Frutas e legumes recomendados para cachorros

Frutas e legumes recomendados para cachorros

No seu habitat natural, o cachorro tem a carne como alimento principal, pois trata-se de um animal carnívoro. Através do alimento digerido por suas presas, o cão também absorveria os nutrientes e vitaminas proporcionados pelas frutas e legumes, bastante necessários para manter o seu organismo em perfeitas condições.

Visto que em nossa casa o cachorro não pode caçar e somos nós que lhe damos o alimento para sobreviver, devemos levar em conta quais são os nutrientes que nosso cachorro precisa, para que sabendo disso, possamos escolher a melhor dieta para ele. Os especialistas recomendam optar sempre por uma alimentação variada, composta por ração seca , em pequenas quantidades, frutas e legumes naturais.

Quais frutas cachorro pode comer? Quais são as verduras que cachorro não pode comer? Continue lendo e descubra no PeritoAnimal quais são as frutas e legumes recomendados para cachorros.

Benefícios das frutas e legumes para cachorros

No geral, as rações para cachorros de qualidade contam com as proteínas, vitaminas, minerais, gorduras e óleos que o nosso cachorro precisa de forma equilibrada. No entanto, também apresentam carências nutricionais que, a longo prazo, podem afetar a saúde do nosso cão, tais como a falta de fibra e antioxidantes.

É provável que você já tenha ouvido falar da importância que é para nós ingerir alimentos ricos em antioxidantes para eliminar os radicais livres e prevenir, assim, o envelhecimento prematuro.

No entanto, sabia que para os animais esses alimentos também são bastante benéficos? Uma falta de antioxidantes não vai afetar o cachorro em forma de rugas, mas a oxidação celular se manifesta através de lesões celulares que diminuem o seu sistema imunológico e favorece o aparecimento de doenças degenerativas próprias da velhice, doenças cardiovasculares ou câncer.

Por sua vez, a fibra ajuda a prevenir a prisão de ventre no nosso cachorro e na quantidade proporcional adequada, favorece o sistema digestivo. É importante ressaltar que a porcentagem que o nosso organismo precisa de fibra, não é a mesma necessidade do cachorro.

Os veterinários recomendam que a fibra não supere 3,5% da dieta, pois um excesso poderia resultar em uma obstrução do tubo digestivo, entre outros problemas. No entanto, consumida adequadamente pode ser bastante benéfica para o nosso cachorro.

Se a ração que oferecemos ao nosso cachorro não apresentar antioxidantes, nem fibra, a melhor forma de complementar sua alimentação é através das frutas e legumes crus. Além de suprir as carências da ração, quebramos com a rotina alimentar do nosso companheiro, oferecendo uma dieta variada que lhe ajudará a não enjoar rapidamente da comida, evitando assim, que ele deixe de comer a ração.

Frutas que cachorro pode comer

Embora existam muitas as frutas recomendadas para cachorros, vale salientar que nem todas as frutas que cachorro pode comer, pois muitas delas são altamente tóxicas para eles. As melhores frutas para cachorros são as seguintes:

