Por que o meu cachorro cheira mal?

Por que o meu cachorro cheira mal?

Em primeiro lugar é preciso ter uma coisa bem clara, embora a gente goste de perfumes e colônias devemos nos acostumar à ideia de que um cachorro cheira a cachorro. Emitem secreções odorosas, com um odor particular, que são muito necessárias para comunicar com outros cães.

As zonas que cheiram pior são as orelhas, o ânus e as almofadas das patas, ou seja, por vezes uma simples escovagem ou um banho podem solucionar o problema.

Outras vezes o cheiro torna-se insuportável e pode vir acompanhado de outros problemas que são sintoma de alguma doença. Se alguma vez se perguntou por que o meu cachorro cheira mal neste artigo do Perito Animal damos-lhe a resposta.

Glândulas anais

Por que o meu cachorro cheira mal e arrasta tanto o rabo pelo chão? Isso acontece porque o seu cachorro pode ter um problema nas suas glândulas anais e por isso emite esse cheiro tão desagradável. Estas glândulas são umas bolsas localizadas em ambos os lados do ânus que expulsam um líquido gorduroso e muito odoroso, que servem para facilitam a expulsão das fezes e para comunicarem entre eles.

Às vezes, quando esse líquido não se esvazia bem e se acumula pode emitir um odor mais intenso e desagradável, além de provocar dora ao animal e, inclusivamente, infecções. Poderá reparar como o seu cachorro arrasta o seu rabo insistentemente e lambe essa região para acalmar a dor. É importante que saiba como tratar as glândulas anais inflamadas para solucionar o problema o quanto antes.

Higiene bucal

Tal como as pessoas, os cachorros devem ter uma correta higiene bucal para evitar problemas. Quando não se leva a cabo esta tarefa o cachorro pode ter halitose causada pela acumulação de tártaro e pode, inclusivamente, chegar a ter uma infecção.

Um mau hálito também pode ser sintoma de outros problemas mais graves como diabetes ou problemas gastrointestinais, entre outros. Se quer saber mais sobre por que o seu cachorro tem mau hálito continue navegando pelo Perito Animal.

Otites

A otite canina é uma doença muito comum e é facilmente detectável, quer seja porque o cão sente desconforto e tenta acalmar-se coçando a orelha com insistência ou sacudindo constantemente. Além disso, terá os ouvidos mais vermelhos que o normal e pode apresentar muita cera e inclusivamente secreção com pus.

Quando começar a notar mau cheiro nos seus ouvidos significa que a otite está muito avançada. É importante não chegar a este ponto e tratá-la antes para evitar problemas mais graves, como a surdez.

Infecções na pele

Muitas vezes o cheiro do cachorro, como já dissemos, é normal mas por vezes fica muito intenso. No entanto o nosso amigo peludo não tem uma otite e tem uma correta higiene bucal, então por que o meu cachorro cheira mal? A resposta pode ser alguma doença na pele que nunca se tenha dado conta.

Algumas infecções bacterianas ou alergias podem provocar um cheiro forte e além disso podemos perceber que o cachorro tem desconfortos como ardor e coceira. Se acredita que pode existir algum problema na pele do seu cachorro não duvide em visitar o veterinário o quanto antes.

Gases

Por vezes não se trata de o nosso cachorro cheirar mal, e sim do fato de ele ter muita flatulência. Isto pode ser causado por uma má alimentação ou por algum problema estomacal ou intestinal. Se o nosso cachorro solta demasiados puns é importante medicá-lo para que a acumulação de gases não lhe provoque uma torção gástrica.

Higiene

Há que dar banho aos cachorros, pelo menos, uma vês por mês para que estejam asseados e saudáveis. Além disso, deve escová-lo regularmente para eliminar o pó e a sujidade que pode causar mau cheiro. Lembre-se que um pelo embaraçado e cheio de nós agarra melhor as substâncias que provocam esse fedor desagradável.

No entanto, lembre-se que, apesar de adorar que o cachorro cheire a xampu, não deve dar-lhe banho em excesso. A não ser que seja um odor exagerado não tem porque se preocupar, trata-se do cheiro natural a cão!

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que o meu cachorro cheira mal?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.