Partilhar

Mau hálito em cachorro: causas e prevenção

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 16 dezembro 2019
Mau hálito em cachorro: causas e prevenção

Ver fichas de  Cachorros

Com certeza que já aconteceu alguma vez o seu cachorro ter bocejado e você ter percebido que da sua boca sai um cheiro desagradável, conhecido como halitose. Como tirar mau hálito de cachorro? Sobre isso, trazemos algumas informações das causas e formas de prevenção.

A halitose ou mau hálito é um mal comum em cachorros, que nem sempre significa algo de grave, já que não é, necesariamente, sinal de doenças. Na maioria das vezes, o cachorro com bafo precisa apenas de medidas simples de higiene e de uma alimentação balanceada.

Se o seu pet sofre com esse problema, é importante saber qual a causa. Caso seja um problema de saúde, é necessário procurar um especialista para resolver este problema desagradável e garantir a saúde do seu pet. Por isso, neste artigo do PeritoAnimal vamos ajudá-lo com dicas para prevenir o mau hálito canino.

Causas do mau hálito canino

Cachorro com mau hálito pode ser consequência de:

  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Doenças endodônticas;
  • Cáries;
  • Fatores de higiene;
  • Alimentação incorreta;
  • Transtornos patológicos.

Continue lendo para saber mais sobre cada uma dessas possíveis origens do mau hálito em cachorro.

Gengivite

É causada pelo acúmulo de placas bacterianas na gengiva do cachorro. Esta é uma das principais causas de perdas de dentes nos cães. São causadas pela falta de higiene bucal e podem modificar a cor da gengiva de rosa para roxo. O mau hálito e sangramentos na gengiva são alguns dos sintomas.

Periodontite

Caso a gengivite ou tártaros não sejam tratados no cachorro, ela pode se transformar na periodontite, um problema mais grave que atinge geralmente os cães das raças pequenas. Pode aparecer entre os 4 a 6 anos do cachorro e, se não for tratado corretamente, ele pode perder o dente. A periodontite pode ser amenizada com limpezas frequentes, ou em alguns casos com cirurgia, através de extrações.

Assim como os humanos, os cachorros precisam da prática da higiene bucal diária. Com as informações certas dadas por um veterinário, você pode cuidar muito bem da boca do seu cão. Conheça as dicas para cuidar dos dentes do seu cachorro nesse artigo.

Cáries

Mesmo sendo incomum nos cachorros, a cárie pode ocorrer assim como acontece com os humanos. Ela pode ser encontrada na superfície dos molares dos cães e pode ser tratada com ajuda de um profissional especializado.

Doença Endodôntica

Pode ser causada por traumas nos dentes. Um acidente ou uma mordida em algum objeto inadequado podem causar a lesão nos dentes. Uma cárie também pode evoluir para a doença e ser necessária a realização de um canal. Como sintomas, além do mau hálito, o cachorro pode apresentar sensibilidade nos dentes que, além disso, podem sofrer alteração a nível de cor.

Fatores de higiene e alimentação

A halitose é geralmente causada por uma higiene bucal insuficiente e/ou por hábitos alimentares pouco saudáveis. Para saber com alimentar o seu cachorro corretamente, confira o artigo Alimentação de cachorro: tipos e benefícios.

Transtornos patológicos

A halitose também pode ser causada por infecções bucais, como também por doenças do fígado, rins ou aparelho digestivo. Nestes casos, o mau hálito está associado aos sintomas típicos da doença que está causando este alerta, sendo imprescindível consultar um veterinário para obter o diagnóstico correto.

Sinais graves na halitose canina

Os sinais de alerta que podem indicar uma condição ruim do pet são:

  • Cheiro doce ou frutado, pode indicar cetose devido a diabetes.
  • Mau hálito acompanhado de gengivas ou olhos amarelos.
  • Mau hálito acompanhado de vômitos ou diarreia.
  • Falta de apetite e halitose pode indicar infecção bucal.

Se você observar qualquer um destes sintomas, não hesite em consultar um veterinário para que ele analise o estado dos dentes do seu cachorro e possa realizar uma limpeza bucal, se for necessário.

