O coronavírus e os gatos - O que sabemos sobre a Covid-19

O coronavírus e os gatos - O que sabemos sobre a Covid-19

A atual situação de pandemia causada pelo novo coronavírus, que tem origem animal, despertou uma infinidade de dúvidas em todas as pessoas que desfrutam da companhia de um gato e outros animais de estimação em suas casas. Os animais transmitem Covid-19? Será que gato pega coronavírus? Cachorro transmite coronavírus? Essas perguntas têm aumentado devido às notícias de contagios de gatos domésticos e felinos alojados em zoológicos em diferentes países.

Sempre nos baseando nas evidências científicas disponíveis até o momento, neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar a relação dos gatos e o coronavírus e se os gatos podem ter coronavírus ou não, e se podem transmití-lo para as pessoas. Boa leitura.

O que é a COVID-19?

Antes de determinar se os gatos podem ter coronavírus, vamos discutir brevemente alguns conceitos básicos sobre esse novo vírus. Especificamente, seu nome é SARS-CoV-2, e o vírus causa uma doença chamada Covid-19. É um vírus pertencente a uma família bem conhecida desses patógenos, os coronavírus, capazes de afetar diversas espécies, como porcos, gatos, cachorros e também humanos.

Esse novo vírus é semelhante ao presente em morcegos e supõe-se que ele tenha afetado os humanos por meio de um ou mais animais intermediários. O primeiro caso foi diagnosticado na China em dezembro de 2019. Desde então, o vírus se espalhou rapidamente entre pessoas em todo o mundo, apresentando-se de forma assintomática, causando sintomas respiratórios leves ou, em uma porcentagem menor de casos, mas não menos preocupante, graves problemas respiratórios que alguns pacientes são incapazes de superar.

Os gatos e o coronavírus - Casos de contágio

A nova doença Covid-19 pode ser considerada uma zoonose, o que significa que foi transmitida de animais para humanos. Nesse sentido, uma série de dúvidas surgiram: animais transmitem Covid-19? Gato pega coronavírus? Gato transmite Covid-19? Essas são as mais comuns relacionadas a gatos e o coronavírus que temos recebido no PeritoAnimal.

Nesse contexto, o papel dos gatos vem ganhando importância nos últimos dias e tem sido questionado se os gatos podem ter coronavírus. Isso se deve ao fato de que algumas notícias que relatam a descoberta de felinos doentes. O primeiro caso de um gato com coronavírus foi na Bélgica, que não apenas testou positivo para o novo coronavírus em suas fezes, como também sofreu sintomas respiratórios e digestivos. Além disso, outros felinos, tigres e leões, supostamente positivos, foram relatados em um zoológico de Nova York, mas apenas uma tigresa foi testada. Nesse caso, alguns deles apresentavam sinais respiratórios da doença.

No Brasil, o primeiro caso de gato com coronavírus (contagiado pelo vírus Sars-CoV-2) foi divulgado no início de outubro de 2020 em Cuiabá, no Mato Grosso. O felino contraiu o vírus de seus tutores, um casal e uma criança que estavam contaminados. No entanto, o animal não apresentou sintomas da doença.[1]

De acordo com a Agência de Controle de Ddrogas e Alimentos e os Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos (FDA e CDC, respectivamente), o ideal é que, durante a pandemia em que vivemos, evitemos expor nossos companheiros peludos a outras pessoas que não moram em sua casa para que eles também não corram nenhum tipo de risco.

Os relatos de contágio do novo coronavírus entre animais são considerados extremamente baixos até então. E neste outro artigo do PeritoAnimal você vai ver que cachorro pode detectar o coronavírus.

