menu
Partilhar

Como escolher a melhor ração para cachorro?

 
Por Maria Besteiros. 19 março 2021
Como escolher a melhor ração para cachorro?

Ver fichas de  Cachorros

Uma boa alimentação é essencial para a saúde de nossos cachorros. Existem várias opções de alimentos ao nosso alcance, embora, por sua facilidade de uso e conservação, a ração é a mais difundida. No entanto, há tanta variedade no mercado que nem sempre é fácil escolher uma.

Portanto, neste artigo do PeritoAnimal, explicamos as chaves para saber como escolher a melhor ração para cachorro. Você verá quais são os tipos de ração para cachorro e quais aspectos devem ser considerados para fazer a melhor escolha. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Como escolher a ração do meu cachorro

Tipos de ração para cachorro

Você conhece os diferentes tipos de ração para cachorro? Em geral, conhecemos as rações para cachorros como o alimento que é fabricado submetendo os ingredientes a um processo de extrusão no qual perdem água e resultam em bolas de maior ou menor tamanho, também chamadas de grãos, que podem ser mantidas em boas condições por longos períodos de tempo. Mas hoje também podemos encontrar rações que, ao invés de bolinhas, formam pellets, após um processo de prensagem à frio, menos agressivo com os nutrientes que o extrusado.

No entanto, existem outras classificações para a ração. A que mais nos interessa quando se trata de saber qual a melhor ração para cachorro é a que se refere à qualidade dos ingredientes utilizados. Assim, distinguem-se as chamadas rações naturais e holísticas, que diferem por não conter ingredientes artificiais e, sim, matérias-primas de primeira qualidade, a ponto de utilizarem carnes próprias para o consumo humano. Isso virá de animais que vivem sob certas condições que garantem seu bem-estar e existem até rações orgânicas que são ainda mais exigentes com a procedência das matérias-primas e a ausência de pesticidas e qualquer aditivo artificial.

Além disso, ultimamente outro tipo de ração para cachorro está se tornando muito popular, que são aquelas rações que não contêm cereais. Se baseiam no fato de que os cães não digerem bem esses carboidratos e os substituem pelos provenientes de legumes, como as ervilhas.

Nesse sentido, também é necessário diferenciar as rações específicas para cachorros com alergias ou intolerâncias alimentares. Este tipo de ração para cachorro geralmente é fabricada com uma única proteína e ingredientes pouco habituais, pois para estes transtornos é importante dar aos cachorros alimentos que não tenham sido consumidos anteriormente. Por exemplo, há opções de rações à base de salmão ou carne de potro ou pato acompanhada de batata-doce ou batata.

Também são muito importantes todas as variedades de ração especialmente formuladas para cachorros que sofrem de diferentes doenças, como a insuficiência renal, hepática, a diabetes, os problema de mobilidade, do coração, urinárias, etc. Nestes casos, a ração é considerada uma parte fundamental do tratamento, sendo mais importante, nessa situação, a sua eficácia perante a lista de ingredientes.

Tipos de ração para cachorro segundo suas características

Também existem diferentes tipos de ração para cachorro em função das diferentes características do nosso amigo de quatro patas, como por exemplo:

  • Seu estágio de vida: existem rações específicas para filhotes, adultos e idosos, às vezes diferenciando cachorros mais velhos e muito velhos. Também podemos encontrar rações válidas para todas as idades.
  • Sua atividade: para cachorros muito ativos ou de trabalho, em oposição aos de manutenção.
  • Seu peso: existem alguns tipos de ração para cachorros obesos, com sobrepeso ou para mantê-los em seu peso ideal.
  • Seu tamanho: as dimensões da ração podem ser adaptadas ao porte do cachorro, tendo rações para exemplares de tamanho mini, pequeno, médio, grande ou muito grande.
  • Sua constituição: podemos encontrar ainda diferentes tipos de ração para cachorros de porte mais atlético ou, pelo contrário, de formas mais robustas.
  • Sua raça: existem rações especiais para cachorros em função de sua raça, com um formato diferenciado ou uma composição adaptada às suas necessidades específicas, como o Boxer, o Bulldog francês, o Golden, o Labrador, etc.
Como escolher a melhor ração para cachorro? - Tipos de ração para cachorro

Qual a melhor ração para cachorro?

Já avançamos por alguns pontos importantes e, nesta seção, vamos nos aprofundar na composição ideal do que pode ser considerada a melhor ração para cachorro. Como animais carnívoros que são, o primeiro ingrediente deve ser a proteína animal. Ou seja, carne ou peixe. Portanto, ao selecionar uma ração, além de nos certificarmos de que ela tenha a variedade adequada para as características de nosso cachorro, devemos verificar a lista de ingredientes.

