O que fazer se o meu cachorro mordeu um sapo

O que fazer se o meu cachorro mordeu um sapo

Se o seu cachorro mordeu um sapo e está preocupado fez bem em procurar informação sobre esse tema. A intoxicação por um sapo é uma das mais frequentes no caso dos cachorros que vivem em sítio ou no campo.

Trata-se de uma urgência veterinária que pode afetar o sistema nervoso existindo episódios leves de falhas respiratórias e inclusivamente podem levar à morte do seu animal de estimação.

Se tem a certeza de que o seu animal de estimação está intoxicado recorra o quanto antes a um centro veterinário. Se tem dúvidas, continue lendo para descobrir o que fazer se o meu cachorro morder um sapo.

O sistema defensivo do sapo comum

O sapo tem na sua pele umas glândulas secretoras que produzem um líquido tóxico ou irritante. Por trás dos olhos segregam outra substância tóxica numa glândula chama parótida e além disso produzem veneno por todo o seu corpo.

O veneno para ser perigoso deve entrar em contato com as mucosas, boca ou olhos, mas assim que penetrar na corrente sanguínea começa a produzir distúrbios circulatórios e do sistema nervoso.

Sistema de envenenamento por intoxicação de um sapo

O fato de o sapo de mexer lentamente e emitir ruídos sonoros provoca um interesse no seu cachorro, que tentará caçá-lo ou brincar com ele. Se viu um sapo por perto e o seu pet demonstra os seguintes sintomas não perca mais tempo, pode tratar-se de um intoxicação:

  • Convulsões
  • Debilidade muscular
  • Tremores
  • Confusão mental
  • Diarreia
  • Movimentos musculares
  • Dilatação da pupila
  • Salivação abundante
  • Tonturas
  • Vômitos

Continue lendo este artigo sobre o que fazer se o seu cachorro morder um sapo para saber quais são os primeiros socorros e qual será a atuação do veterinário.

Primeiro socorros

Se acredita que o seu cachorro mordei ou lambeu um sapo é muito importante não perder tempo. Abra-lhe a boca e lave a língua do seu cachorro para remover possíveis toxinas que ainda não tenha engolido. Se tiver suco de limão à mão será ainda mais eficaz uma vez que este satura as papilas gustativas e reduz a absorção do veneno.

Não perca tempo e recorra o quanto antes a um veterinário que tratará os sintomas e tentará manter o seu animal de estimação o mais estável possível. Durante o transporte tente evitar que o cachorro se mexa ou fique nervoso.

Desconfie sempre de alguns remédios caseiros ou truques para este problema pois trata-se de uma intoxicação que pode chegar a ser grave tendo como consequência a morte do animal.

Tratamento diante de uma intoxicação

Assim que chegar às urgências do centro veterinário, os profissionais irão tentar parar os sintomas e oferecer um equilíbrio eletrolítico. O fundamental é que o seu cão sobreviva. Diante das convulsões irão utilizar barbitúricos ou benzodiazepinas e também tentarão controlar os outros sintomas como a salivação e espasticidade.

Também vão aplicar líquidos intravenosos e os medicamentos necessários para esse caso em concreto.

Depois de o estado do cachorro estar controlado ele irá receber oxigênio até alcançar os sinas fisiológicos constantes e permanecerá em observação até que todos os sintomas entrem em remissão.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O que fazer se o meu cachorro mordeu um sapo, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.