Como cuidar de tartaruga de aquário

Como cuidar de tartaruga de aquário

Quando falamos de tartaruga de orelha vermelha ou orelha amarela estamos falando de subespécies da Trachemys scripta. Este nome advém da aparência tipica dela com umas manchas de cor amarela ou vermelha na região auditiva. Para além disso, possuem riscas na cauda e patas.

Estas tartarugas podem crescer até cerca de 40 centímetros e, geralmente, as fêmeas são maiores do que os machos. Você deve ter este fator em consideração antes de decidir adotar um destes animais. É possível manter uma tartaruga em cativeiro, porém, é algo que acarreta muitas responsabilidades e, por esse motivo, o PeritoAnimal vai te explicar quais os cuidados a ter com uma tartaruga de orelha vermelha ou amarela.

Habitat da tartaruga de orelha vermelha

Para saber cuidar adequadamente de uma tartaruga-de-ouvido-vermelho é essencial que você conheça qual é o habitat natural dela quando não está em cativeiro.

Estas tartarugas são espécies de água doce que desfrutam de rios lentos, lagos e pântanos . Elas se conseguem adaptar praticamente a qualquer meio aquático, podem até tolerar a água salgada, mesmo não sendo o ideal. Evidentemente, também desfrutam da exposição solar, utilizando a areia ou outra superfície que as permita tomar sol.

Tartaruga de orelha vermelha em cativeiro: o que é necessário?

Para adotar uma tartaruga com estas características no seu lar, é imprescindível ter um aquário bastante amplo, com uma capacidade mínima de 290 litros e cuja profundidade mínima seja de 40-50 cm para que a tartaruga possa nadar.

Para além disso, a temperatura da água também é importante e deve ser mantida durante todo o ano por volta dos 26ºC, embora no inverno possa estar abaixo dos 20 graus se quiser facilitar a hibernação. Relativamente à temperatura ambiente, esta deve ser mantida por volta dos 30ºC. Relembramos que as tartarugas mantidas no interior não têm a necessidade de hibernar, sendo que alguns médicos veterinários desaconselham a hibernação em tartarugas mantidas no interior devido aos riscos associados à hibernação se esta não for feita nas condições e temperatura ideais.

Caso pretenda que o seu animal hiberne, deve ter alguns cuidados, nomeadamente deve fazer um check-up total no veterinário de animais exóticos 1 mês antes do início do período de hibernação. Durante o período de hibernação, não desligue o filtro nem a ventilação, desligue apenas o aquecimento e as luzes do aquário. Mantenha a água abaixo dos 18ºC e consulte o seu médico veterinário que avalie se todos os procedimentos estão corretos, já que este período é de grande sensibilidade e um pequeno erro pode ser fatal.

Quer estas tartarugas estejam no interior ou no exterior, precisam ser mantidas com com condições que simulem o seu habitat natural, com rochas e superfícies em diferentes níveis. Devem também ter uma bola alimentação e suficiente exposição solar para crescerem de forma adequada e sem problemas de saúde. Neste sentido, é importante ter rampas para a tartaruga aceder à água e à zona terrestre sem nenhum tipo de dificuldade. Mesmo assim, a zona terrestre pode ser composta por plantas e árvores, embora seja recomendável deixar uma zona sem vegetação para a tartaruga conseguir tomar sol. Caso não seja possível uma exposição direta ao sol, é imprescindível a utilização de uma lâmpada de luz ultravioleta. A radiação UV-B é essencial para a produção de Vitamina D, diretamente envolvida no metabolismo do cálcio[1]. Uma correta exposição a estes raios, quer seja através de luz artificial ou diretamente do sol é a chave na prevenção dos problemas mais comuns nestes animais.

Quanto ao enriquecimento ambiental na água, podem ser utilizadas plantas flutuantes como nenúfares, plantas de fundo ou alguns tipos de algas. Porém, o mais provável é que a tartaruga as devore. Relativamente à areia, não é aconselhável utilizar terra para plantas nem pequenas pedras que a tartaruga possa ingerir. Opte por terra ou areia comum e pedras grandes.

De quanto em quanto tempo se deve mudar a água da tartaruga de orelha vermelha?

Se tiver um filtro e aspirador de fundo adequados, a água pode aguentar bem dois a três meses. Se não possuir nenhum destes acessórios, você deverá trocar a água a cada três dias.

O confinamento a aquários pequenos, completamente fechados e sem liberdade de movimento e sem exposição solar estão totalmente contraindicados para qualquer tipo de tartaruga. Este tipo de condições são altamente propícias ao desenvolvimento de problemas de saúde que podem inclusive matar o animal.

A alimentação da tartaruga de orelha vermelha

A alimentação é um ponto essencial dos cuidados que você deve ter com esta espécie de tartarugas. A dietas destes animais em liberdade é onívora, formada tanto por elementos vegetais como animais.

A base da dieta destas tartarugas pode ser uma ração específica e pode ser complementada com alimentos de origem animal como caracóis, insetos, peixes, girinos ou até carne e peixe. Uma alimentação à base de ração costuma ser insuficiente para suprir as necessidades nutricionais destes animais. Devemos relembrar que, as gambas secas devem ser fornecidas apenas esporadicamente e nunca devem ser a base da alimentação.

Relativamente aos vegetais, pode incluir algumas plantas aquáticas no aquário e oferecer algumas frutas e verduras como couves, ervilhas, banana, melão e melancia.

Se você adotou recentemente uma tartaruga e ainda não encontrou o nome ideal para ela, veja a nossa lista de nomes para tartarugas.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como cuidar de tartaruga de aquário, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Referências
  1. Acierno, M. J. Mitchell, M. A. Roundtree, M. K. Zachariah, T. T. (2006) Effects of ultraviolet radiation on 25-hydroxyvitamin D3 synthesis in red-eared slider turtles (Trachemys scripta elegans)