Peritonite Infecciosa Felina (PIF) - Tratamento

Peritonite Infecciosa Felina (PIF) - Tratamento

Os gatos são, junto com os cachorros, os animais de companhia por excelência e um dos traços mais destacáveis dos felinos é a sua independência, no entanto, estes animais também são muito afetuosos e precisam igualmente de cuidados, para assim garantir um completo estado de bem-estar.

Como qualquer outro animal, os gatos são susceptíveis de contrair múltiplas doenças e um bom número destas são de origem infecciosa, por isso é fundamental saber identificar os sintomas de certas patologias que requerem tratamento urgente.

Neste artigo do PeritoAnimal falamos da peritonite infecciosa felina, assim como do tratamento necessário para esta doença.

O que é a Peritonite Infecciosa Felina

A Peritonite Infecciosa Felina, também conhecida como PIF, ou FIP (sigla em inglês) é a causa de morte mais frequente em gatos por doença infecciosa.

Esta patologia é uma reação errónea do sistema imunológico e a hipótese mais aceite é que é causada pelo coronavírus felino. Em condições normais o sistema imunológico do gato é capaz de eliminar completamente o vírus, mas em alguns casos a reação dos sistema imunológico é anómala, o vírus não se elimina e acaba causando peritonite.

O termo "peritonite" indica inflamação do peritônio, que é a membrana que recobre as vísceras abdominais, no entanto, quando falamos de peritonite infecciosa felina, referimo-nos a uma vasculite, ou seja, uma inflamação dos vasos sanguíneos.

Como se transmite a Peritonite Infecciosa Felina

Esta doença pode chegar a ser comum em grandes grupos de gatos, no entanto, também são susceptíveis de se infectarem os gatos domésticos que têm contacto com o exterior de forma habitual.

O vírus que causa a peritonite em gatos infecta o organismo do felino por inalação ou ingestão do agente patogênico, que se encontra em fezes e superfícies contaminadas.

Quais são os sintomas da Peritonite Infecciosa Felina

Os sintomas da peritonite em gato dependerá vos vasos sanguíneos afetados assim como dos órgãos aos quais estes forneçam sangue e nutrientes, além disso, podemos distinguir duas formas de doença, uma aguda e outra crônica.

Sintomas de Peritonite Infecciosa Felina efusiva ou úmida (aguda):

  • O fluído sai dos vasos sanguíneos danificados causando edemas
  • Abdômen inchado
  • Tórax inchado com diminuição da capacidade pulmonar
  • Dificuldade respiratória

Sintomas de Peritonite Infecciosa Felina seca ou não efusiva (crônica):

  • Perda de apetite
  • Perda de peso corporal
  • Pelo em mau estado
  • Icterícia (coloração amarela das mucosas)
  • Alterações da cor da íris
  • Manchas marrom no globo ocular
  • Sangramento ocular
  • Falta de coordenação nos movimentos
  • Tremores

Se observar no seu gato qualquer destes sintomas deve recorrer de forma urgente ao veterinário para que possa confirmar um diagnóstico.

Diagnóstico da Peritonite Infecciosa Felina

O diagnóstico definitivo desta doença, pode unicamente ser realizado através de uma biópsia ou depois da morte do animal, no entanto, o veterinário solicitará uma análise de sangue para avaliar os seguintes parâmetros:

  • Relação albumina: globulina
  • Nível de proteína AGP
  • Anticorpos contra o coronavírus
  • Nível de leucócitos

A partir dos resultados obtidos o veterinário poderá confirmar o diagnóstico de Peritonite Infecciosa Felina.

Tratamento da Peritonite Infecciosa Felina

A Peritonite Infecciosa Felina considera-se uma doença incurável embora ocasionalmente se observe uma remissão da mesma, por isso podem ser usadas diversas ferramentas terapêuticas no seu tratamento.

Dependendo de cada caso em concreto, o veterinário poderá usar as seguintes medidas:

  • Dieta altamente nutritiva com complementos nutricionais ricos em vitaminas e minerais
  • Fármacos corticoesteroides para suprimir a resposta imune do gato
  • Fármacos antivirais para diminuir a carga viral (Interferón Omega Felino)
  • Fármacos antibióticos para impedir infecções oportunistas como consequência da supressão do sistema imunológico.
  • Esteroides anabolizantes para aumentar o apetite e impedir a perda de massa muscular.

Lembre-se que o veterinário é a única pessoa capacitada para lhe recomendar um determinado tratamento e também será o mesmo o que pode oferecer um prognóstico, o qual irá variar dependendo de cada caso.

Podemos prevenir a Peritonite Infecciosa Felina?

Umas das ferramentas preventivas mais eficazes é o controlo daqueles gatos que já tenham sido diagnosticados com Peritonite Infecciosa Felina, este controlo deve basear-se em uma ótima higiene dos acessórios do gato e do meio envolvente do mesmo, tal como uma restrição das saídas para o exterior.

Apesar de ser verdade que existe uma vacina contra a Peritonite Infecciosa Felina, os estudos que avaliam a eficácia desta não são conclusivos e em alguns casos não se recomenda a aplicação. O seu veterinário pode avaliar a administração desta no seu gato.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Peritonite Infecciosa Felina (PIF) - Tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças virais.