Partilhar

Como cuidar de um pug

 
Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. 9 maio 2017
Como cuidar de um pug

Ficha do animal: Pug

Esta raça de cachorro é conhecida como pug e tem origem na China, embora agora seja um pet muito popular em vários países. A sua fama não é de estranhar pois, além de ter uma aparência adorável, é caracterizado pelo seu temperamento alegre e equilibrado.

Embora seja um cachorro pequeno, é um cachorro forte, uma vez que apresenta uma constituição muscular, uma cabeça grande, um focinho curto e uma mandíbula potente. Contudo, não é por isso que deixa de ser um excelente animal de companhia sendo, na verdade, um dos cachorros entre as 30 raças mais populares do mundo.

Todas estas características contribuem para concluir que esse é o melhor cachorro para você. Por esse motivo, o PeritoAnimal elaborou este artigo que explica como cuidar de um pug!

Também lhe pode interessar: Doenças comuns do pug

Exercício físico de um pug

Como mencionado no início, o cachorro pug possui uma estrutura muito musculosa e o exercício físico é imprescindível para mantê-la. Contudo, a atividade física sempre deve ser adaptada em função das características que cada cachorro apresenta.

O pug não é um cachorro que se excita facilmente, mas isso não significa que não seja enérgico. Assim, uma boa forma de canalizar essa energia é garantir que passeia, no mínimo, duas vezes por dia e que tenha oportunidade de brincar, algo que ele adora e que vai melhorar o seu dia-a-dia. Você pode ensiná-lo a brincar com a bolinha, levá-lo a nadar ou apostar em jogos de inteligência, por exemplo.

Contudo, por ter um focinho curto, é possível que o pug tenha dificuldades respiratórias. Por esse motivo, se observar qualquer sintoma que indica que o seu cachorro está cansado e tem dificuldade em respirar, o exercício físico deve ser interrompido. Tome, também, cuidado com o calor intenso.

O melhor complemento para o exercício físico é uma boa alimentação. Tanto optando por uma alimentação natural ou por ração, você deve ter muito claro que o pug não deve ser alimentado abundantemente, uma vez que adora comer e pode desenvolver excesso de peso facilmente.

Como cuidar de um pug - Exercício físico de um pug

Cuidados com o pelo do pug

O pug tem uma pelagem curta e lisa, o que faz dela bem fácil de cuidar. Isso permite que o seu cachorro tenha um pelo radiante, mas você não deve confundir um pelo de fácil manutenção com um que não requer quaisquer cuidados.

A pelagem deste cachorro deve ser escovada regularmente, de preferência com uma escova de borracha, e ser finalizada com uma passagem suave com uma escova de cerdas duras. Na época da troca de pelo, o seu cachorro vai soltar mais pelo, o que requer um aumento da frequência da escovagem.

Este hábito não só cuida do pelo do nosso cachorro como ajuda a detetar parasitas, além de fazer com que se habitue a ser cuidado, algo essencial para os cachorros que não se deixam manipular facilmente.

O banho do cachorro pug

Recomendo que você apenas lave o cachorro quando seja estritamente necessário, usando sempre produtos específicos para a higiene do cachorro. Contudo, também será necessário fazê-lo quando se sujar e cheirar mal.

Ainda mais importante que o banho é a secagem que sucede, uma vez que o pug não tolera bem as mudanças de temperatura. Por esse motivo, depois de lavar o cachorro com água morna, você deve secá-lo com muito cuidado para evitar que apanhe frio.

É essencial dar muita atenção às pregas da pele do seu rosto e corpo, uma vez que retêm umidade com mais facilidade, necessitando de uma secagem mais intensiva para evitar o aparecimento de fungos e a proliferação de bactérias. As pregas também podem reter mais sujeira, devendo sempre ser examinadas e limpas quando necessário, secando bem no final.

Tenha em conta que estas indicações também se aplicam às idas à praia ou à piscina.

Como cuidar de um pug - O banho do cachorro pug

Cuidados veterinários regulares para um pug saudável

A esperança de vida de um cachorro pug está entre os 13 e os 15 anos. Contudo, para que possa alcançar esta longevidade e desfrutar de uma boa qualidade de vida, são obviamente necessários alguns cuidados veterinários. Não falamos apenas do seguimento do programa de vacinação e desparasitação regular do cachorro, mas também de consultas que podem detetar a tempo qualquer transtorno que possa surgir.

Por ter um focinho curto, o cachorro pug tem alguma predisposição para sofrer alterações no sistema respiratório, sendo também propenso a alergias e problemas de pele como alergias e dermatites. As visitas periódicas ao veterinário são muito importantes para controlar esta predisposição e agir a tempo frente a qualquer alteração que possa surgir. Assim, as informações do artigo "como cuidar de um pug" são importantes, mas não dispensam as visitas ao veterinário!

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um pug, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Escrever comentário sobre Como cuidar de um pug

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de um pug
1 de 3
Como cuidar de um pug

Voltar ao topo da página