O problema é que a legislação brasileira[1] permite que alguns componentes ou processos não sejam especificados tanto quanto gostaríamos. Por exemplo, podemos encontrar rações feitas de subprodutos de origem animal, sem saber exatamente o que elas contêm. E mesmo essa composição pode variar de um saco para outro nas rações de faixa branca, que são de qualidade inferior.

De qualquer forma, para saber qual a melhor ração para cachorro, é fundamental que ela tenha como primeiro ingrediente a carne ou peixe, melhor desidratado, pois aquele que for adicionado fresco, durante o processo de extrusão, perderá água, chegando ao cachorro, na verdade, aproximadamente a metade do que é declarado, a menos que seja indicado o contrário.

É claro, a ração que contém maior porcentagem de carne será melhor e a qualidade aumentará de acordo com a procedência dessa carne. Como já dissemos, nem todas as informações estarão refletidas na lista de ingredientes, mas podemos consultar o site do fabricante ou até entrar em contato com ele para resolver nossas dúvidas.

Por outro lado, ultimamente há uma tendência entre especialistas que afirmam que a melhor ração para cachorro é aquela produzida sem cereais. Isto se deve em grande parte ao fato de que se considera que os cachorros não conseguem digeri-los. Mas a verdade é que muitos podem fazer parte da sua dieta, embora sempre em uma proporção menor que a carne.

O restante dos ingredientes será muito variável e poderemos encontrar legumes como ervilhas ou lentilhas, verduras como a cenoura ou abóbora, frutas como a maçã, bem como ácidos graxos essenciais, vitaminas e minerais. O importante é que compreendamos a composição, ou seja, que são produtos naturais reconhecíveis e não longas listas de aditivos artificiais, tais como corantes, que não fornecem nenhum benefício nutricional.

Por último, além de levar em consideração essas recomendações, é fundamental que você observe seu cachorro. A ração que você escolher não deve apenas agradá-lo, mas você deve notar que ele está em seu peso ideal, em bom estado de saúde, vital, suas fezes são compactas, bem formadas e com pouco odor e apresenta uma pelagem saudável e brilhante.

Todos esses fatores são indicativos de que a ração que você dá ao seu cachorro é de qualidade e bom para o organismo dele. Se, por outro lado, as fezes são muito moles ou muito duras, seu cheiro é mais forte que o normal, seu pelo não tem vitalidade, engordou ou emagreceu, etc., você deve verificar sua alimentação e procurar o veterinário.

Assim, vamos repassar as principais dicas para saber escolher qual a melhor ração para cachorro:

  • O principal ingrediente deve ser a proteína animal (carne ou peixe), melhor desidratado
  • Com poucos ou sem cereais
  • Que tenham mais produtos naturais e menos aditivos artificiais
  • Ácidos graxos essenciais
  • Vitaminas
  • Minerais
  • Deve ser uma ração que seu cachorro goste e que não o engorde ou emagreça por possível falta de nutrientes
Como escolher a melhor ração para cachorro? - Qual a melhor ração para cachorro?

Onde comprar a melhor ração para cachorro

Agora que você sabe qual a melhor ração para cachorro, certamente você tem uma ideia de onde possa encontrá-la. Saiba que nem sempre as marcas mais caras ou mais conhecidas são as melhores. Há algumas marcas, inclusive, que não atendem aos parâmetros que indicamos e muitas delas apresentam um excesso de cereais que fazem com que o cachorro precise consumir mais quantidade, eliminando também mais fezes devido ao seu pior aproveitamento.

Por isso, uma boa dica é solicitar recomendações para escolher a melhor ração para seu cão com um veterinário e com os profissionais que trabalham em petshops que certamente entendem bem sobre as opções disponíveis. Lembre-se de sempre fazer uma comparação de preços a partir de pesquisas na internet e na loja física para não gastar além do necessário.

Neste artigo você conheceu os diferentes tipos de ração para cachorro e também viu como escolher a melhor ração. Então talvez possa ser interessante conferir o vídeo a seguir em que mostramos cinco truques infalíveis para lidar com um cachorro que não quer comer ração:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como escolher a melhor ração para cachorro?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Referências
  1. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Legislação - Alimentação Animal. Disponível em: <https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/insumos-agropecuarios/insumos-pecuarios/alimentacao-animal/legislacao-alimentacao-animal>. Acesso em 16 de março de 2021.
Bibliografia
  • Carlson y Giffin. 2002. Manual práctico de veterinaria canina. Madrid. Editorial el Drac.
  • Sagarra, Natalia. 2018. Nuevos conceptos de nutrición. Ateuves nº 73. pp. 14-16.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como escolher a melhor ração para cachorro?
1 de 3
Como escolher a melhor ração para cachorro?

Voltar ao topo da página