Meu cachorro ficou agressivo depois da castração - Causas e soluções

Meu cachorro ficou agressivo depois da castração - Causas e soluções

Alguns tutores que decidem castrar o cachorro fazem isso pensando que a cirurgia será a solução para resolver a agressividade que ele já tenha manifestado em algum momento. No entanto, podem ficar surpresos quando, após a operação, o comportamento agressivo não diminui. Na verdade, a mudança de comportamento pode até mesmo ocorrer em cães que antes não eram agressivos.

Neste artigo do PeritoAnimal, em colaboração com a iNetPet, analisamos as causas deste comportamento, bem como as soluções mais adequadas para este importante problema. É essencial enfrentá-lo desde o início, devido ao risco que representa para todos. Descubra por que seu cachorro ficou agressivo depois da castração e o que fazer a respeito.

O que é a agressividade canina

Quando falamos de agressividade em cães, estamos nos referindo a comportamentos que representam uma ameaça à integridade de outros animais ou mesmo de pessoas. É o problema de comportamento mais grave que podemos encontrar por causa do perigo que representa. Um cachorro com comportamento agressivo rosna, mostra seus dentes, aperta os lábios, coloca as orelhas para trás, arrepia o pelo e até pode morder.

A agressão surge como resposta de um cão a uma situação que lhe causa insegurança ou conflito e sua reação tem a intenção de assumir o controle. Em outras palavras, ele aprende que uma reação agressiva o liberta do estímulo que ele sente como uma ameaça. O sucesso com esta atitude, além disso, reforça o comportamento, ou seja, é mais provável que ele o repita. Como é fácil de adivinhar, o comportamento agressivo é uma das causas mais comuns de abandono de cães.

Causas da agressão canina

Existem múltiplas causas que podem estar por trás da agressividade demonstrada por um cachorro, tais como o medo ou a defesa de recursos. O comportamento agressivo também pode ocorrer quando os machos brigam por uma cadela no cio ou, inversamente, quando as cadelas competem por um único macho. É por isso que a castração está frequentemente associada ao controle da agressão, embora, como podemos ver, não seja a única causa.

Ao castrar um cachorro, ele deixa de ser agressivo?

O hormônio testosterona pode atuar como um incentivo para certos comportamentos agressivos. Na castração, os testículos do cachorro e ovários da cadela são removidos, e muitas vezes o útero também é removido da cadela. Portanto, a castração só pode afetar os chamados comportamentos sexualmente dimórficos, que são aqueles comportamentos que dependem da ação dos hormônios sexuais sobre o sistema nervoso central. Um exemplo é a marcação de território ou agressão intrasexual, ou seja, em relação a animais do mesmo sexo.

Nas fêmeas, a castração pode evitar a agressividade que ocorre durante o período materno, pois elas não poderão se reproduzir, enfrentar outras fêmeas para um macho ou sofrer gravidez psicológica. Em qualquer caso, deve-se observar que os resultados são altamente variáveis entre os animais e a castração não pode ser considerada como uma garantia absoluta de resolução de comportamentos como os mencionados, pois eles também são influenciados pela experiência anterior do animal, sua idade, circunstâncias, etc.

Por outro lado, se você quer saber quanto tempo depois de castrado o cachorro fica mais calmo, é importante destacar que os efeitos podem levar alguns meses para se manifestarem, pois este é o tempo que leva para que o nível de testosterona diminua.

Por que meu cachorro ficou agressivo depois da castração?

Se castramos nosso cachorro e assim que chegamos em casa percebemos que ele está agressivo, isso não precisa necessariamente estar relacionado a um problema de comportamento. Alguns cães voltam para casa estressados, ainda desorientados e sentindo dor e uma reação agressiva pode ser simplesmente devida a esta situação. Esta agressividade deve desaparecer dentro de alguns dias ou melhorar com analgésicos.

Por outro lado, se o cachorro já demonstrava agressividade relacionada ao comportamento sexual dimórfico, uma vez castrado e após alguns meses, pode-se esperar que o problema esteja sob controle. Em qualquer caso, outras medidas são sempre recomendadas. Mas, especialmente nas cadelas, a castração pode aumentar suas reações agressivas. Este é um problema mais comum em cadelas que foram esterilizadas muito jovens, quando têm menos de seis meses de idade. Considera-se que estas cadelas são mais propensas a reagir agressivamente a estranhos ou, se eram agressivas antes da operação, seu comportamento agressivo se agrava.

Isso se explica pelo fato de que os estrogénios e progestagênios ajudam a inibir a agressividade em cadelas. Removê-los também acabará com a inibição, ao mesmo tempo em que aumentará o testosterona. Daí a controvérsia em torno da castração de cadelas agressivas. Em qualquer caso, se um cão fica agressivo após uma cirurgia, provavelmente é uma agressividade que nada tem a ver com os hormônios sexuais que foram removidos.

O que fazer se meu cachorro ficou agressivo depois da castração?

Se a agressividade após a castração for devida ao estresse sofrido pela operação ou à dor que o cão sente, como dizemos, ele irá diminuir à medida que o animal recupere sua estabilidade e normalidade. Portanto, a melhor coisa a fazer é deixá-lo em paz e não puni-lo ou repreendê-lo, mas ignorá-lo. É essencial não reforçar este comportamento para impedir que ele interprete que está atingindo um objetivo desta forma.

Entretanto, se a causa é outra e o cachorro já era agressivo antes da operação, é necessário agir. Nunca se deve permitir que a agressividade canina se torne lugar comum. Pelo contrário, deve ser tratada logo desde o início. Ela não irá se resolver "com o tempo", como provavelmente aumentará e pode ter consequências muito negativas para a segurança de outros animais ou mesmo de pessoas. Se o cachorro perceber que a agressividade funciona para ele, será cada vez mais difícil erradicar este comportamento.

Antes de mais nada, devemos levá-lo ao veterinário. Há algumas doenças que têm a agressividade como um de seus sinais clínicos. Mas se o veterinário determinar que nosso cão está completamente saudável, é hora de ir a um profissional de comportamento canino, como um etólogo. Ele ficará encarregado de avaliar nosso amigo peludo, procurando a causa do problema e propondo as medidas necessárias para resolvê-lo.

Resolver a agressividade de nosso cachorro após a castração, e antes da operação, é uma tarefa na qual, como cuidadores, devemos estar envolvidos. É por isso que pode ser tão interessante utilizar um aplicativo como o iNetPet, pois ele não só permite nos comunicarmos em tempo real com o um adestrador, mas também facilita o contato do adestrador diretamente com o veterinário, sempre que ele precisar. Isso auxilia o monitoramento do cachorro e a implementação de medidas de tratamento. A agressividade pode ser resolvida, mas requer tempo, perseverança e o trabalho conjunto de profissionais e família.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu cachorro ficou agressivo depois da castração - Causas e soluções, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.