Alimentação do gato siamês

Alimentação do gato siamês

Se quer ter um gato saudável, a alimentação adequada do gato siamês é fundamental para conseguir que o seu pet esteja saudável e feliz.

Os gatos siameses são animais saudáveis e pouco problemáticos de cuidar. Para além dos cuidados veterinários básicos, vacinações e consultas de rotina, a alimentação adequada será a principal forma de preservar a boa saúde do seu gato siamês.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal e saiba o que deve ter em conta para a alimentação do gato siamês.

O peso ideal do gato siamês

Para começar deve saber que existem dois tipos de gatos siameses:

  • Siamês moderno
  • Siamês tradicional (Thai)

O siamês moderno tem uma aparência física muito mais bonita e estilizada, mais "oriental" do que o seu companheiro o gato siamês tradicional ou Thai. No entanto, ambos costumam ter um peso idêntico que varia entre os 2 e os 4,5 quilos de peso.

Para manter o gato siamês em ótimas condições de saúde vamos falar de três tipos de alimentos adequados para gatos siameses: ração seca, ração úmida e alimento fresco.

Um equilíbrio entre as três classes de alimentos serão a fórmula ótima para que o seu gato siamês preserve toda a sua vitalidade e saúde. De seguida, vamos lhe explicar os requisitos e propriedades fundamentais para cada classe de comida.

Ração seca

Os gatos siameses precisam de ração com diferentes propriedades em função da sua idade:

Quando são filhotes precisam de rações muito proteicas e gordurosas que favoreçam o crescimento. Existem muitas rações secas para filhotes, o seu veterinário deverá propor-lhe umas duas ou três marcas de ração de qualidade que sejam ideais para o seu filhote de gato siamês. O cálcio e vitaminas também devem estar presentes nesta ração.

Quando os gatos siameses forem adultos deverão se alimentados com uma boa ração equilibrada, cuja composição tenha cerca de 26% de proteínas, 40% de matéria gorda, mais diversas percentagens de fibra, vitaminas, ômega 3 e ômega 6.

Além disso, também existem diversas rações específicas para gatos castrados, algo muito importante para prevenir a obesidade nos gatos.

Para gatos idosos existem rações ideais com percentagens reduzidas de proteínas e gordura, uma vez que vão realizar menos atividade física e não precisam dessas quantidades destes elementos alimentares.

Comida úmida

A comida úmida vem normalmente apresentada em latas ou outros recipientes herméticos. Uma vez abertos, o que sobrar deve se guardar na geladeira.

Este tipo de comida deve contar cerca de 35% de proteínas, no mínimo. A sua percentagem gordurosa deverá estar entre uns 15% e 25% do seu volume. Os carboidratos não devem superar os 5%.

O ômega 3 e o ômega 6 devem estar presentes neste tipo de comida. Além disso, é importante ter presente uma pequena percentagem de taurina (ligeiramente superior a 0,10%). Os oligoelementos essenciais: fósforo, cálcio, magnésio, ferro, potássio e outros, devem estar presentes na composição da comida úmida.

Não é conveniente abusar deste tipo de alimento, uma vez que a sua ingestão contínua provoca tártaro, mau hálito e fezes moles e fedorentas no gato.

Alimentação caseira

A alimentação caseira para o gato siamês deve ser complementar de uma alimentação mista entre a ração seca, a úmida e comida fresca da alimentação caseira. Os alimentos frescos mais saudáveis para o gato siamês são fatias de fiambre e de fiambre de peru. Estes alimentos são do agrado dos gatos siameses.

Outros alimentos ideais são o peru, o frango, o salmão, o bacalhau e a merluza. Estes alimentos nunca devem ser dados crus, você deve dá-los cozidos ou passados na chapa antes. Também deve conferir se o peixe não tem espinhas, antes de o dar ao seu gato siamês.

Alimentação equilibrada

O ideal é que o gato siamês consuma uma alimentação equilibrada, rica e variada. O veterinário poderá prescrever, se for necessário, complementos vitamínicos para cobrir deficiências alimentares que detetar no gato.

Um complemento ideal é proporcionar malta para gatos ao gato siamês, deste modo terá uma boa ajuda para eliminar o pelo ingerido. Os siameses lambem-se muito, pois são extremamente limpos, esta é uma boa forma de evitar as bolas de pelo.

Também não se deverá esquecer que a água limpa e renovada é fundamental para uma boa alimentação e saúde do seu gato siamês.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Alimentação do gato siamês, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.