  • Mirtilos. Uma das características mais destacadas dos mirtilos é que a fruta é rica em antioxidantes, sendo uma das melhores para prevenir o aparecimento de doenças relacionadas com o coração do nosso cachorro. Além disso, também são ricos em vitamina C e fibra. É importante lembrar de retirar as sementes que se encontram no seu interior antes de dar este alimento ao seu cachorro, pois estas podem lhe causar graves danos.
  • Maçã. Tanto pelas suas propriedades digestivas e adstringentes, ideais para tratar a diarreia em cachorros e outros problemas estomacais, quanto pela grande quantidade de vitamina C, cálcio e propriedades anti-inflamatórias, a maçã é uma das frutas que cachorro pode comer que faz muito bem. Antes de oferecer a fruta, lembre-se de a lavar bem, retirar o talo e as sementes. Se você quiser dar a maçã para tratar a diarreia, é melhor tirar a casca, mas se a quiser dar para combater a prisão de ventre, dê ao seu cachorro pedaços de maçã com casca.
  • Pera. 80% da sua composição é água, por isso o seu valor calórico é muito baixo. É uma fonte perfeita de fibra e potássio, que além de favorecer o trânsito intestinal, contribui com a prevenção das condições cardiovasculares. Cachorros com diabetes também podem se alimentar da pera.
  • Banana. Esta fruta contém uma grande quantidade de fibra insolúvel, mas a ingestão em excesso, pode provocar graves consequências no cachorro. Em quantidades muito pequenas, a banana pode ser bastante benéfica para ele e ajuda a combater a prisão de ventre, para aqueles que sofrem com o problema. Se o seu cachorro se encontra em perfeitas condições e, após a ingestão da banana, apresentar diarreia, elimine esta fruta da dieta dele.
  • Damasco e pêssego. Ambas as frutas são ricas em fibra solúvel e, por isso, favorecem a regulação do trânsito intestinal no nosso cachorro. Além disso, o sua grande quantidade de ferro, possibilita a prevenção do aparecimento de anemia. Essas frutas também são fontes naturais de antioxidantes e são compostas principalmente por água, por isso não promovem a obesidade no nosso cachorro. É recomendado retirar as cascas antes de oferecer essas frutas ao seu cachorro.
  • Morango. Tal como os Mirtilos, os morangos apresentam os melhores antioxidantes, por isso são ideais para manter a saúde da pele do seu cachorro e prevenir a oxidação celular. Além disso, são altamente benéficas para os seus ossos e contam com propriedades diuréticas e digestivas que melhoram o seu trânsito intestinal.
  • Melancia. Estão também são compostas principalmente por água, recomendadas em pequenas porções e sem sementes, pode ajudar ao nosso cachorro combater o calor corporal. Além disso, devemos oferecer a melancia com moderação pelo sua grande quantidade de frutose.
  • Melão. É uma excelente fonte de vitamina A e E, além de contar com fortes propriedades diuréticas e antioxidantes muito importantes para manter a saúde do nosso cachorro. Como as outras frutas citadas, devemos retirar as sementes e cortar a fruta em pedaços, antes de oferecer ao nosso fiel companheiro.

Legumes que cachorro pode comer

No geral, os melhores legumes para cachorros são os de folhas verdes, pela grande variedade de vitaminas que contêm, além das suas propriedades antioxidantes, fibra e muitos outros benefícios. No entanto, não são as únicas, pois dentro dos legumes bons para cachorros, existem outros ricos em betacarotenos, que fortalecem a imunidade, muito recomendados.

  • Espinafres. Este vegetal ajuda o nosso cachorro a regular o intestino, graças a sua quantidade de fibra. Além disso, é rico em vitaminas A, C, E, B e F. Devemos oferecer este legume ao nosso cachorro bem lavado, sem cozinhar e cortado em pedaços, isso é importante para evitar que o alimento possa ficar preso na garganta e provocar danos ao seu cãozinho.
  • Alface e repolho. Ambos os legumes são ricos em ferro, antioxidantes e contam com propriedades analgésicas e depurativas. Antes de dar ao cachorro estes legumes, também devemos lavá-los e cortá-los em pedaços para evitar uma possível asfixia.
  • Aipo. O aipo é altamente benéfico tanto para nós quanto para o nosso cachorro. Deve ser oferecido em quantidades moderadas, lavado e cortado aos pedaços. Também é um forte antioxidante natural, muito importante para manter a saúde do nosso cachorro em perfeitas condições. Além disso, é diurético, digestivo, anti-inflamatório e fortalece o sistema imunológico. É ideal para cachorros com artrite, pois ajuda na redução da dor. Pode dar este legume na sua versão natural, ou preparar um suco e oferecer ao seu cachorro uma vez por mês, pela manhã e em jejum.
  • Feijão verde e ervilhas. Ricas em vitaminas A e C, com propriedades antioxidantes, digestivas e sobretudo, energéticas. Estes legumes são altamente benéficos para o nosso cachorro em quantidades moderadas. Se o seu cachorro é um filhote que não costuma mastigar a comida, não lhe dê ervilhas, pois corre o risco de se engasgar.
  • Cenoura. Podemos dizer que são um dos melhores legumes para cachorros não apenas pelas suas propriedades antioxidantes, depurativas e digestivas, mas também pela sua capacidade de fortalecer os seus dentes. É recomendado que o tutor ofereça um bom pedaço de cenoura descascada ao seu cachorro, para que o ajude a eliminar placas bacterianas.
  • Abóbora. Está recomendada, sobretudo, para cachorros que sofrem de prisão de ventre. É rica em fibra, antioxidante e diurética. Devemos oferecem de forma moderada, sempre descascada, cortada em pedaços e sem sementes.

