Partilhar
Partilhar em:

Como ser um bom dono de cachorro

Como ser um bom dono de cachorro

Ver fichas de  Cachorros

Ser um dono responsável de um cachorro requer algum esforço e não é tão fácil como parece em alguns meios de comunicação. Além disso, a responsabilidade deveria começar antes de adotar o cachorro e não quando já o tem e é demasiado tarde. É quase como decidir se vai ter filhos ou não, porque na realidade esse pet vai se converter em mais um membro da família e precisa de ter a certeza que poderá cuidar dele e educá-lo corretamente, porque ele depende de si e não pode cuidar de si próprio.

Se quer saber como ser um bom dono de cachorro e ter um animal de companhia saudável e feliz, não perca este artigo do PeritoAnimal no qual lhe vamos dar todas as dicas para ser um dono responsável. Verá que com um pouco de paciência e carinho será mais fácil do que pensa.

Também lhe pode interessar: Carta de um cachorro para o seu dono

O que significa ser um dono de cachorro responsável?

Boa saúde mental e física do cachorro

Ser o dono ou dono responsável de um cachorro significa muitas coisas. Por um lado, tem que cuidar muito bem do seu filhote. Tem que lhe proporcionar um lugar seguro onde possa viver, assim como a comida diária necessária para o manter saudável. Também tem que lhe proporcionar os cuidados médicos que precisa, levá-lo ao veterinário, dedicar-lhe tempo todos os dias para compartilhar com ele e o exercício necessário para manter um cachorro em forma e feliz. Ou seja, tem que se certificar que o seu cachorro desfruta de boa saúde física e mental.

Socializar bem o cachorro

Por outro lado, tem que se certificar que o seu cachorro não se converte em um incômodo (ou em um perigo) para os outros. Isto significa que deve socializar o seu cachorro corretamente desde que é um filhote para que saiba conviver em harmonia com o seu ambiente e se relacione de forma adequada com outras pessoas e animais. Também é possível socializar um cachorro adulto, caso o tenha adotado mais tarde embora custe um pouco mais do que quando são pequenos.

Educar bem o cachorro

A maioria dos problemas de comportamento canino tem a ver mais com a irresponsabilidade dos donos do que com a má atitude dos cães. Muitas pessoas pensam que basta ter um jardim para poder ter um cachorro. Não se preocupam em educar esse pobre animal e pensam que simplesmente dando-lhe carinho serão uns especialistas em obediência canina. Mas isso é uma ideia errada, porque quando aparecem os problemas de comportamento, decidem que a melhor opção para os resolver passa por repreender o cachorro até abandoná-lo, porque segundo eles não tem solução, e no melhor dos casos, chamar um adestrador de cães ou etólogo canino.

Infelizmente, os que decidem chamar um adestrador são a minoria. Para além disso, algumas destas pessoas pensam que um adestrador ou educador canino é uma pessoa com a capacidade de "reprogramar" um cachorro. Os donos irresponsáveis acreditam que o comportamento do cachorro mudará magicamente, apenas porque contrataram um especialista. Se esses donos não participarem também na educação do cão, o resultado final será um cachorro que se comporta perfeitamente, apenas quando está o adestrador e, claro que isto não é ser um dono responsável.

O que deve saber antes de adotar um cachorro?

Se já tem um cachorro ou está pensando em adotar um, então já deu o primeiro passo para ser um dono responsável: informar-se. É importante que tenha algumas coisas em conta antes de adotar um cachorro e que se informe de temas como nutrição, saúde e educação. Só assim poderá avaliar se pode cuidar adequadamente de um cachorro.

Algumas perguntas que deve fazer para saber se é ou pode ser um dono de cachorro responsável são:

  • Tem tempo suficiente para dedicar ao seu cachorro todos os dias? Para não o deixar sozinho a maior parte do dia?
  • Está disposto a limpar as suas necessidades quando as fizer em um lugar errado?
  • Tem tempo para lhe ensinar onde pode e não pode fazer as suas necessidades?
  • Se não pode passar muito tempo com o seu cachorro, pode contratar um passeador de cães que o leve a passear pelo menos duas horas por dia? O passeador poderá ir buscar o seu cachorro se não estiver em casa? Pois não faria sentido levá-lo a passear em momentos em que você está em casa.
  • Poderá pagar as faturas do veterinário, a comida do seu cachorro e o material necessário para o educar e os seus brinquedos?
  • Está pensando em adotar (ou já tem) um cachorro de uma raça que requer muito exercício? Muitas pessoas adotam terriers pequenos apenas porque são pequenos, sem saber que são animais que precisam de muito exercício diário. Outras pessoas adotam Labradores porque estes cachorros ganharam popularidade como animais de estimação familiares, mas não sabem que estes cachorros precisam de muito exercício. Estas pessoas acabam tendo cachorros destruidores ou agressivos, uma vez que precisam de gastar a sua energia de alguma forma.
  • Tem tempo suficiente para socializar e educar o seu cachorro?
  • Se quer um cachorro de raça grande, tem força para o dominar se for necessário? O seu orçamento mensal será afetado pela alimentação de um cachorro de mais de 40 quilos?

Para além disso, terá de fazer algumas perguntas específicas sobre o cachorro em questão que já tem ou que quer adotar, como por exemplo se existe alguma regra específica sobre certas raças na sua cidade, etc. Mas no geral, as respostas a estas perguntas são as que deve saber antes de adotar um cachorro. No PeritoAnimal sabemos que a melhor forma de se converter em um dono de cachorro responsável é lendo e perguntando. Por isso, felicidades por ter dado o primeiro passo!

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como ser um bom dono de cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Como ser um bom dono de cachorro

O que lhe pareceu o artigo?

Como ser um bom dono de cachorro
1 de 2
Como ser um bom dono de cachorro