectar se existe alguma doença, presença de parasitas ou algo que o esteja incomodando. Você poderá descobrir, por exemplo, que o seu gato tem medo do som do plástico, da voz masculina ou do ruído excessivo (medos bastante comuns dos felinos).

Gato escondido no armário - o que fazer para ele sair?

Quando o nosso gato se esconde, por exemplo no armário, não o devemos incomodar. Pelo contrário, devemos oferecer algo para o ajudar a se esconder. O fato de ele se poder refugiar permite baixar os níveis de estresse e o gato se sente melhor. Alguns gatos preferem ir para o armário, outros se escondem dentro de gavetas ou até debaixo da cama.

Você deve agir com normalidade, procurando não fazer ruídos desnecessários que possam assustar o gato, nem chamar constantemente para que ele venha. O objetivo é que o gato saia por ele mesmo, porque se sente seguro na sua casa.

Como fazer um gato sair do esconderijo?

Revisar se cumpre as 5 liberdades do bem-estar animal é fundamental antes de começar a trabalhar na sociabilização do seu gato com as pessoas. Relembre que em alguns casos pode demorar, você tem de ter paciência.

O objetivo consiste em conseguir que o seu gato associe as pessoas a algo positivo e para isso o PeritoAnimal tem alguns conselhos:

  • Sempre que cheguem visitas a casa, deixe um comedouro com um pouco de patê ou comida caseira no quarto onde ele se costuma esconder.
  • Se ele sair do esconderijo quando você se aproximar da zona de segurança dele, você deve premiá-lo imediatamente com um troço de algo que ele goste.
  • Pondere adquirir feromonas sintéticas para gatos, um produto que segrega substâncias apaziguadoras, o que ajuda o gato a se sentir melhor. Recomendamos que procure aquelas que têm estudos científicos que comprovem a eficácia.
  • Melhore o bem-estar do gato cuidando da saúde dele, alimentação, brincando com ele e fazendo com que ele não se sinta sozinho. Isto vai ajudar a incrementar o vosso vínculo afetivo, fazendo com que ele se sinta mais seguro quando você está presente.
  • Estimule mentalmente o felino com brinquedos de inteligência ou brinquedos dispensadores de comida. Com este tipo de atividades, o seu felino estará muito mais disposto a fazer coisas novas e vai se mostrar mais aventureiro.

Seguindo estes conselhos, você vai observar o gato mais ativo e curioso, o que vai tornar mais fácil reforçar os comportamentos positivos que possam acontecer: vir até à sala, cheirar um dos convidados ou deixar que você o acaricie na presença de pessoas desconhecidas.

Podemos premiar de muitas maneiras um comportamento que gostamos, não se trata apenas de oferecer um prêmio saboroso: um carinho e uma palavra em tom mais agudo, podem igualmente satisfazer o felino e fazer com que ele se sinta apreciado.

No princípio deste processo, podemos reforçar poucas coisas porque o gato está inibido mas com o passar do tempo, será mais fácil observar que aparecem comportamentos novos. É um processo demorado, mas se você não forçar o seu melhor amigo e conseguir que ele ganhe a sua confiança, existem muitas possibilidades de que chegue o dia em que ele não se esconde quando alguém o vem visitar a casa.

Nos casos mais graves, por exemplo quando o gato sofre de uma fobia ou um síndrome de privação sensorial, será indicado acudir a um etólogo, um médico veterinário especialista em comportamento animal e psicologia felina.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que o meu gato se esconde quando vem gente?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.