Partilhar

É perigoso ter gatos durante a gravidez?

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. Atualizado: 13 novembro 2017
É perigoso ter gatos durante a gravidez?

Ver fichas de  Gatos

Sobre a questão: É perigoso ter gatos durante a gravidez? Existem muitas falsas verdades, desinformações, e "contos de fada".

Se tivéssemos que fazer caso de toda a antiga sabedoria dos nossos antecessores... muitos ainda acreditariam que a Terra é plana e o Sol gira à sua volta.

Continue a leitura deste artigo do Perito Animal, e veja por si mesma. Descubra se é perigoso ter gatos durante a gravidez.

Também lhe pode interessar: Sintomas de gravidez em gatas

Os animais mais limpos

Os gatos, sem sombra de dúvidas, são os animais de estimação mais limpos que podem conviver com as pessoas em casa. Isto já é um ponto muito importante a seu favor.

Os humanos, inclusivamente os mais limpos e higiênicos, são susceptíveis de se contagiarem entre si com doenças muito diversas. Do mesmo modo, os animais, inclusivamente os mais limpos e mais bem tratados, são capazes de contagiar doenças adquiridas por múltiplas vias aos seres humanos. Isto dito assim soa realmente mal, mas quando explicarmos o contexto adequado, ou seja, em forma percentual, a questão fica mais clara.

É o mesmo que dizermos que todos os aviões do planeta podem cair. Dito assim, parece mau, mas se explicarmos que os aviões são o meio de transporte mais seguro do mundo, estamos relatando uma realidade científica de muito contraste (apesar de que não se poder negar a primeira teoria).

Algo semelhante acontece com os gatos. É verdade que podem transmitir algumas doenças, mas na realidade é que contagiam as pessoas com muito menos doenças que outros pets, e inclusivamente me os que as doenças que os humanos transmitem entre si.

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - Os animais mais limpos

Toxoplasmose, a doença temida

A toxoplasmose é uma doença muito grave que pode provocar danos cerebrais e cegueira aos fetos das mulheres grávidas infetadas. Alguns gatos (pouquíssimos) são portadores da dita doença, tal como muitos outros animais de estimação, animais de fazenda, ou outras matérias de origem animal e vegetal.

No entanto, a toxoplasmose trata-se de uma doença que se transmite muito dificilmente. Em concreto, são estas as únicas possíveis formas de contágio:

  • Apenas se se manipularem as fezes do animal sem luvas.
  • Apenas se as fezes tiverem mais de 24 desde a sua deposição.
  • Apenas se as fezes pertencerem a um gato que esteja infetado (2% da população felina).

Caso não fossem o suficientemente restritivas as formas de contágio, além disso a grávida deveria levar os dedos sujos à boca, uma vez que apenas pode haver contágio através da ingestão do parasita Toxoplasma gondii, que é quem provoca esta doença.

De fato, a toxoplasmose contagia-se maioritariamente pela ingestão de carne infetada que foi mal cozinhada ou ingerida crua. Inclusivamente também podem haver contágio através de ingestão de alfaces ou outros vegetais que tenham estado em contato com fezes de cão, gato, ou qualquer outro animal portador da toxoplasmose e não se tenha lavado corretamente ou cozinhado esses alimentos antes de os comer.

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - Toxoplasmose, a doença temida

As grávidas e os pelos de gato

Os pelos de gato produzem alergia às mulheres grávidas alérgicas aos gatos. Este aspeto tenta mostrar com sentido de humor que o pelo do gato só produz alergia às mulheres que eram alérgicas antes da sua gravidez.

Segundo estimativas existe um total de 13 a 15%, de população alérgica aos gatos. Dentro dessa limitada franja de pessoas alérgicas existem diversos graus de alergia. Desde as pessoas em que apenas sofrem alguns espirros se tiverem um gato por perto (a grande maioria), até uma minoria de pessoas que lhes pode originar ataques de asma com a simples presença de um gato no mesmo cômodo.

Obviamente, as mulheres com um gru muito elevado de alergia aos gatos, se ficarem grávidas continuaram tendo problemas de alergia graves diante da presença de um gato. Mas supõe-se que nenhum mulher muito alérgica aos gatos que ao engravidar decida viver com um gato.

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - As grávidas e os pelos de gato

Os gatos podem magoar o bebê

Esta teoria tão tonta que encabeça este ponto, fica desmentida pelos imensos casos em que os gatos defenderam crianças pequenas, e não tão pequenas, de agressões por parte de cães ou outras pessoas. É exatamente o contrário que acontece: os gatos, sobretudo as gatas são muito dependentes das crianças pequenas, e preocupam-se muito quando elas adoecem.

Além disso, já se registaram situações em que foram precisamente os gatos quem avisaram as mães que algo aconteceu com os seus bebês.

É verdade que aos gatos e cachorros a chegada de um bebê a casa pode provocar durante umas horas um certo desconforto. Do mesmo modo que pode provocar uma sensação semelhante aos irmãos da criança recém chegada. Mas trata-se de uma circunstância natural e passageira que rapidamente desaparecerá.

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - Os gatos podem magoar o bebê

Conclusões

Suponho que depois da leitura deste artigo, tenha chegado à conclusão de que um gato é absolutamente inócuo para uma mulher grávida.

A única medida preventiva que se deve tomar por parte de uma mulher grávida se tiver um gato em casa, será abster-se de limpar sem luvas a caixa de areia do gato. O marido ou qualquer outra pessoa de casa deverá fazer a dita função durante o período da gravidez da futura mamãe. Mas a grávida também deverá abster-se de comer carne crua e terá que lavar muito bem os vegetais para as saladas.

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - Conclusões

Os médicos

É triste que ainda existam médicos que recomendem às mulheres grávidas que se desfaçam dos seus gatos. Este tipo de conselhos absurdos são um claro sinal de que o médico não está bem informado nem formado. Porque existe um imensidão de estudos médicos sobre a toxoplasmose que incidem nos vetores de contágio da doença, e os gatos são um dos mais improváveis.

É como se um médico desaconselhasse uma mulher grávida a andar de avião porque o avião poderia cair. Absurdo!

É perigoso ter gatos durante a gravidez? - Os médicos

Se deseja ler mais artigos parecidos a É perigoso ter gatos durante a gravidez?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre É perigoso ter gatos durante a gravidez?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

É perigoso ter gatos durante a gravidez?
1 de 7
É perigoso ter gatos durante a gravidez?

Voltar ao topo da página