Como dar frutas e legumes para cachorro

Tal como referimos no início, os cachorros são animais carnívoros, portanto, as frutas e legumes devem ser um complemento para ajudar a suprir as carências da ração. Os especialistas e veterinários recomendam que 15% ou 20% da dieta do nosso cachorro seja composta por frutas e legumes, não mais que isso.

Devemos ter em conta que o organismo do cachorro não é igual ao nosso, por isso, não precisa das mesmas quantidades de alimentos que nós. Assim, se a nossa dieta deve ser composta por uma porcentagem considerável de frutas e legumes, a do cachorro não. O elevado grau de açúcar que as frutas contêm, por exemplo, não é recomendado para os cachorros tanto quanto é para nós, pois para os cachorros o açúcar em grande quantidade pode ser tóxico.

Se a ração que damos ao nosso cachorro já contém frutas e legumes, a quantidade destes alimentos crus deve ser menor. Se não for composta por estes produtos, então teremos de lhe dar cerca de 15% na sua versão natural. Como? Devemos dar a nosso cachorro todas as frutas descascadas e cortadas em pedaços, sem sementes nem caroços. Os legumes, por sua vez, terão que ser lavados e cortados em pedaços também, lembre-se que isso é essencial para evitar a asfixia do cachorro.

Não é recomendável dar mais de uma vez por semana frutas e legumes naturais, nem oferecer sempre o mesmo legume ou fruta. Devemos ir variando e intercalando.

Verduras que cachorro não pode comer

Algumas verduras podem ser muito tóxicas para o seu cãozinho. Caso ofereça qualquer um desses alimentos em grande quantidade, seu cachorro corre o risco de contrair doenças graves, podendo ter anemia profunda, por exemplo. Alguns alimentos são prejudiciais tanto para os cachorros, quanto para os humanos.

Algumas verduras que cachorro não pode comer:

  • Cebola
  • Batata
  • Folhas e Caules
  • Inhame
  • Alho

Frutas que não pode dar para cachorro

Algumas frutas, assim como o chocolate, possuem toxinas que podem causar sérias alterações no organismo do cachorro, como por exemplo alterações neurológicas, atrapalhar no funcionamento dos rins, além de prejudicar o coração deles.

Mesmo que algumas frutas sejam permitidas para alguns cachorros, nem todos vão tolerar as propriedades dessas frutas. Por isso, é fundamental que o tutor ofereça em pequenas quantidades para perceber como seu cãozinho reage com essa alimentação, caso não se adapte bem, suspenda imediatamente.

Algumas frutas que não pode dar para cachorro são:

  • Uvas
  • Açaí
  • Carambola
  • Abacate
  • Cítricos

Para conhecer a lista completa de frutas e legumes que você não deve oferecer ao seu pet, confira também o artigo Frutas e legumes proibidos para cachorro.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Frutas e legumes recomendados para cachorros, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas caseiras.

Bibliografia
  • “What Vegetables Can Dogs Eat?”. Wendy Newell. 2018, 13 August. Acessado em 28 de novembro de 2019. Disponível em: https://www.whole-dog-journal.com/food/what-vegetables-can-dogs-eat/
  • “What Fruits Can Dogs Eat?”. Sassafras Lowrey. 2018, 13 August. Acessado em 28 de novembro de 2019. Disponível em: https://www.whole-dog-journal.com/food/what-fruits-can-dogs-eat/
  • “Some food toxic for pets”. Natália Kovalkovičová, Irena Šutiaková, Juraj Pistl, Václav Šutiak. 2009, 28 Sep. Acessado em 28 de novembro de 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2984110/