Os gatos podem contagiar humanos com Covid-19? - Estudos realizados

Não. Todos os estudos divulgados até agora afirmam que gatos não transmitem o coronavírus que causa a Covid-19. Um amplo estudo publicado no início de novembro de 2020 confirmou que os cachorros e gatos podem sim ser infectados pelo coronavírus do tipo Sars-CoV-2, mas que eles não podem contagiar humanos.[2]

Segundo o veterinário Hélio Autran de Morais, que é professor do Departamento de Ciências e diretor do hospital veterinário da Universidade do Oregon, nos Estados Unidos e liderou a maior revisão científica feita sobre o tema até agora, os animais podem se tornar reservatórios do vírus, mas não contagiar pessoas.

Ainda de acordo com a revisão científica, que foi publicada na revista Frontiers in Veterinary Scince, há casos de hamster e visons que também foram contagiados e que a reprodução do vírus em cachorros e gatos é muito pequena. Segundo ele, até agora há registros de apenas nove gatos com coronavírus estudados e todos apresentam sintomas leves da doença.

O contágio do coronavírus entre animais

Outros estudos já vinham apontando que os gatos podem contrair o coronavírus e inclusive infectar outros gatos saudáveis. Nesse mesmo estudo, os furões se encontram na mesma situação. Por outro lado, em cachorros, a suscetibilidade é muito mais limitada e outros animais, como porcos, galinhas e patos, não são nada suscetíveis.

Mas nada de pânico. O que as autoridades de saúde afirmam a partir dos dados coletados até o momento é que os gatos não têm relevância para a Covid-19. Atualmente, não há evidências de que animais de estimação transmitam a doença para humanos.

Ainda assim, é recomendável que as pessoas positivas para o coronavírus deixem seus gatos sob os cuidados de familiares e amigos ou, se não for possível, mantenham as diretrizes de higiene recomendadas para evitar contagiar o felino.

O coronavírus felino, diferente do vírus que causa a Covid-19

É verdade que os gatos podem ter coronavírus, mas de outros tipos. Por isso é possível ouvir falar sobre estes vírus no contexto veterinário. Eles não se referem ao SARS-CoV-2 ou Covid-19.

Durante décadas, sabe-se que um tipo de coronavírus, muito difundido em gatos, causa sintomas a nível digestivo, e que geralmente não é grave. Contudo, em alguns indivíduos, esse vírus sofre mutação e é capaz de desencadear uma doença muito grave e mortal conhecida como PIF, ou peritonite infecciosa felina. De toda forma, nenhum desses coronavírus felinos têm relação com a Covid-19.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O coronavírus e os gatos - O que sabemos sobre a Covid-19, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças virais.

Referências
  1. FOLHA DE S. PAULO. Pesquisadores identificam primeiro gato com coronavírus no Brasil. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2020/10/pesquisadores-identificam-primeiro-gato-com-coronavirus-no-brasil.shtml>. Acesso em 12 de novembro de 2020.
  2. JORNAL O GLOBO. Cães e gatos não têm papel na transmissão da Covid-19, afirma veterinário brasileiro que atua nos EUA. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus/caes-gatos-nao-tem-papel-na-transmissao-da-covid-19-afirma-veterinario-brasileiro-que-atua-nos-eua-24730005>. Acesso em 12 de novembro de 2020.
Bibliografia
  • Avepa. (2020). Nota de prensa: gatos y coronavirus. Disponível em: https://www.avepa.org/index.php/37-latest-news/275-consejos-para-los-clinicos-de-pequenos-animales-durante-el-brote-de-covid-21. Acesso em 12 de novembro de 2020.
  • Organização Mundial de Saúde.
  • Organización Mundial de Sanidad Animal.
  • Shi et al. (2020). Susceptibility of ferrets, cats, dogs, and different domestics animals to SARS-coronavirus-2. Disponível em: https://www.biorxiv.org/content/10.1101/2020.03.30.015347v1.
  • Zhang et al. (2020). SARS-CoV-2 neutralizing serum antibodies in cats: a serological investigation. Disponível em: https://www.biorxiv.org/content/10.1101/2020.04.01.021196v1. Acesso em 12 de novembro de 2020.