Cai o pelo ao meu gato - O que devo fazer?

Cai o pelo ao meu gato - O que devo fazer?

Se o seu gato está com queda de pelo é muito importante que se informe para identificar as causas, as possíveis soluções e os sinais de alarme que ajudarão a identificar quando é o momento de recorrer ao veterinário.

É uma circunstância comum e frequente, uma vez que o gato passa longos períodos do dia limpando-se. De todas as formas, é importante prestar atenção à quantidade de perda de pelo porque pode tratar-se de um problema sério.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber porque o seu gato está perdendo pelo e descubra o que deve fazer.

A queda normal do pelo

Se faz pouco tempo que tem um gato em casa talvez não esteja habituado aos rastos de pelo no sofá, na sua roupa e inclusivamente em lugares mais inesperados. É por esse motivo que afirmamos que é normal que percam pelo de forma regular, especialmente se falamos de um gato de pelo comprido.

Devemos prestar atenção aos cuidados do gato que incluem uma escovagem pelo menos 3 vezes por semana. Desta forma ajudamos a eliminar o pelo morto de forma eficaz. Deve começar a preocupar-se se vir que o pelo fraco e sem vigor, com zonas sem pelo ou com a presença de pulgas.

Os gatos de idade avançada podem perder um pouco mais de pleo que os gatos jovens. Neste caso (e sempre que a perda não seja excessiva) o veterinário irá recomendar uma melhor qualidade da alimentação.

A muda de pelo

Os gatos, tal como o cães, chinchilas ou coelhos, mudam de pelo para se adaptarem adequadamente às mudanças de temperatura.

No caso dos gatos selvagens ou de gatos que vivem no exterior de forma permanente esta mudança é mais adequada, mas dentro de casa não é tão evidente e nem sempre acontece de forma adequada devido à presença de ares condicionados ou de sistemas de aquecimento.

É durante uma das duas mudas que o gato tem uma grande perda de pelo. Este processo costuma durar entre 1 a 2 semanas e acontece no final do verão e começo da primavera.

O stress

Os animais, tal como as pessoas, tem sentimentos e lembranças, o que pode fazer com que em algum momento da sua vida sofram problemas psicológicos.

Diante de uma mudança brusca de residência, a perda de um familiar ou animal de estimação e inclusivamente a adaptação à sua caixa de transporte pode afetar o animal de forma grave. Tudo isto faz com que se possa encontrar perante uma situação de depressão que neste caso afeta o pelo.

Para estes casos o Perito Animal recomenda sem dúvida alguma uma melhoria da nossa atenção ao gato para que este se sinta mais aconchegado, mais feliz e por consequência mais saudável.

  • Carinhos
  • Massagens
  • Brinquedos
  • Comida caseira
  • Exercício
  • Vitaminas

Estas são apenas algumas das propostas que temos, mas você conhece o seu gato melhor que ninguém, ou seja, saberá melhor que atividades podem melhorar o seu bem-estar. Se não sabe identificar se o seu gato está estressado recorra a um veterinário para que descubra o que se passar ou se existe algum outro problema.

Doenças da pele

Por último, falta acrescentar que existem doenças de pele que se repercutem na queda de pelo do nosso gato. Embora existam uma grande quantidade de doenças as mais comuns são a tinha, que se identifica pelas marcas vermelhas na sua pele.

Na grande lista de doenças de pele podemos destacar as causadas por bactérias e o aparecimento de fungos. Se suspeite que o pelo cai pode uma doença ou pela presença de parasitas, o mais adequado é recorrer a um especialista o quanto antes.

Veja também o nosso artigo em que lhe explicamos quais são as doenças mais comuns nos gatos.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cai o pelo ao meu gato - O que devo fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidado do pelo.