Partilhar
Partilhar em:

Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos

Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos

Ver fichas de  Gatos

Geralmente sofrem osteoartrite ou artrose os gatos de idade avançada, idosos ou senis, que começam a sofrer desgastes em uma ou várias das suas articulações. Trata-se de uma doença degenerativa, ou seja, que se agrava com o passar do tempo.

No Perito Animal vamos explicar-lhe o que é a artrose em gatos e quais são os seus sintomas e tratamentos. A artrose é irreversível, uma vez presente no nosso animal não pode ser revertida, no entanto podemos melhorar a qualidade do nosso felino, impedindo que lhe afete demasiado a sua rotina diária.

Também lhe pode interessar: Artrose em cães - causas e tratamento

O que é a artrose e porque acontece?

Para entender corretamente o que é a artrose em gatos, vamos utilizar a definição que nos dá o dicionário: "Trata-se de uma doença degenerativa e irreversível de uma ou mais articulações por desgaste das cartilagens que protegem as mesmas, perdendo a sua função de amortecimento."

devemos diferenciar a artrose da artrite em gatos, que é uma inflamação crônica das articulações, mas reversível na maiorias dos casos. Muitas vezes começam com uma artrite e por não ser detectada e com o passar do tempo, transforma-se em uma artrose.

É uma doença silenciosa, visto que 90% dos gatos com mais de 12 anos padecem da mesma e, por vezes, os donos nunca o detectam. Podem ter diferentes causas que a desencadeiam como por exemplo:

  • A genética, frequente em raças como main coon, birmanês, scottish fold, ou abissínios, dependendo da articulação afetada.
  • Os traumas, devido a pancadas, lutas, quedas, etc.
  • O sobrepeso, embora não seja a causa que o desencadearia, mas sim agravaria.
  • A acromegalia, uma lesão na glândula pituitária que deforma as articulações.

Pode estar vinculada ao aparecimento de doenças com alguma destas causas ou, simplesmente, surpreender o nosso gato, por isso, devemos estar atentos aos sinais e sintomas que possamos observar para o tratar atempadamente.

Sinais e sintomas da artrose em gatos

Por vezes pode ser complicado detectar doenças em gatos, visto que não é tão simples reconhecer certas anomalias e muito menos observar sinais de dor.

Dentro dos sinais ou alterações de comportamento que podemos observar encontramos: mudanças de caráter, animais mais irritáveis ou deprimidos, mudanças nos hábitos de higiene ou, por vezes, deixam de o fazer porque lhes dói certas posições e podem mostrar alguma irritabilidade ou agressão no momento de limpar certas partes do corpo como o lombo ou a coluna, tudo isso devido a uma grande sensibilidade.

Quando falamos dos sintomas mais visíveis podemos encontrar o seguinte:

  • Perda de apetite habitual
  • Rigidez nas articulações
  • Limitação nos movimentos que antes eram habituais
  • Perda de massa muscular por desuso de certas articulações, muito comum nos quadris dos gatos abissínios
  • Defecam ou urinam fora da caixa de areia porque têm dificuldade em entrar

Diagnóstico da artrose

Como já foi comentado, a artrose é uma doença muito difícil de diagnosticas e em muitas ocasiões detecta-se através da observação e suspeita do proprietário, ao ver que o gato não anda bem.

Se acredita que o seu gato pode estar sofrendo de artrose, deve recorrer ao veterinário para poder fazer os exames correspondentes e começar o tratamento. Essa é a única forma de atrasar, na medida do possível, os efeitos desta doença.

O veterinário fará o exame físico do nosso gato, e com isso, normalmente já tem um diagnóstico bastante certeiro do que está acontecendo. Para confirmar o diagnóstico pode solicitar radiografias da articulação mais afetada.

Tratamento da artrose em gatos

Ao tratar-se de uma doença irreversível vamos procurar aliviar os sintomas para que sofra o mínimo possível e evitar ao mesmo tempo o avanço da doença. Será avaliado cada caso em particular com o veterinário, porque por vezes, tem outras doenças de maior gravidade que requerem mais atenção.

Podemos recorrer aos anti-inflamatórios convencionais assim como aos anti-inflamatórios naturais para as fases mais agudas. Também podemos recorrer à Homeopatia ou Flores de Bach para um controlo mais natural da doença.

O controlo da dieta será uma parte importante para eles uma vez que os gatos com sobrepeso sofrem mais nas articulações afetadas. Caso o gato sofra de sobrepeso, deve consultar o veterinário sobre a opção de oferecer dietas para gatos obesos. Não se esqueça que a alimentação que escolher deve ser rica em óleo de peixe e vitamina E, assim como baixa em carboidratos. Lembre-se que a glucosamina e o sulfato de condroitina favorecem a formação da cartilagem, por isso devem estar presentes no seu alimento.

Por último, mas não menos importante, devemos acondicionar a casa para que o nosso gato não tenha que mudar os seus hábitos. Veja se consegue, por exemplo, baixar a caixa de areia, a água e a comida para um lugar mais acessível.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças degenerativas.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos

O que lhe pareceu o artigo?

Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos
1 de 5
Artrose em gatos - Sintomas e tratamentos