Na ausência de doenças, você pode tratar o mau hálito de forma natural e simples, atuando sobre a alimentação, a complementação nutricional e a limpeza bucal do nosso cachorro. Continue lendo, pois explicaremos como tirar o bafo do cachorro.

Como tirar mau hálito de cachorro

Para saber como tirar o bafo do cachorro, é importante agir sobre a alimentação já que, muitas vezes, o animal pode ter sido habituado a hábitos nutricionais menos saudáveis.

Siga os seguintes conselhos para combater o mau hálito canino da alimentação:

  • Uma dieta rica em carne pode causar mau hálito, devido aos restos de alimentos que ficam nos d artigo para entes. Esses restos posteriormente são atacados por bactérias, o que causa o mau cheiro. Não perca esse
  • Escolha sempre a ração seca, deixando a comida enlatada para ocasiões esporádicas. Isto porque a ração seca é o alimento que deixa menos resíduos nos dentes, além disso os pedaços da ração secos previnem a formação de tártaro e placa bacteriana.
  • O recipiente da comida deve estar sempre limpo, se ficarem restos de comida, pode acontecer um processo de putrefação que contribui negativamente para a halitose do cachorro quando ele volta a comer.
  • Além de equilibrar a alimentação do seu pet, você pode optar por complementos nutricionais que ajudam a prevenir o mau hálito canino. Neste caso, quando falamos de complementos nutricionais, estamos nos referindo a aperitivos para cachorros que contêm substâncias boas para manter uma higiene bucal adequada. Além disso, esses produtos são gostosos para os cachorros, tanto pelo seu formato como pelo seu sabor.
  • Você também pode usar brinquedos específicos para cachorros feitos com borracha natural, que são adequados para manter os dentes limpos.

A limpeza bucal do cachorro

Todos nós estamos conscientes de que é necessário dar banho ao nosso cachorro, aparar as unhas, manter o seu pelo em bom estado, entre outros cuidados. Tudo isto faz parte de uma rotina higiênica que não podemos deixar de lado. O principal problema é que, muitas vezes, a limpeza bucal fica fora da rotina, quando deveria ser tão frequente quanto os outros cuidados.

Um dos melhores conselhos para prevenir a halitose em cães é incluir a limpeza bucal na rotina de higiene do cachorro. Para isso, você precisa usar uma escova de dentes. Inicialmente, por um período curto de tempo durante as primeiras vezes, especialmente se ele não estiver gostando, até acostumar o cão.

É fundamental não usar uma pasta de dentes de humanos, pois contêm flúor, que é venenoso para os cachorros. Em qualquer loja de animais você pode encontrar uma pasta de dentes e uma escova adequada para o seu pet.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Mau hálito em cachorro: causas e prevenção, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Higiene dental.

Bibliografia

Vídeos relacionados com Mau hálito em cachorro: causas e prevenção

1 de 3
Vídeos relacionados com Mau hálito em cachorro: causas e prevenção

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
érica
Minha cachorrinha é branca da raça shinauzer, ela está com muito tártaro e bastante mau hálito, fui informada que somente com a limpeza isso se resolveria, porém tenho muito medo da anestesia, pois já via casos do cachorro passar mau após a anestesia ou até mesmo o óbito. Existe outra maneira de resolver esse problema sem ter que anestesiar minha cachorrinha? Obrigada.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Érica! Hoje em dia a anestesia veterinária está muito evoluída e os fármacos são muito seguros. Existem sempre riscos, mas se a cachorrinha é jovem não existem quase riscos se ela estiver saudável à parte do problema dentário. De qualquer forma, o veterinário examinará a sua cachorrinha antes de a submeter a qualquer anestesia e não fará o procedimento se achar que existem demasiados riscos.
Leonardo cabreira
Gostaria de saber porque o poodle começa a perder o pelo. Dei vitaminas para ele, mas não houve melhoras.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Leonardo! O seu cachorro está com um problema dermatológico e deve ser visto o quanto antes por um médico veterinário para que diagnostiquem a origem do problema. Pode ser um problema de pele, sarna, alergias, ou mesmo um problema endócrino que provoque a queda do pelo. Só mesmo com as devidas provas se pode diagnosticas e iniciar um tratamento adequado.

Mau hálito em cachorro: causas e prevenção
Mau hálito em cachorro: causas e prevenção

Voltar ao topo da página