Cuidados básicos com os animais de estimação

Cuidados básicos com os animais de estimação

Há muitas pessoas que querem incorporar um animal de estimação em suas vidas. É uma boa decisão desde que você possa oferecer todos os cuidados que o animal escolhido necessita para seu bem-estar. Portanto, para poder avaliar a aptidão como tutor, você tem que saber quais são esses cuidados básicos.

Neste artigo do PeritoAnimal, em colaboração com a iNetPet, revisamos o que levar em conta para uma convivência feliz e também descobrimos como as novas tecnologias podem nos ajudar a cuidar de nosso animal. Conheça os cuidados básicos com os animais de estimação e descubra se você pode assumí-los antes de adotar um.

Um lar adequado

Em primeiro lugar, é imprescindível que nossa casa seja adequada para o animal que queremos adotar. Por exemplo, em um apartamento pequeno não será a melhor ideia viver com mais de um gato, porque, se eles não cresceram juntos, podem surgir problemas devido à impossibilidade de ter seu próprio espaço. Além disso, são animais que precisam de arranhadores, lugares para subir, lugares abrigados para se esconder, etc.

Por outro lado, se optarmos pela adoção de um animal que requer uma gaiola, terrário ou aquário, é essencial que nos informemos para saber quais são as condições que estas instalações devem cumprir para manter o bem-estar animal.

Além da casa, devemos levar em conta o tempo que temos disponível para seus cuidados. Obviamente, levaremos mais horas por dia para cuidar de um cachorro do que de um peixe-dourado. Também teremos que pensar em soluções, como um canil ou hotel para cachorro, se alguma vez tivermos que estar ausentes como em viagens.

A melhor alimentação

Quando se trata de cuidados com animais de estimação, é essencial lembrar que cada espécie terá necessidades nutricionais específicas, que, além disso, geralmente variam ao longo de suas vidas. Um cachorro não comerá o mesmo que um cão adulto ou um animal doente do que um animal saudável. Felizmente, podemos encontrar no mercado alimentos adequados para todos os tipos de animais.

Para escolher a ração de melhor qualidade, a primeira coisa a fazer é conhecer as exigências nutricionais das espécies em questão e assim encontrar o produto que melhor se adapte. Por exemplo, a ração para cães ou gatos, como ambos são carnívoros, deve ser baseada em proteína animal, que pode ser suplementada com cereais, legumes, vegetais e frutas para obter carboidratos, vitaminas e minerais.

Em geral, devemos procurar alimentos 100% naturais, sem açúcares ou conservantes artificiais. Também é importante mapear vários estabelecimentos tanto físicos quanto online que possuam o alimento favorito de nosso animal.

A socialização e a educação

Tanto a educação quanto a socialização têm de ser incluídas entre os cuidados com os animais de estimação. A socialização, que é o processo pelo qual expomos o animal a todo tipo de estímulo para que se acostume a eles e não gerar estresse, é recomendada para qualquer espécie. Mesmo um hamster que não sai de casa deve se acostumar ao nosso manejo. Logicamente, a educação não será necessária para este pequeno roedor, mas será recomendada para outras espécies e completamente essencial se decidirmos adotar um cachorro.

Acima de tudo, se você não tem experiência em educação canina ou felina, uma boa ideia é inscrever-se em aulas para filhotes de cachorro, gato ou cães adultos dadas por profissionais ou centros de treinamento. Além disso, não perca nossos artigos:

  • Quando posso começar a adestar um filhote?
  • Como adestar um gato

Higiene básica

Entre os cuidados com os animais de estimação que são fundamentais está a manutenção de sua higiene. Escovar, cortar unhas, limpar orelhas e dentes ou banhos são alguns dos cuidados higiênicos básicos que devemos implementar com a regularidade que nosso animal precisa.

Em petshops especializadas podemos encontrar todos os acessórios necessários mas, em certos casos, por exemplo, se nosso cachorro for muito grande para ser lavado dentro de casa ou do apartamento ou se quisermos fazer uma tosa específica, teremos que solicitar um serviço especializado de uma petshop.

O cuidado com a saúde

Naturalmente, dentro dos cuidados dos animais básicos com os estimação estão aqueles relacionados com a manutenção de sua saúde. Todos os animais têm que ir regularmente ao veterinário, pelo menos uma vez por ano e sempre que apresentarem sinais compatíveis com qualquer doença. Também devemos estar preparados para acontecimentos imprevistos.

Além disso, cada espécie precisará de suas desparasitações internas e externas mensais e vacinas. O veterinário recomendará o que for essencial para nosso animal. Portanto, é melhor que encontremos um em quem confiamos e que tenhamos sempre à mão o número de telefone de um veterinário de emergência que trabalha fora do horário laboral para poder lidar com qualquer emergência.

Identificação do animal

Aos cuidados básicos que revisamos até agora, devemos acrescentar as obrigações legais que estão em vigor onde vivemos. Um exemplo é a implantação de um microchip de identificação de cães e gatos, para certos procedimentos, como viagens internacionais e, que, em breve, provavelmente se tornará obrigatório em todo o Brasil por lei.[1]

Portanto, antes de adotar um pet é necessário que nos informemos de todos os requisitos de acordo com as espécies com as quais vivemos. Além disso, uma boa ideia para aqueles animais com acesso ao exterior é usar uma coleira com uma etiqueta de identificação no caso de se perderem ou sofrerem um acidente. Isso permitirá que sejam encontrados mais rapidamente.

Cuidados extras com os animais de estimação

Brinquedos, lanches, camas, coleiras e até roupas são alguns dos acessórios e serviços que podemos precisar para nosso animal de estimação e que nos ajudarão a completar seus cuidados básicos. Além disso, novas tecnologias nos oferecem ferramentas como o iNetPet, um aplicativo que nos permite ter controle total sobre todas as informações sobre o animal. Assim, oferece a possibilidade de armazenar todos os dados relacionados à sua saúde, adestramento, visitas ao tosador, alimentação, etc., em um único lugar, para que possamos acessá-los rapidamente e de qualquer lugar.

É uma maneira muito conveniente de levar sempre conosco todas as informações relevantes para qualquer consulta. Por exemplo, se estivermos em um outro país, o acesso direto ao seu histórico médico ajudará o veterinário a fazer um melhor diagnóstico e tratamento. Além disso, favorece a comunicação entre o cuidador e os profissionais, já que possibilita essa aproximação. O app inclui um código QR que, colocado no pingente de identificação do pet, permite localizar facilmente um animal em caso de perda, apenas usando um smartphone.

Para mais informações sobre este app, que é totalmente gratuito, e seus benefícios no cuidado de animais de estimação, não perca este vídeo:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cuidados básicos com os animais de estimação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Referências

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Projeto torna obrigatória a implantação de chip de identificação em cães e gatos. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/noticias/729814-projeto-torna-obrigatoria-a-implantacao-de-chip-de-identificacao-em-caes-e-gatos/>. Acesso em 2 de julho de 2021.