5 sinais de que seu gato está entediado

5 sinais de que seu gato está entediado

Da mesma forma que acontece com as pessoas, os gatos também se podem sentir entediados e desanimados. Quando um gato se aborrece, é por algum motivo e geralmente está relacionado com a falta de enriquecimento, a socialização e as brincadeiras.

Se acredita que o seu gato está entediado, será fundamental conferir o comportamento que tem em casa e os sinais que podem indicar mal-estar, desinteresse ou desmotivação pela sua rotina diária. É importante referir que costuma acontecer muito mais entre gatos que vivem sozinhos em casa, do que quando vivem com outros gatos.

Para conseguir perceber corretamente se o seu gato se encontra aborrecido, neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe mostrar os 5 sinais de que o seu gato está entediado. Descubra porquê e aja de imediato seguindo os nossos conselhos.

1. Excesso de limpeza

Quando um gato lambe compulsivamente o pelo, e causa inclusive manchas sem pelo, é um sinal claro que o pobre gato está entediado até à exaustão. Quando o lambido é tão excessivo, pode derivar em uma lesão dérmica chamada de granuloma, um grave problema de saúde que se deve tratar o quanto antes.

Para além dos danos no seu pelo, este comportamento é muito estressante para o gato. Isto pode afetá-lo mentalmente e levá-lo à depressão. Também se trata de uma atividade perigosa, uma vez que causar as perigosas e incômodas bolas de pelo no estômago.

Outro comportamento possível é o gato lamber compulsivamente o seu cabelo quando você está por perto (por exemplo quando estão juntos na cama ou no sofá).

2. Ingestão excessiva de alimento

Uma consequência do aborrecimento felino é a ingestão excessiva de alimento. Uma atitude muito "humana", pois muitas pessoas devido a angústia, depressão ou o estresse têm este mesmo comportamento nocivo, de comer de forma compulsiva. O tédio no gato causa-lhe muito estresse. Uma forma agradável, mas prejudicial de minimizar o tédio, é comer.

Confira bem as quantidades de alimento que oferece ao seu gato para evitar a obesidade no seu felino. Não se esqueça que é prejudicial para a sua saúde!

3. Dormir excessivamente

Os gatos normalmente dormem muito. Calcula-se que dormem entre 16 e 17 horas diárias. Um gato que não tem nenhuma atividade que o estimule, pode dormir muito mais.

Isto, no início, poderia se considerar inofensivo, mas não é. Os gatos dorminhocos podem deixar de se limparem e degenerar rapidamente a sua aparência. Também se podem desidratar ou sofrer de perda de apetite.

4. Gato destruidor

Por vezes há gatos que para fugirem do grande tédio que sofrem, ficam destruidores. Sobem pelas cortinas destruindo-as ao fazê-lo, por exemplo.

Também se podem dedicar a derrubar objetos de estantes ou atacar de surpresa pequenos pets como canários, periquitos ou hamsters.

Não devemos confundir a destruição habitual que os gatos fazem nos cantos dos sofás e cadeias, com os múltiplos atos vândalos impulsionados pelo tédio.

5. Gato perseguidor

Por vezes existem gatos que convivem com outro gato ou outro pet, mas apesar disso ficam entediados. Se o gato dominante é muito dinâmico e o outro é calmo em excesso, pode acontecer que para se entreter realizar uma espécie de "bullying" ou abuso contra o outro gato, martirizando-o e fazendo-lhe a vida difícil.

Não é de todo frequente, mas também pode incomodar um cachorro de tamanho pequeno. Os gatos costumam recorrer aos seus ancestrais instintos de caça e metem-se com os seres de menor tamanho de casa.

Soluções para um gato entediado

Para começar, é fundamental descartar o fato do seu companheiro sofrer de depressão, um problema habitual em animais que sofreram uma mudança drástica na sua vida, uma perda importante ou um choque. Se acredita que possa estar passando por uma depressão deve consultar o veterinário, e enquanto isso, aconselhamos-lhe o seguinte:

  • Brinque com o seu gato diariamente. O melhor brinquedo para gatos é, sem dúvida, a cana de pescar pois você também participa na brincadeira, algo fundamental para que o seu gato também se divirta. A verdade é que os brinquedos e arranhadores podem distrair o seu gato um bom bocado, mas a longo prazo acabarão por se entediar se não existir uma interação real.
  • Enriqueça o seu dia a dia com estímulos que ainda não conheceu: música, atividades, alimentos, outras pessoas... O enriquecimento irá ajudá-lo a sair da sua rotina de aborrecimento. O contato com o sol também lhe proporcionará um extra de energia, uma melhor síntese das vitaminas e felicidade.
  • Faça-lhe massagens, carícias e muitos beijos, os gatos adoram se sentir amados e queridos, isso irá fazê-lo sentir que faz parte de um grupo familiar unido, forte e cheio de carinho.
  • Utilize erva de gato para favorecer uma estimulação psicológica.
  • Brinque com o seu gato diariamente. O melhor brinquedo para gatos que pode comprar é a cana de pescar, uma vez que você também participa no jogo, algo fundamental para que o seu gato também se divirta. A verdade é que os brinquedos podem distrair o seu gato um bom bocado, mas a longo prazo acabam se entediando se não existir uma interação real.

Por último, e se o seu gato passa muitas horas sozinho, recomendamos que recorra a um refúgio e adote um companheiro que ajude o seu gato a passar as horas em companhia e diversão. Ambos irão agradecer.

Se deseja ler mais artigos parecidos a 5 sinais de que seu gato está entediado, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.