Partilhar

A alopecia canina

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 8 fevereiro 2019
A alopecia canina

Ver fichas de  Cachorros

Os cachorros também podem sofrer perda de pelo, patologia que se conhece como alopecia canina. Como verá certas raças sofrem uma maior predisposição a sofrer esta doença, embora as causas desta doença sejam várias e dependendo da causa, a evolução do cachorro pode ser diferente.

Neste artigo do PeritoAnimal encontrará informação sobre os fatores que a promovem, as causas e o tratamento. Continue lendo para descobrir tudo sobre a alopecia canina.

Também lhe pode interessar: A conjuntivite canina - Causas e sintomas

Fatores de risco da alopecia canina

Apesar de não se poder considerar uma causa direta deste problema, certas raças tem mais tendência a poder desenvolver um quadro de alopecia canina.

Trata-se sobretudo de raças nórdicas entre as que podemos destacar: Malamute do Alaska, Chow-chow, Lulu da Pomerania, Husky Siberiano e Poodle. Também todas aquelas raças mestiças procedentes das anteriores têm um maior risco de sofrer alopecia canina.

Outro dos fatores de risco para desenvolver esta doença é ser um cachorro macho não castrado, embora seja isso mesmo, apenas um fator de risco, uma vez que a alopecia canina também aparece em cães esterilizados.

A alopecia canina - Fatores de risco da alopecia canina

Causas da alopecia canina

Vejamos agora quais são as causas da alopecia canina, tendo em conta que a melhor pessoa para determinar a causa exata é o veterinário:

  • Deficiência do hormônio de crescimento (GH)
  • Desequilíbrios nos hormônios sexuais
  • Alterações no ciclo de crescimento do pelo
  • Causas ambientais relacionadas com alergias
  • Estresse ou ansiedade
  • Vacinas (causam alopecia localizada na área de injeção)
  • Parasitas
  • Mudanças de estação
  • Lambidas repetidas (neste caso a alopecia aparece de forma lateral)
  • Alterações no folículo piloso
A alopecia canina - Causas da alopecia canina

O que fazer se o cachorro sofre de alopecia?

Primeiro deve saber que o mais normal é que a alopecia apareça em cachorros menores de 3 anos, embora em alguma ocasiões possa aparecer em cachorro de até 5 anos de idade.

Não é comum que a alopecia se apresente em cachorros mais velhos que esta idade. O sintoma principal da alopecia canina é a perda de pelo, com ou sem pigmentação. Isto quer dizer que as áreas da pele sem pelo podem sofrer um aumento de cor, parecendo-se com manchas.

Geralmente a alopecia canina é simétrica. Começa no pescoço, no rabo/cauda e na região do períneo e posteriormente acaba afetando o tronco. Se a alopecia acontece por lambidas excessivas aparecerá de forma lateral e mais localizada. Se suspeita que o seu cachorro começou a sofrer de alopecia canina, o melhor a fazer é recorrer ao veterinário, ele realizará análises assim como diversas explorações que vão permitir estabelecer uma causa e um tratamento.

A alopecia canina - O que fazer se o cachorro sofre de alopecia?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a A alopecia canina, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre A alopecia canina

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
cecilia da silva cardoso
tenho um chow chow filhote e levei ela para tosa e percebi uma falha meu de pelo grande na regiao das costas seus pelos estao crescendo pouco e com cor diferente ela e preta mais tem partes que estao marrom meio ruiva acho que e alopsia me ajude que devo fazer esta tomando vitaminas de pelo estou preocupada obrigada
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Cecilia! Tal como referimos no artigo, geralmente a alopecia canina é simétrica. Começa no pescoço, no rabo/cauda e na região do períneo e posteriormente acaba afetando o tronco. Se a alopecia acontece por lambidas excessivas aparecerá de forma lateral e mais localizada. Se suspeita que o seu cachorro começou a sofrer de alopecia canina, o melhor a fazer é recorrer ao veterinário, ele realizará análises assim como diversas explorações que vão permitir estabelecer uma causa e um tratamento.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
ELEAMAR ALVES CARVALHO
Boa tarde!

Tenho um chow chow macho de 14 meses que está com alopecia. O veterinário prescreveu um medicamento para 30 dias e disse que se não resolvesse, não teria outra solução. Gostaria muito de resolver o problema dele. Você tem alguma sugestão?

A alopecia canina
1 de 4
A alopecia canina

Voltar ao topo da página