menu
Partilhar

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 17 novembro 2021
As doenças odontológicas mais comuns em cachorros

Ver fichas de  Cachorros

A saúde bucal canina é tão importante como ser rigoroso com o seu calendário de vacinação ou com o tipo de alimento que você fornece ao seu amigo peludo. Muitas vezes nos esquecemos de cuidar dos dentes dos nossos cães, acreditando que se um cachorro na natureza não precisa de ser escovado e enxaguado, então por que precisaria fazer isso em casa?

No entanto, essa afirmação não é inteiramente válida. Mesmo na natureza, estes animais têm certos mecanismos que lhes permitem proteger os seus dentes e gengivas, e quando falham, podem surgir doenças na boca de cachorro que podem até ser letais. É por isso que o PeritoAnimal traz esse artigo sobre as doenças odontológicas mais comuns em cachorros.

Também lhe pode interessar: Doenças mais comuns nos coelhos

Dentes que não caem

Tal como os humanos, os cachorros têm dentes temporários ou de "leite", depois dos quais os dentes permanentes devem aparecer. No entanto, por vezes um ou mais dos dentes decíduos não conseguem sair sozinhos no tempo certo, impedindo a entrada dos dentes permanentes.

Isto é mais comum do que se possa imaginar, e o maior problema é que, como o espaço que lhe corresponde não está vazio, o dente permanente não consegue encaixar na cavidade oral e fica "preso" na gengiva, empurrando o resto da dentição e causando deslocamento e dor; se o problema persistir, é possível que vários dos dentes permanentes caiam devido à pressão ou provoquem inflamação, uma das doenças na boca de cachorros bastante comuns.

Nestes casos, a melhor opção é remover os dentes de leite, o que normalmente requer intervenção cirúrgica.

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros - Dentes que não caem

Tártaro

O tártaro não é apenas um problema dentário em si, é também o principal culpado pela maioria das doenças na boca de cachorros. Existem bactérias na cavidade oral que mantêm tudo em ordem, mas infelizmente não estão lá sozinhas. À medida que o seu cachorro come, bebe e mastiga o que encontra, ele introduz novas bactérias e microrganismos, que irão formar placa bacteriana.

A placa deposita-se nas gengivas e entre os dentes, onde gradualmente se transforma no irritante tártaro. Aí o tártaro começa a infectar a raiz do dente, causando inflação, dor, lesões e enfraquecimento do dente, o que numa fase inicial leva à gengivite, e se não for tratado, evoluirá para periodontite.

É possível evitar o agravamento dos efeitos do tártaro com uma limpeza profunda por um veterinário, o que requer o uso de anestesia. Muitas vezes é mesmo aconselhável extrair os dentes mais afetados.

Alguns cachorros são mais propensos ao tártaro do que outros, por isso tenha cuidado caso o cachorro cumpra algum destes critérios:

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros - Tártaro

Gengivite

Essa é a primeira consequência do tártaro, por assim dizer. Caracteriza-se por mau hálito, feridas gengivais hemorrágicas, inflamação e dor. É uma doença muito comum na boca de cachorros, especialmente naqueles que não recebem nenhum cuidado dentário.

O tratamento é muito simples, começando com a remoção da placa bacteriana e a administração de medicamentos para deter os efeitos da infecção. No entanto, se não for detida a tempo, evolui para periodontite.

Periodontite

A periodontite é a última fase das consequências do tártaro. Neste estágio, a infecção se espalhou muito mais, acentuando os sintomas de dor e sangramento das gengivas. Neste momento, não só a gengiva mas também a própria raiz do dente está danificada e a perda de dentes é iminente.

O maior risco envolvido neste tipo de infecção não é a perda de dentes, mas sim o fato de órgãos vitais, tais como o coração, poderem ser afetados pelo problema. É uma das doenças na boca de cachorros que você deve prestar muita atenção para não evoluir e se tornar algo muito grave.

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros - Periodontite

Lesões bucais

Embora não seja uma doença, é um problema comum em cachorros. Eles são animais muito curiosos e mordiscam qualquer coisa no seu caminho, especialmente quando são filhotes, por isso é comum a boca sofrer as consequências desta exploração de uma forma negativa.

Nesse sentido, são comuns as lesões por objetos cortantes nas gengivas, ou que tenham ficado presos nelas. É por isso que é tão importante estar ciente dos objetos que o seu cachorro põe na boca, e evitar qualquer coisa afiada ou até mesmo muito dura, como pedras.

Como prevenir doenças na boca dos cachorros?

Quando se trata de doenças na boca dos cachorros, a melhor coisa a fazer é preveni-los: isso poupará muito sofrimento ao seu cachorro. Para fazer isso, aqui estão algumas recomendações:

  • Considere acrescentar uma rotina para escovar os dentes do seu cachorro. Existem muitas marcas comerciais de pasta de dentes especialmente formuladas para cachorros, com sabores deliciosos e sem necessidade de os enxaguar após a sua utilização. Nunca use pasta de dentes humana. Neste artigo mostramos receitas de como fazer pasta de dentes para cachorro.
  • Inclua alimentos secos feitos para manter a saúde dos dentes do cachorro, várias marcas de alimentos para cachorros levam isso em consideração.
  • Forneça brinquedos e mordedores projetados para limpar as gengivas. Enquanto o cachorro estiver se divertindo, o objeto se encarrega de remover a placa bacteriana.
  • Evite dar ao cachorro guloseimas humanas ou qualquer comida que possa ficar facilmente presa nos seus dentes.
  • Verifique periodicamente a boca do cachorro à procura de inflamação, mau hálito e objetos presos.
  • Em caso de quaisquer sintomas de desconforto, consulte imediatamente o veterinário. Uma vez por ano, peça ao especialista para verificar todos os dentes.

Agora que você conheceu alguma das principais doenças na boca dos cachorros, recomendamos a leitura deste outro artigo sobre a troca de dentes do cachorro.

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros - Como prevenir doenças na boca dos cachorros?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a As doenças odontológicas mais comuns em cachorros, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • DIEZ, Ximena. Odontología veterinaria en Chile. TecnoVet, 1995, vol. 1, no 2. Disponível em: <https://boletincorteidh.uchile.cl/index.php/RT/article/view/5313/5192>. Acesso em 17 de novembro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

As doenças odontológicas mais comuns em cachorros
1 de 5
As doenças odontológicas mais comuns em cachorros

Voltar ao topo da página